Comunidade Evangélica de Confissão Luterana em Uberlândia

Sínodo Brasil Central



Rua Santa Catarina , 2240 - Marta Helena
CEP 38402-231 - Uberlândia /MG - Brasil
Telefone(s): (34) 3232-1643
uberlandia@luteranos.com.br
ID: 31

Páscoa

12/04/2007



Dia das surpresas e das decepções...

Naquela manhã as mulheres estavam tristes.
Elas tinham a intenção de ungir um defunto.
Jesus, tu ressuscitaste,
tu foste visto, tu vives!
As mulheres viram o Senhor vivo.
Sua tristeza transformou-se em alegria.
A ressurreição é uma surpresa feliz!

Naquela manhã os discípulos estavam amedrontados.
Eles pensavam que para Jesus tivesse chegado o fim.
Mestre, tu ressuscitaste, tu foste visto, tu vives!
Os discípulos viram o Senhor vivo atrás de portas trancadas.
Seu medo transformou-se em coragem.
A ressurreição destrói o medo!

Naquele dia dois discípulos iam desanimados para Emaús.
Eles tinham perdido todas as esperanças.
Mestre divino, tu ressuscitaste,
tu foste visto, tu vives!
Os discípulos reconheceram o Senhor vivo durante a refeição.
Sua falta de esperança transformou-se em confiança.
A ressurreição destrói a falta de esperança!

Naquela manhã os sacerdotes estavam alegres.
Eles estavam convictos de que Jesus estava morto.
Senhor, tu ressuscitaste,
tu foste visto, tu vives!
Os sacerdotes ouviram dos soldados que Jesus ressuscitara.
Sua alegria transformou-se em pavor.
A ressurreição destrói o poder do mal!

Naquele dia Tomé era incrédulo.
Ele pensava que Jesus jazia na sepultura.
Meu Deus e meu Senhor, tu ressuscitaste,
tu foste visto, tu vives!
Tomé viu as feridas que nos sararam.
Sua descrença transformou-se em fé.
A ressurreição destrói a descrença!

Naquela manhã Satanás estava feliz.
Ele dizia para consigo mesmo: Destruí a Salvação.
Vencedor sobre a morte, tu ressuscitaste,
tu foste visto, tu vives!
Satanás soube da ressurreição.
Sua felicidade transformou-se em desengano.
A ressurreição é a morte da morte!

Muitas vezes estou confuso.
Eu penso que tu não vives mais, meu Salvador.
Meu Salvador, tu ressuscitaste,
tu foste visto, tu vives!
Ouço uma voz no meu coração: Teu Salvador vive!
Apesar de não te ver, creio que tu ressuscitaste.
Alegria e paz enchem-me o coração.
A ressurreição me transforma e me renova!


Johnson Gnanabaranam, em Uma Nova Dança
Editora Sinodal

 

Querida e querido internauta,

Semana passada meditamos sobre a grande PAIXÃO de Jesus pela humanidade. Paixão que significa grande sofrimento, mas também amor imensurável.

O texto de hoje fala das conseqüências, do resultado desta Paixão de Jesus. O sofrimento e o amor juntos transformaram-se em ressurreição, transformaram-se em vida.

Parafraseando Johnson Gnanabaranam, a vida que Jesus nos oferece é sempre uma surpresa feliz.
A vida que Jesus nos oferece é capaz de destruir todo e qualquer medo que venha nos rondar.
A vida que Jesus nos oferece tonifica a esperança.
A vida que Jesus nos oferece nos capacita a lutar e vencer o mal que nos cerca.
A vida que Jesus nos oferece revigora nossa fé.
A vida que Jesus nos oferece diz em alto e bom claro tom que a morte não mais tem a última palavra.
Sim, é verdade! A vida que Jesus nos oferece é capaz de transformar e renovar a minha e a sua vida.

Louvado seja Jesus que com sua Paixão trouxe vida a todos nós. Divulguemos a todas as pessoas com quem nos relacionamos no dia-a-dia que Jesus quer vida com abundância para todas elas. Ele é a vida.

Abraços carregados de vida,
Klaus Dieter Wirth, pastor
  


Autor(a): Paróquia de Uberlândia
Âmbito: IECLB / Sinodo: Brasil Central / Paróquia: Uberlândia (MG)
Área: Celebração / Nível: Celebração - Ano Eclesiástico / Subnível: Celebração - Ano Eclesiástico - Ciclo da Páscoa
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Meditação
ID: 7350

AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

O Senhor é o Deus verdadeiro. Ele é o Deus vivo, o Rei eterno.
Jeremias 10.10
EDUCAÇÃO CRISTÃ CONTÍNUA
+

REDE DE RECURSOS
+
Quem conhece Deus também conhece as criaturas, as compreende e as ama, pois, nas criaturas, estão as pegadas da divindade.
Martim Lutero
© Copyright 2024 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br