Música na IECLB


Composição musical celebra unidade entre católicos e luteranos

31/10/2020

 

Há 21 anos, as comunidades luteranas e católicas celebravam um passo importante no percurso da unidade. Posteriormente assumida por outras comunidades confessionais, a assinatura da Declaração Conjunta sobre a Doutrina da Justificação (DCDJ), em 31 de outubro de 1999, em Ausburgo/Alemanha, representou o ponto de chegada do compromisso ecumênico de décadas entre católicos e luteranos, bem como imprimiu um novo frescor nos caminhos do diálogo.

Assim, a memória dos passos dados são oportunidades singulares para celebrar a tessitura do ecumenismo na vida e missão da Igreja de Cristo.

Lançamento do vídeo musical

Entre os frutos do artesanal e cotidiano compromisso com o diálogo, colhemos nesse ano de 2020 a unidade traduzida em verso e melodia, na obra composta em conjunto pela musicista Lislie Moraes de Carvalho, da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil (IECLB), e pelo maestro Jose Luis Manrique, da Igreja Católica Apostólica Romana (ICAR).

“Confessamos Juntos” recolhe e comunica a afirmação de fé essencial presente na Declaração Conjunta, pela qual luteranos e católicos professam que “é Cristo que nos salva. Somente por graça, na fé na obra salvífica de Cristo e não por nosso mérito”.

A contribuição dessa obra faz-se sentir, em primeiro lugar, como testemunho ecumênico de seus compositores, ambas pessoas convictas do diálogo, engajados afetiva e efetivamente em iniciativas de diálogo. Da mesma forma, é um contributo litúrgico-espiritual e pastoral para todas as comunidades cristãs, oportunizando que a DCDJ seja mais conhecida e melhor compreendida por elas.

Por essa via estética, como cristãs e cristãos somos convidados/as à experiência de encontro com Cristo Jesus, Senhor e Salvador e, como fruto dessa experiência, conduzidos/as às boas obras. 

Fonte: CONIC

Texto: Ir. Raquel de Fátima Colet, FC

MÍDIATECA

AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

Cada qual deve se tornar para o outro como que um Cristo, para que sejamos Cristos um para o outro e o próprio Cristo esteja em todos, isto é, para que sejamos verdadeiros cristãos.
Martim Lutero
REDE DE RECURSOS
+
Orar é a obra mais primorosa, por isto é tão rara.
Martim Lutero
© Copyright 2020 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br