Conselho de Missão entre Povos Indígenas - COMIN no Portal Luteranos



Rua Amadeo Rossi , 467 Morro do Espelho
CEP 93030-220 - São Leopoldo /RS - Brasil
Telefone(s): (51) 3590-1440
comin_coord@est.edu.br
ID: 2386

COMIN e mulheres indígenas promovem lançamento do caderno da Semana dos Povos Indígenas 2023

Lançamento será realizado na próxima terça-feira (31) durante a Pré-Marcha das Mulheres Indígenas, em Brasília (DF), com a presença das mulheres autoras do material.

27/01/2023


O Conselho de Missão entre Povos Indígenas (COMIN), programa da Fundação Luterana de Diaconia (FLD), realiza, junto às mulheres indígenas da Articulação Nacional das Mulheres Indígenas Guerreiras da Ancestralidade (ANMIGA), o lançamento do caderno da Semana dos Povos Indígenas 2023, que tem como tema “Mulheres: corpos-territórios indígenas em resistência!”.

O lançamento acontece no dia 31, a partir das 14h, durante a Pré-Marcha das Mulheres Indígenas, em Brasília (DF), em uma mesa com a presença de Braulina Baniwa, Giovana Mandulão e Jozileia Kaingang, autoras do caderno. Haverá transmissão ao vivo pelo Youtube do COMIN e Facebook do COMIN e da ANMIGA.

Além de apresentar o caderno, o lançamento será um momento de debate e reflexão para o enfrentamento ao racismo e valorização da vida das mulheres indígenas, tão invisibilizadas na sociedade, embora tenham grande contribuição para a mesma.

A Pré-Marcha, promovida pela ANMIGA, acontece entre os dias 29 de janeiro e 1º de fevereiro e tem o objetivo de ser um evento para as mulheres indígenas debaterem coletivamente perspectivas de incidências em espaços de poder e começar a construção da III Marcha das Mulheres Indígenas, prevista para setembro de 2023.

Caderno da Semana dos Povos Indígenas 2023

Quando se pensa no corpo-território indígena, é necessária uma reflexão para além do que entendemos comumente como um corpo. Quando as mulheres indígenas falam de seus corpos-territórios, elas estão falando das heranças ancestrais e espirituais que carregam, além da sabedoria coletiva de seus povos.

O caderno da Semana dos Povos Indígenas 2023 traz a ancestralidade e a potência dos corpos-territórios das mulheres indígenas. O material quer, não somente tematizar a presença e atuação de mulheres indígenas, mas, especialmente, ser a própria fala dessas mulheres a partir de seus biomas, “porque somos terra, sementes, raiz, tronco, galhos, folhas e frutos, mulheres conectadas com o corpo da Terra”.

O material é escrito pela ANMIGA, um movimento ancestral, tradicional e social, criado e constituído por mulheres indígenas dos seis biomas brasileiros, desde o chão da aldeia até o chão do mundo; e ilustrado por Wanessa Ribeiro, do povo Guarani Mbya.

Há mais de vinte anos, o COMIN, que atua no apoio e na defesa de direitos indígenas, produz, anualmente, o caderno da Semana dos Povos Indígenas. O material é elaborado de forma a contribuir no conhecimento da realidade e diversidade dos povos indígenas e na superação do racismo contra pessoas indígenas.

Após o lançamento, o caderno estará disponível para descarregar. Veja aqui.

MÍDIATECA
Portanto, já que vocês aceitaram Cristo Jesus como Senhor, vivam unidos com ele. Estejam enraizados nele, construam a sua vida sobre ele e se tornem mais fortes na fé.
Colossenses 2.6-7
© Copyright 2024 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br