Paróquia Martin Luther de Erval Seco

Sínodo Uruguai


Rua Harry Luersen , 21
CEP 98390-000 - Erval Seco /RS - Brasil
Telefone(s): (55) 3748-1368
pmluther@tcheturbo.com.br
ID: 415

12º Domingo após Pentecostes - Erval Seco/RS

Paróquia Martin Luther de Erval Seco

23/08/2020

Culto SNPcD - Abertura
Altar da Igreja em Erval Seco/RS
Altar da Igreja em Erval Seco/RS
Altar da Igreja em Erval Seco/RS
Altar da Igreja em Erval Seco/RS
1 | 1
Ampliar

LITURGIA DA ENTRADA

SINO

Acolhida:

“Porque, assim como em um só corpo temos muitas partes, e todas elas têm funções diferentes, assim também nós, embora sejamos muitos, somos um só corpo por estarmos unidos com Cristo” (Rm 12.4-5a). Com essas palavras do apóstolo Paulo em sua Carta aos Romanos saudamos a todas as pessoas que acompanham a esta celebração. Sejam bem-vindas e bem-vindos!

Estamos na Semana Nacional da Pessoa com Deficiência, que a cada ano acontece nos dias 21 a 28 de agosto, e nesta celebração vamos fazer uso de recursos de acessibilidade para que todas as pessoas possam participar e celebrar o amor de Deus por cada um e cada uma de nós. Agradecemos pelos recursos disponibilizados pelo Programa Diaconia e Inclusão da IECLB.

Você aí em sua casa pode ver o ambiente onde esta celebração está sendo gravada ou transmitida. Pode ver a mesa do altar, as cores litúrgicas, enfim, ver tudo o que é significativo para a celebração. Mas há pessoas com baixa visão, pessoas cegas que, para verem o que está sendo transmitido, precisam que o ambiente seja descrito. Traduzir em palavras aquilo que elas não podem ver contribui para que sintam e compreendam seu encontro com Deus. E é isso que vamos fazer.

Esta celebração está sendo gravada na nossa igreja em Erval Seco. A gravação está sendo realizado bem próxima a mesa do altar. Estou ao lado do altar e a estante de leitura está à minha frente. À frente da estante de leitura temos um pano litúrgico na cor verde. Ao fundo temos algumas folhagens e sobre a mesa do altar estão três velas acesas, uma cruz com uma faixa preta e um ramo de flor, uma Bíblia aberta, um vaso com flores, na cor vermelha. Eu sou a Pastora Sonja Hendrich Jauregui e estou na Igreja junto com o Pastor João que está auxiliando na gravação.

Convido a acompanharmos o primeiro hino desta celebração que estará agora sendo projetado com interpretação de Libras...

Hino: Quando o povo se reúne (vídeo em Libras)

Saudação

Aqui estamos em nome e na presença do Trino Deus. Deus Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.

Confissão de pecados:

** Irmãos e irmãs, Deus nos ama e nos aceita, mesmo que sejamos pecadores e pecadoras. Ele veio até nós em Jesus Cristo e nos mostrou que, no perdão e na reconciliação, acontece a manifestação de sua graça. Por isso, temos a liberdade de nos dirigir a Deus em oração e confessar os nossos pecados. Oremos.

Deus da misericórdia, como membros do teu corpo, nem sempre somos pessoas que se veem como irmãos e irmãs na fé, que cuidam umas das outras e formam uma comunidade. Muitas vezes, colocamos como prioridade nossos interesses individuais e esquecemos as pessoas da família e da comunidade. Não enxergamos as necessidades e alegrias de quem vive ao nosso lado. Não enxergamos a falta de acessibilidade e, muitas vezes, construímos muros que nos separam. Deus, reconhecemos nossa intolerância para com pessoas que pensam de maneira diferente de nós; reconhecemos nossos preconceitos para com aquelas pessoas que vivem suas vidas de forma diferente e por isso as julgamos. Deus, reconhecemos nosso pecado e, por isto, clamamos:

C.: Perdão, Senhor, perdão (vídeo em Libras)

Anúncio da graça e absolvição:

“Se dissermos que não temos pecado nenhum, a nós mesmos nos enganamos e a verdade não está em nós. Se, porém, confessarmos os nossos pecados, Deus, que é fiel e justo, nos perdoará e nos purificará de toda injustiça” (1Jo 1.8-9), Como ouvimos neste anúncio, Deus, que é amor, já perdoou as pessoas que sinceramente se arrependeram. É este perdão que lhes anuncio, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.

Kyrie

Trazemos diante de Deus, que nos vê por inteiro, as dores causadas pelo preconceito e pela dureza do coração humano. Lembremo-nos das pessoas refugiadas, das crianças e mulheres vítimas de violência, das pessoas com deficiência que sofrem pela falta de acessibilidade, das pessoas que sofrem pela Covid-19, pois Deus tem misericórdia do povo que sofre.

Hino: Pelas dores deste mundo, ó Senhor (vídeo em Libras)

Glória

Assim diz o Senhor: Vinde a mim todas as pessoas que estais cansadas e sobrecarregadas, e eu vos aliviarei (Mt 11.28). Assim é nosso Deus: nos abraça, acolhe, ampara, perdoa. Demos glória à Deus...

Hino: Glória (vídeo em Libras)

Oração do dia

Deus de bondade e plenitude, nós te agradecemos pela vida que recebemos imerecidamente de tuas mãos. Ensina-nos a reconhecer a nossa fragilidade e necessidades, não como falhas e limitações, mas como oportunidade de cuidado, respeito, comunhão, gentileza e superação. Ensina-nos a olhar o próximo, a próxima, com os teus olhos amorosos de acolhimento, cuidado e amor. Que a tua Palavra encontre vidas dispostas a receber e vivenciar o teu amor. Por Jesus Cristo que contigo e com o Espírito Santo são fontes de amor e acolhimento, amém.

LITURGIA DA PALAVRA

Acompanhemos a leitura das palavras do Evangelho para este domingo conforme o Evangelista Mateus, capítulo 16, versículos 13 a 20... A leitura também será acompanhada com tradução em Libras...

Leitura do Evangelho: Mateus 16.13-20 (vídeo em Libras)

Bem aventuras são todas as pessoas que ouvem a Palavra de Deus, a guardam em seu coração e a colocam em prática em seu dia-a-dia, aleluia!

C.: Aleluia (vídeo em Libras)

Pregação: Romanos 12.1-8 (vídeo em Libras)

Que a graça de nosso Senhor Jesus Cristo, o amor de Deus e a comunhão do Espírito Santo esteja com todos nós. Amém.

Querido irmão e querida irmã em Cristo,

Nos dias 21 a 28 de agosto, celebramos a Semana Nacional da Pessoa com Deficiência. É uma semana que dedicamos à reflexão sobre a vida de pessoas que portam alguma necessidade especial, sobre como temos encarado esta realidade e o que temos feito para que a vida seja boa de se viver para todas as pessoas sem distinção. A cada ano somos desafiados e desafiadas a refletir sobre um tema. E o tema proposto para este ano é a “Diversidade de dons e de comunicação”. As leituras bíblicas previstas para este 12º domingo após Pentecostes querem nos ajudar a refletir esta temática.

O texto bíblico previsto para a pregação vem de uma das cartas escritas pelo apóstolo Paulo. Como é bom receber uma carta, uma mensagem de pessoas amigas e da família. Cartas ou mesmo palavras escritas no WhatsApp escrevemos e enviamos a pessoas que estão longe e queremos manter contato. Em muitos momentos são as preocupações que nos levam a tomar tempo e escrever o que estamos sentindo. E neste tempo de Pandemia é a forma de nos mantermos conectados e próximos a pessoas queridas. Quantas vezes, nestes meses de distanciamento social tomamos tempo para enviar algumas palavras, ligar ou gravar um áudio pedindo para quem está longe se cuide...

Receber cartas sempre foi algo importante e especial! Hoje já não temos mais este hábito. Os caminhos para conversar com quem está longe são outros. Podemos ligar e inclusive nos ver através do aparelho celular. Mesmo que o jeito de escrever e se manter conectado com quem está longe tenha mudado, o sentimento continua o mesmo. É gostoso saber que alguém lembra da gente e tira um pouco de seu próprio tempo para entrar em contato conosco. Uma carta, uma palavra falada ou escrita no WhatsApp ou no Facebook faz com que a gente se sinta importante, querido, lembrado, valorizado.

Pois bem, hoje recebemos de presente um trecho de uma carta que quer nos falar de Deus. Deus quer falar conosco. Sim, Deus quer se comunicar conosco desta maneira direta e pessoal, através de uma carta escrita por alguém que colocou a sua vida aos cuidados de Deus, e assim foi completamente transformado.

O Apóstolo Paulo escreve e quer na distância orientar as Comunidades Cristãs que estavam surgindo. Ele está preocupado, precisa saber se todas as pessoas que estavam sendo tocadas pelo Evangelho estavam bem e, também, a forma e a maneira de pensar dessas pessoas precisavam ser transformadas.

Assim convido para que ouçamos e acompanhemos na tradução em Libras o texto da Carta de Paulo aos Romanos, capítulo 12, os versículos 1 a 8...

E assim está escrito:

Rogo-vos, pois, irmãos, pelas misericórdias de Deus, que apresenteis o vosso corpo por sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional.

E não vos conformeis com este século, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.

Porque, pela graça que me foi dada, digo a cada um dentre vós que não pense de si mesmo além do que convém; antes, pense com moderação, segundo a medida da fé que Deus repartiu a cada um.

Porque assim como num só corpo temos muitos membros, mas nem todos os membros têm a mesma função, assim também nós, enquanto muitos, somos um só corpo em Cristo e membros uns dos outros, tendo, porém, diferentes dons segundo a graça que nos foi dada: se profecia, seja segundo a proporção da fé; se ministério, dediquemo-nos ao ministério; ou o que ensina esmere-se no fazê-lo; ou o que exorta faça-o com dedicação; o que contribui, com liberalidade; o que preside, com diligência; quem exerce misericórdia, com alegria.

Até aqui este pequeno trecho da Carta de Paulo aos Romanos...

Vejam, Paulo lembra da misericórdia de Deus e pede que toda a vida e a vida toda seja dedicada ao serviço de Deus. Somente assim conseguiremos adorar a Deus de coração e mente, e saberemos e entenderemos o que Deus quer e espera de nós.

Não podemos nos conformar com o mundo que aí está. Não podemos aceitar que a vida é assim mesmo e deixar assim como está... Esta é a preocupação de Paulo para a sua Comunidade em seu tempo, mas também para os dias de hoje. Ao ser tocado pelo Evangelho de Jesus Cristo, não há como viver como se nada estivesse acontecendo e que contraria o projeto do Reino de Deus. Uma transformação na mente e no coração de cada pessoa precisa acontecer para de fato conhecer o que é bom, perfeito e agradável a Deus. Transformar o mundo começando pelo seu coração e sua mente, este é o recado de Paulo. É como se hoje ele estivesse escrevendo cuide-se, cuide da outra pessoa, respeite, ame, valorize a vida em suas diferenças, em sua diversidade.

No tempo do apóstolo Paulo, em cada tempo que veio depois e hoje Deus vem e quer conversar conosco, quer estar conectado e quer falar ao nosso coração, quer transformar o nosso coração e a nossa mente para que neste mundo haja paz e justiça, para que neste mundo todas as pessoas sejam valorizadas e amadas, pois todas fazem parte de sua Criação e são, em Cristo, seus filhos e filhas.

Em todos os tempos, lugares e circunstâncias a Palavra de Deus quer tocar a nossa vida, quer fortalecer a fé, quer nos transformar. E para isso Deus nos dá dons diferentes, não para nos dividir, mas para nos unir e nos complementar. Dons são presentes que recebemos de Deus e que nos ajudam na construção do que somos e o que podemos oferecer.

Que bonito essa diversidade de capacidades e saberes... Que bom que não precisamos saber todas as coisas... Que bom que podemos aprender e desenvolver habilidades ao longo da vida. Que bom que não somos tudo o tempo todo, há pessoas que podem nos ajudar e podemos ser um suporte ou um auxílio para quem precisar... Essa é a beleza da criação e a perfeição: somos diferentes, lindamente diferentes...

A cada Semana Nacional da Pessoa com Deficiência somos de alguma forma motivados e motivadas a esta reflexão. Neste ano somos lembrados e lembradas que se faz necessário ampliar os meios de comunicação e de recepção da Palavra de Deus. Sim, precisamos aprender e usar a nossa criatividade e os dons que Deus nos presenteou para ir ao encontro de mais pessoas. Como bem nos lembra o apóstolo Paulo, num só corpo temos muitos membros. São diferentes, mas cada membro tem a sua função e todos são importantes para o corpo.

Não existe qualquer deficiência, limitação ou jeito de ser que possa nos excluir do corpo, mas são essas diferenças que fazem o corpo ser corpo de Cristo.
A diferença faz parte da criação de Deus. Quando Deus olhou para tudo o que criou ele verificou que tudo ficou muito bom. O seu fazer e agir resultaram em algo maravilhoso.

Vejam, queridos irmãos e queridas irmãs, a carta de amor que recebemos hoje nos convoca a transformação de nossas mentes e corações. Só assim saberemos o que Deus espera de nós e como podemos colocar os nossos dons a serviço. Cada pessoa recebeu o dom de algo ou para algo. Os dons são diferentes, mas a vida plena que Cristo trouxe é para todas as pessoas.

Use e abuse, por exemplo, dos meios de comunicação para abraçar e levar mensagens de ânimo e que falam do amor de Deus, do mundo em paz e com justiça que Ele quer para todas as pessoas. Que estas palavras cheguem a quem está fragilizado e desanimado. Se estas pessoas e tantas outras forem tocadas e animadas, você exercitará o seu dom de motivar pessoas para algo que é tão importante para Deus: o cuidar e o amar. Reconhecer também, a dor, orar pelas dores deste mundo também é um dom, o dom da oração.

Vejam! Fazemos parte da criação de Deus e somos amados e amadas por ele do jeito que somos. Todas as pessoas têm limitações e elas servem, na verdade, para mostrar que vivemos numa interdependência, onde às vezes precisamos de ajuda e outras vezes podemos ajudar.

Neste tempo em que a comunicação é importante para que as pessoas não se sintam sozinhas, lembremos, então, que há diferentes formas de nos comunicarmos e que todas as pessoas são dignas de serem alcançadas com a Palavra de Deus. Que Deus dê sabedoria e conhecimentos para aperfeiçoar a comunicação da sua Palavra para que ela seja acessível para todas as pessoas. Que nossos dons, a diversidade de dons do corpo de Cristo, estejam a serviço da proclamação do Evangelho que quer bem-estar para toda a sua criação. Assim, como Paulo, usemos o conhecimento e os recursos que temos para ir ao encontro das pessoas e a partir dos nossos dons já vivenciarmos aqui e agora sinais do Reino de Deus. Eis aí o desafio que recebemos neste dia, nesta Semana Nacional da Pessoa com Deficiência! Amém!

A partir deste desafio, confessemos agora a nossa fé proclamando com palavras e sinais o Credo Apostólico...

Confissão de fé: Credo Apostólico (Credo em Libras)

Oração geral da Igreja

** A comunidade cristã reunida tem uma tarefa especial: orar. É o que queremos fazer agora. Oremos.

Deus de bondade, ajuda a tua Igreja a permanecer fiel e a proclamar a tua salvação em palavras e em obras de misericórdia. Intercedemos pelas lideranças, para que não lhes falte ânimo para o serviço comprometido com a causa do Evangelho. Intercedemos pelas comunidades, para que possam ser cada vez mais acolhedoras e promovam a convivência entre as diferentes gerações, etnias, culturas, pois sabemos que cada pessoa é parte deste mundo criado por ti. Que as pessoas possam apoiar-se mutuamente como membros de um só corpo e que a diversidade de dons esteja a serviço da vida.

Fortalece, Deus, as ações diaconais de nossas comunidades e instituições para que transformem realidades de dor e sofrimento e proporcionem vida digna para todas as pessoas. Ensina e anima-nos a usar as diferentes formas de comunicação para proclamar a tua Palavra e assim promover comunhão e reconciliação.

Pedimos pelas pessoas que encontram limites na inclusão, na Igreja, escola, trabalho e círculos sociais. Pedimos pelas pessoas que estão enfrentando algum tratamento médico ou por dependência química. Pedimos também pelas pessoas entristecidas, cansadas e enlutadas. Há muita dor e muitas lágrimas de sofrimento que carecem do teu colo, do teu cuidado. Que em cada situação encontrem em Ti a força que necessitam para viver, encontrando alívio para suas dores e orientação para o seu caminhar. Acolhe, Deus, a nossa oração que trazemos a Ti neste dia e, também, aquela que carregamos em nosso coração quando agora pronunciamos em palavras e sinais a oração que teu Filho e nosso Irmão nos ensinou...

Pai-Nosso (Pai-Nosso em Libras)

LITURGIA DE DESPEDIDA

Bênção final

Recebamos a bênção de Deus...

O Senhor te abençoe e te guarde;
o Senhor faça resplandecer o seu rosto sobre ti,
e tenha misericórdia de ti;
o Senhor sobre ti levante o seu rosto e te dê a paz.

Envio

Fiquem em paz e promovam a comunicação acessível para todas as pessoas. Um bom dia e uma abençoada semana...

Vídeo especial da IECLB pela Semana Nacional da Pessoa com Deficiência

SINO

MÍDIATECA

AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

Não existe nada de tão bom e nada de tão ruim que Deus não poderia usar para me fazer o bem, se eu confio Nele.
Martim Lutero
EDUCAÇÃO CRISTÃ CONTÍNUA
+

REDE DE RECURSOS
+
Sabemos que todas as coisas trabalham juntas para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles a quem Ele chamou de acordo com o seu plano.
Romanos 8.28
© Copyright 2020 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br