Espiritualidade Evangélica Luterana


ID: 2686

Dia Mundial de Oração pela Diaconia - 26 de junho de 2019

24/06/2019

O dia 26 de cada mês é o dia mundial de Oração pela Diaconia, data oficializada pela Diakonia Mundial, organização da qual a Diaconia da IECLB é membro.


26 de Junho de 2019


Acolhida
Somos acolhidas e acolhidos com as palavras bíblicas do profeta Isaías. Palavras nas quais encontramos algumas das mais marcantes descrições do Messias: o Servo Sofredor, o Príncipe da Paz, aquele que trará cura e restauração, transformação. Sua palavra, acolhedora enfatiza a Graça, Misericórdia e Amor.
O profeta Isaías nos ensina e apresenta a essência daquele a quem servimos e nos colocamos a serviço: Diaconia, em resposta a todo o amor que temos experimentado de nosso Deus, Senhor e Salvador!

“Porque, assim como descem a chuva e a neve dos céus e para lá não tornam, sem que primeiro reguem a terra, e a fecundem, e façam brotar, para dar sementes ao semeador e pão ao que come, assim será a palavra que sair da minha boca: não voltará para mim vazia, mas fará o que me apraz e prosperará naquilo para que a designei”.
Isaías 55.10-11

Canto
A cada manhã – 340 – LdC.

Saudação trinitária
Em nosso dia mundial de oração pela diaconia, lembramos e celebramos toda a Graça e cuidado de Deus para com cada um e cada uma de nós. Temos disposição para servir, porque Deus vem ao nosso encontro, nos acolhe e cuida de nós. Diaconia é a tarefa mais significativa da igreja; nela estendemos além de nós mesmos, de nós mesmas, tudo o que temos experimentado do próprio Deus, o qual vem e nos serve.
Assim, nos reunimos em nome do trino Deus: Pai; Filho e Espírito Santo; Amém!

Cantemos louvores ao Trino Deus:

Canto
Trino Deus – 03 – LdC

Confissão de Pecados
Deus de amor, misericórdia e justiça; reunimo-nos em nossa celebração para recordarmos o quão grandioso e perfeito és. Ao nos colocar frente ao teu altar, frente a tua cruz, nos deparamos com todas as nossas limitações, erros, transgressões, omissões e pecado. Tu conheces nossas verdadeiras intenções, conhece a nossa história e todo o nosso caminho e caminhar. Acolhe a nossa oração, o nosso clamor por perdão e misericórdia, quando cantamos:

Canto
Concede o teu perdão – 34 – LdC

Amado Deus, sempre presente e atento; jamais vos esquecestes de nenhuma das tuas criaturas e da tua criação. Nós reconhecemos e testemunhamos que dependemos do teu amor e cuidado. Reconhecemos que muitas vezes, nos esquecemos desta verdade e deste testemunho público de fé. Pensamos ser autossuficientes e senhores de nossa própria história. Mas, frente ao teu amor, a tua palavra visível e invisível, reconhecemos que somos fracos, fracas, falhos, falhas e egoístas. Tudo que temos e somos, vem de ti. Ensina-nos a jamais esquecer que dependemos do teu amor, misericórdia e em ti temos liberdade, comunhão e vida eterna. Acolhe a nossa oração, o nosso clamor por perdão e misericórdia, quando cantamos:

Canto
Concede o teu perdão – 34 – LdC

Faz-nos lembrar de todas as pessoas que nos cercam. Elas e Eles que encontramos pelo caminho da vida, com fome, sem cuidado, sem comunhão, amor, clamam por vida digna e justiça, é neles, é nelas que somos desafiados, desafiadas por amor ao teu nome, partilhar todas as bênçãos que recebemos de tuas mãos. Ensina-nos a partilha de bênçãos; ensina-nos a partilha da comunhão. Ouve a nossa confissão, acolhe a nossa confissão, perdoa os nossos pecados, livra-nos do sentimento de culpa, anima-nos a buscar espaço para a vivência diaconal; anima-nos a crer na força transformadora do serviço em teu nome. Acolhe a nossa oração, o nosso clamor por perdão e misericórdia, quando cantamos:

Canto
Concede o teu perdão – 34 – LdC

Anúncio da Graça
Deus é grandioso e santo porque acolhe a nossa confissão e perdoa os nossos pecados e culpa. Deus nos carrega nas horas de dor, sofrimento, desespero; quando parece não haver perdão, nos encontramos com amor que perdoa, liberta e oferece a vida eterna!

“Porque Deus amou o mundo de tal maneira, que deu o seu filho unigênito para todo aquele, toda aquela que nele crê não pereça, mas, tenha a vida eterna”. João 3.16


Kyrie
Suplicamos e intercedemos para com as relações humanas e a vida em sociedade. Ensina-nos, Senhor, mais uma vez, a nos relacionarmos uns com os outros, umas com as outras e a conviver, preservar e cuidar da perfeita Criação de Deus; é nesta realidade de convivência que formamos e formaremos as novas gerações, educaremos as nossas crianças.
Que a gente volte a ter tempo para conviver e ficar atento, não apenas às telas de smartphones ou tablets, às redes sociais, mas, atentos aos olhos e às pessoas que amamos. Atentos às histórias que querem ser compartilhadas e vivenciadas com nós.
Suplicamos e clamamos para que a dor não nos seja indiferente! Senhor, seja presente com aqueles e aquelas que estão nas filas de hospitais, ou realizando seu tratamento de saúde; seja amparo e sustento. Seja presente com aqueles e aquelas que lutam pela transformação social e direito de todas as pessoas. Que haja um olhar atento ao direito de todas as pessoas.
Aos que choram, seja Deus consolador, pelo abraço e presença amiga; lembramos e suplicamos por aqueles e aquelas que enfrentam a dor da perda – dor do luto.
Que a nossa casa comum, o mundo, com toda a sua poluição e destruição, seja a nossa causa comum de cuidado, proteção e preservação. Por isso e, todas as dores do mundo inteiro, clamamos:

Canto
Pelas dores deste mundo – 56 - LdC

Oração do dia
Deus eterno, que guiaste teu povo pelo deserto e que te fizeste conhecer pela doca dos profetas e profetizas, dos quais se colocaram a anunciar a tua mensagem e amor; nos unimos em oração. Que a tua grande luz, que guiou e que guia os teus servos e servas, ao longo da história, guie também a nós, no estudo e na reflexão da Tua Palavra. Que saibamos estender todo amor e cuidado que temos recebido de ti; mostre-nos o verdadeiro sentido da tua humilde vinda, nascendo na simplicidade e pequenez do estábulo e da manjedoura. Guarda-nos em teu amor e transforma-nos no servir, por amor do teu nome; amém!

Canto
Diaconia – 565 - LdC


Oração de intercessão
As pessoas enlutadas, Deus consola. Às desanimadas, Deus da novo ânimo. Às enfermas, Deus fortalece. Cada um e cada uma, Deus carrega na palma de sua mão. Assim é e assim age Deus que ouve a nossa oração e nosso clamor de intercessão.
Intercedemos, por todos aqueles e todas aquelas que estão adoecidos, para que encontrem esperança e a certeza do cuidado e do agir de Deus, para que sigam seu tratamento com dedicação. Lembramos em nossa oração e nos unimos com aqueles e aquelas que sofrem com a dor do luto, da perda e do sofrimento. Que em meio à ausência e o vazio a que morte traz, ecoe a certeza da ressureição e da vida eterna.

Canto
Inclina, Senhor, teu ouvido– 198 - LdC

Vínculos são abalados. Relações que se rompem. Com nossas mãos podemos construir ou trazer a desconstrução. Com nossas palavras podemos edificar, mas também trazer a ruína. Destas, permanecem muitas dores e feridas. Deus, porém, se reconciliou com o mundo e nos ajuda para nos reconciliarmos uns com os outros. Ensina-nos, Senhor, a perdoar e pedir perdão. Ensina-nos, Senhor, a recomeçar.

Canto
Inclina, Senhor, teu ouvido– 198 - LdC

Quanta beleza e riqueza existe na multiformidade! Somos pessoas diferentes, temos vivências diferentes. Temos olhares, saberes, sentimentos diferentes uns dos outros. Viemos de lugares distintos, temos nomes e sobrenomes diversos, temos necessidades e buscas diferentes, estes sentimentos e intercessões queremos unir em nossas orações; Tu, Senhor Deus, és o Deus que sonda os nossos corações e conhece os nossos pensamentos e necessidade, acolhe o que trazemos em nosso coração, nesta oração. Conduze-nos, nesta enorme diversidade, á união para sermos uma só família em Cristo, que se oferta a nós, e nos oferece a vida eterna e a salvação. Assim nos unimos, na oração que o próprio Cristo nos ensinou:

Pai nosso que estás nos céus,
santificado seja o teu nome.
Venha o teu reino.
Seja feita a tua vontade,
assim na terra como no céu.
O pão nosso de cada dia nos dá hoje.
E perdoa-nos as nossas dívidas,
assim como nós também perdoamos aos nossos devedores.
E não nos deixes cair em tentação,
mas livra-nos do mal.
Pois teu é o reino, o poder e a glória para sempre. Amém

Bênção
O Senhor te abençoe e te guarde. O Senhor faça resplandecer o seu rosto sobre ti e tenha misericórdia de ti. O Senhor sobre ti levante o seu rosto e te de a Paz.
Em nome do Deus: Pai, Filho e Espírito Santo; Amém!

Canto
Que a Luz de Cristo brilhe – 285 – LdC

Envio
L. Vamos em paz e sirvamos ao Senhor com alegria!
C. Demos graças a Deus!


Elaboração: Pastor Cléo Moacir Martin
Cand. Catequista Edir Spredemann
Paróquia da Paz em Joinville – Santa Catarina. Sínodo Norte Catarinense.


 


Autor(a): Cléo Moacir Martin e Edir Spredemann
Âmbito: IECLB
Área: Missão / Nível: Missão - Diaconia
Área: Espiritualidade
Natureza do Texto: Liturgia
Perfil do Texto: Auxílio litúrgico
ID: 52303

AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

Todas as coisas foram criadas por Ele e tudo existe por meio dele e para Ele. Glória a Deus para sempre! Amém!
Romanos 11.36
REDE DE RECURSOS
+
Cada qual deve se tornar para o outro como que um Cristo, para que sejamos Cristos um para o outro e o próprio Cristo esteja em todos, isto é, para que sejamos verdadeiros cristãos.
Martim Lutero
© Copyright 2019 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br