Paróquia Esperança em Iguiporã

Sínodo Rio Paraná



Rua Pastor Marno Schemmer , 2180 Distrito Iguiporã
CEP 85972-000 - Marechal Cândido Rondon /PR - Brasil
Telefone(s): (45) 3270-1118
paroquiaiguipora@hotmail.com
ID: 2570

Tema do Ano 2016 - Prédica

06/01/2016

 Tema do Ano 2016

Pregação - Pa. Nádia Cristiane Engler Becker

Em 2017 iremos celebrar 500 anos da Reforma. Juntamente com milhões de pessoas e comunidades cristãs, espalhadas pelos cinco continentes, estaremos celebrando cultos e cantando louvores a Deus por esta história bonita nascida na Europa do Séc. XVI com Martin Lutero. Como preparação para essa grande celebração, as Igrejas Luteranas, congregadas na comunhão da Federação Luterana Mundial – FLM, foram convidadas para refletir o tema Livres pela graça de Deus, e três subtemas: a) Salvação não está à venda; b) Seres humanos não estão à venda; c) A Natureza não está à venda.

E o versículo Bíblico que nos acompanha nessa reflexão é de Amós 5.14ª: Buscai o bem e não o mal.

A gente poderia se perguntar: Mas, quem em são consciência busca o mal? Quem de nós deseja o mal? Ninguém. Sempre queremos o bem. Porém, muitas das nossas escolhas e atitudes levam ao mal. Talvez por que o mal não se apresente pra gente como algo feio ou ruim. Ele vem disfarçado, sedutor, muitas vezes com aparência de coisa boa, de boa oportunidade. É preciso sabedoria para discernir entre o bem e o mal em tempos em que a ética e a moral se tornam sempre mais relativos.

Vou dar um exemplo. Estamos fazendo pesquisa de preço para comprar uma impressora nova pra Paróquia. Em Marechal não tem a pronta entrega e pela internet ficamos com medo de comprar. Fui à Cascavel visitar uma pessoa no Hospital e pensei em aproveitar para ver por lá. Entrei numa loja e depois de algum tempo, a pessoa que estava me atendendo disse: Esse modelo custa R$1560,00. Levei um susto, pois tinha outro orçamento por R$1100,00. Aí respondi: Nossa, tá caro! Ai o atendente pegou a calculadora de novo e depois de alguns instantes me disse: 1560 é o valor com nota fiscal. Sem nota posso fazer pra ti por R$1000,00...

Eu estava diante de uma escolha. O que você faria? Pense bem, são 560 reais! É uma oferta tentadora. Parece uma boa oportunidade, não?

Veja, é um fato do dia a dia. Mas, traz consigo uma pergunta ética – pelo que é certo e pelo que é errado, pelo discernimento do bem e do mal.

O que aquele vendedor fez?

1°, na ânsia de vender, ele mentiu. Por que mesmo que BR tenha as taxas mais exorbitantes de impostos do mundo, a taxa de imposto sobre eletrônicos é de até 9.25%, o que daria menos de 150 reais – e não 560 como ele sugeriu.

2° ele quis me persuadir a comprar sem pagar o imposto.

O que vocês acham? Aceitar a proposta faria de mim uma pessoa esperta e que sabe aproveitar as boas oportunidades?

Ou faria de mim uma pessoa corrupta?

Estimada comunidade! Ser da opinião que nós brasileiros e brasileiras pagamos muitos impostos e protestar contra, exigir mudanças políticas é nosso direito e até dever enquanto cidadãos desse país. Agora, sonegar e desviar impostos e burlar as leis estabelecidas nos tornam tão corruptos quanto aqueles que criaram esses impostos e essas leis... O problema é que nós sempre avaliamos a situação de acordo com a situação em que nós nos encontramos. Se formos nós que fazemos algo que não é certo, procuramos nos justificar, dando uma desculpa ou dizendo que todo mundo faz. Se são os outros – aí os criticamos por se aproveitarem da situação, por serem corruptos...

Vale relembrar a conhecida frase: O errado é errado, mesmo que todos estejam fazendo. E o certo é certo mesmo que ninguém esteja fazendo.

A vida é feita de escolhas e consequências. Se eu escolho aceitar a oferta, eu estou dando exemplo, ensinando meu filho desde pequeno que se pode sonegar os impostos e burlar as leis – e se pode burlar essa lei, por que não outras também? Entende? É no dia a dia, nas pequenas escolhas que nossas atitudes mostram se somos pessoas honestas ou se nos deixamos corromper. Nós, com nosso exemplo e as nossas atitudes contribuímos para a construção de uma sociedade justa ou injusta, honesta ou desonesta, ética ou corrupta.

Vamos pensar em outras situações:

Como tratamos nossos pais ou outras pessoas idosas? O que nossos filhos veem? O que eles nos ouvem dizendo a respeito dos seus avós? E nós, vamos envelhecer? Nossas escolhas, nossas palavras e atitudes para o bem ou para o mal terão consequências no futuro...

Ou, o que fazemos ao vermos crianças pequenas sendo aplaudidas enquanto rebolam dançando funk...

Vamos refletir sobre a permissão que damos para que crianças e adolescentes joguem na internet ou no vídeo game jogos violentos, que brinquem de matar...

Vamos pensar nos casais e na forma como se relacionam: prezam pela fidelidade e o respeito ou quem pode mais chora menos?

Ainda outras atitudes:

Mexer num marco da divisa...

Jogar lixo pela janela do carro...

O uso ilimitado de agrotóxicos...

Falar da vida alheia...

Julgar e discriminar pessoas...

Ficar com o troco que a atendente distraída deu a mais...

Aceitar ou oferecer dinheiro em troca de votos/favores...

São todas escolhas entre o bem e o mal, entre o certo e o errado. Escolhas que terão consequências não apenas na nossa vida no presente, mas na construção futura da sociedade. Agir com ética, escolhendo o bem e o correto é pensar não apenas em mim e naquilo que num primeiro momento parece vantajoso pra mim, mas no que é bom para o convívio entre todas as pessoas.

Estimada comunidade! O TA de 2016 quer nos desafiar a refletir sobre a liberdade que cada pessoa tem para fazer as suas escolhas. Como pessoas cristãs, é fundamental entender que essa liberdade que Deus nos dá para escolher exige discernimento entre o bem e o mal, entre o certo e o errado.

Mas, quem diz pra nós o que é certo e o que é errado numa sociedade onde se prega que cada cabeça é uma sentença? É o próprio Deus por meio da sua Palavra e dos Mandamentos. Eles são nosso parâmetro na hora de fazer nossas escolhas. São eles que nos ensinam que a Salvação não está a venda, que a natureza não está a venda e que também nós não devemos vender a nossa integridade nem por 560 reais, nem por valor algum. A busca pelo bem é busca pela vida. Eu convido a cada um e uma de vocês a embarcar comigo na reflexão desse tema tão atual e importante. E faço votos de que Deus que pela sua graça nos concede salvação, também nos liberte do mal e nos fortaleça a cada dia na busca do bem! Que assim seja, amém!
 


AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

Um cristão é um ser alegre, mesmo que passe pelo maior desgosto, pois o seu coração se alegra em Deus.
Martim Lutero
EDUCAÇÃO CRISTÃ CONTÍNUA
+

REDE DE RECURSOS
+
Se cada um servisse a seu próximo, o mundo inteiro estaria repleto de culto a Deus.
Martim Lutero
© Copyright 2021 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br