Lucas 3.7-18 - 3º Domingo de Advento - 13.12.2015

Caderno de Cultos 2015

13/12/2015

13/12/2015 – 03º Domingo de Advento
Prédica - Lucas 3.7-18; Sofonias 3.14-20; I Felipenses 4.4-7
P. Elisângela Borchardt Röwer – Tenente Portela/RS

LITURGIA DE ABERTURA

ACOLHIDA

Mas quem ouve estas minhas palavras e não as pratica é como um insensato que construiu a sua casa sobre a areia. Caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram contra aquela casa, e ela caiu. E foi grande a sua queda. (Mt 7.26-27).

Bom dia! Sejam bem-vindos a este culto! Sintam-se todos acolhidos na casa de Deus para celebrarmos neste 3º Domingo de Advento! Tempo de reflexão, tempo de pensarmos em nossa casa espiritual. Ela está em ordem para recebermos diariamente o nosso Salvador? Ou tem algo a arrumar? E o que faremos para arrumá-la?

Os versículos bíblicos do evangelista Mateus que acabei de ler são duras ao afirmar que quem ouve a palavra de Deus e não as pratica é como uma casa construída sobre a areia – ela pode cair! Veremos adiante no texto do Evangelho de Lucas previsto para este final de semana que João Batista também adverte os seus ouvintes com palavras duras. Mas podemos ter certeza que Deus admoesta os seus filhos para o seu bem, para sua salvação. Também precisamos ouvir palavras duras para acordar e para perceber que estamos em pecado.

Deus admoesta e é juiz. Mas a sentença é a salvação para os penitentes, para os que se arrependem e pede perdão diante dele. Arrependidos, somos agraciados com a maravilha da sua salvação. Nesta alegria estamos aqui reunidos em para louvá-lo, para pedir perdão e agradecer. E assim pedimos neste momento: Senhor, aquieta agora o nosso ser, para que ouçamos a tua boa-nova e saiamos daqui renovados para te servir e dispostos a todo dia refletir se o nosso agir está de acordo com o teu querer. Amém!

Acolher os/as visitantes

CANTO DE ENTRADA

Nº 349 – HPD – Reunidos aqui

Ou: Nº ____________________________________________________

SAUDAÇÃO
Celebramos em nome de Deus Pai, Filho e Espírito Santo. Em nome do Deus triuno que criou esta nossa imensa e maravilhosa casa – a Terra - e enviou o seu filho amado, Jesus Cristo, para nascer ser humano entre nós para nos ensinar a construir a nossa própria casa e a mantê-la em ordem e nos conduz, como cristãos unidos em sua fé, pela força do Espírito Santo nos levando ao arrependimento para a nossa salvação. Amém!

CANTOS DE INVOCAÇÃO

Nº 85 – HPD – Vem, Espírito Divino

Ou: Nº ____________________________________________________

CONFISSÃO DE PECADOS

Bondoso Deus, novamente estamos diante de ti para confessar que temos pecado contra ti em pensamentos, palavras e ações. Temos falado e agido de modo irresponsável. Confessamos que temos enormes dificuldades em reconhecer o quanto temos errado e agido de forma injusta com os nossos irmãos e irmãs. Sempre encontramos uma justificativa para o nosso agir tentando contornar o que os teus mandamentos nos ensinam, quando não chegamos ao ponto de pensar que estamos sem pecado.

Da mesma forma pedimos perdão pela nossa falta de tempo em deixar a nossa casa interior sempre arrumada e aberta para habitares em nós e guiar os nossos passos no caminho aberto pelo teu Filho naquela simples manjedoura no Natal.

De forma penitente, curvamo-nos diante de teu amor e clamamos: Perdoa-nos! E tem piedade de nós, Senhor! Amém!

ANÚNCIO DO PERDÃO

Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para perdoar os nossos pecados e nos purificar de toda injustiça. (1Jo 1.9). Nessa certeza que Deus em sua fidelidade nos purifica e perdoa diariamente, anuncio-lhes o perdão dos pecados em nome de Deus Pai, Filho e Espírito Santo. Amém!

KYRIE

Deus misericordioso, o pecado que habita nos corações humanos, como a ganância pelo poder, pelo dinheiro, assim como a falta de compaixão pelo próximo trazem muito dor e sofrimento a outras tantas pessoas, bem como a destruição de nosso planeta.

Queremos neste momento lembrar dessas tantas situações de morte e clamar cantando:

Nº - Hinário – Pelas dores deste mundo

GLÓRIA IN EXCELSIS

E damos glória Senhor pela benção da tua salvação. Rendemos-te louvor porque enviaste teu Filho Jesus Cristo para nascer entre nós. Glorificamos-te, cantando:

Nº 249 – HPD – Graças, Senhor eu rendo

ORAÇÃO DO DIA

Todo-poderoso, eterno Deus, nós nos alegramos com a tua chegada. Sê com teu Espírito Santo entre nós. Contigo ao nosso lado não precisamos mais temer. Contigo ao perto de nós conseguimos levantar quando caímos. Obrigado por sempre nos agraciar com o teu perdão. Que a tua santa Palavra sempre conduza o nosso andar. Amém!

LITURGIA DA PALAVRA

LEITURAS BÍBLICAS

1ª Leitura Bíblica: Sofonias 3.14-20

2ª Leitura Bíblica: Felipenses 4.4-7

CÂNTICO INTERMEDIÁRIO

Nº 448 – HPD II – Pedro, Pedro, Pedro

3ª Leitura Bíblica: Lucas 3.7-18

PREGAÇÃO

Querida comunidade!

Prezada comunidade, queridos irmãs e irmãos em Cristo, assim ou de forma semelhante a maioria dos pastores começa a sua pregação. Agora, se eu começasse essa pregação chamando a comunidade de “raça de víboras” ou na outra versão: “ninhada de cobras venenosas”. Certamente muitos de vocês ficariam ofendidos. Há pouco ouvimos no texto do Evangelho que João Batista, ao pregar para a multidão, os chamou de “raça de víboras”. Penso que, se um pregador me chamasse assim na hora da pregação, nem ficaria na Igreja para ouvir o que ele tinha para dizer.

João Batista foi direto e ofensivo. E disse mais: Quem não se arrepender não escapará do castigo divino. Toda árvore que não dá frutas boas será cortada e jogada no fogo! Por que João Batista é tão agressivo? O que justifica essa violência nas suas palavras? Vejo que João batista queria dar um choque em seus ouvintes que sofriam de um grande mal, de um mal que permanece até hoje – a impenitência – ou seja, as pessoas cometem erros e não são capazes de reconhecer o mal que fizeram.

No dia do juízo final, Deus cobrará de nós uma prestação de contas. Nessas contas, os saldos negativos – os pecados – precisam estar compensados. E eles serão compensados pelo perdão, pela cruz de Cristo, mas para tanto, para esse saldo positivo entrar em nossa conta é fundamental a nossa confissão, o reconhecimento do pecado. Precisamos admitir diante de Deus o nosso erro e pedir perdão. Se reconheço o erro e peço perdão, por óbvio também mudarei de atitude evitando cometer novamente esses mesmos erros.

Os ouvintes de João logo tinham uma justificativa, uma desculpa para torná-los pessoas melhores. Eles diziam “Nós somos descendentes de Abraão”! Isso não basta diz João! Não basta ser descendente de Abraão! O que importa são as atitudes de vocês hoje e agora. Arrependam-se de seus erros!

Que justificativa encontramos nós hoje? Alguém poderia dizer “a minha família inteira, meu pai, meu avô, meu bisavô, sempre fomos luteranos. Sempre contribuímos, ajudamos a construir a igreja, o salão, doamos o terreno para o cemitério, fui presidente da paróquia e assim por diante.” Ótimo! Mas não importa o que os seus antepassados foram. Importa a sua atitude como cristão hoje! De nada adiante eu trazer aqui a minha contribuição, se lá fora ganhei esse dinheiro enganando um irmão!

João Batista convoca para o arrependimento. Convoca para a conversão! O mundo nos ensina os caminhos da esperteza. Precisamos nos converter para o amor em Cristo. Precisamos nos renovar. Mas como? As pessoas também chegam para João Batista e perguntam: Sim, João, a tua fala é bonita, mas o que afinal faremos?

Também no advento muita se fala de mudança de vida, de preparação. Talvez alguns de vocês também já tenham perguntado, mas como? O que faremos para nos preparar para receber Jesus Cristo no Natal?

Para aquela multidão, João Batista deu exemplos de acordo com quem perguntava. Primeiro, enfatizou: “Façam coisas que mostrem que vocês se arrependeram dos seus pecados.” Nada mais claro que demonstrar arrependimento mudando de atitude. E para a multidão ainda diz: “Quem tiver duas túnicas dê uma a quem não tem nenhuma, e quem tiver comida reparta com quem não tem.” Aqui João prega o compartilhar. Para mim, essas palavras também incluem o não explorar. Se o que tiver pouco não for explorado ainda mais, não lhe faltará tanto. Mas infelizmente o que tem pouco é explorado pelo que tem mais até ficar sem nada. Repartir, compartilhar.

E é comprovado que em cidades e países onde a diferença entre pobres e ricos é menor, menor também é a violência. Igualdade gera paz. E um mundo de paz é desejo de Deus para a humanidade. Eu pergutnto: Há justiça quando uma pessoa pode viajar pelo mundo com seu dinheiro e o seu vizinho não tem dinheiro para pegar um ônibus até a cidade vizinha? Esse primeiro trabalha tanto a mais? Isso é justo? Certamente há algo de errado!
E para um funcionário do governo romano João Batista diz que deve agir com honestidade. Que bom seria se todos os nossos representantes públicos agissem com honestidade. Se eles não se deixassem levar pela corrupção. Nessa corrupção também nasce muita desigualdade, falta de assistência para a população.

Ainda para os soldados que também perguntam o que faremos, João pede para não agir com violência e nem coagir as pessoas, contentando-se com seu salário. Ele admite a necessidade dos soldados para manter a ordem, mas pede para agir com moderação.

E o que João Batista diria a nós se o perguntássemos o que faremos? O que ele diria a vocês comerciantes? Poderia imaginar algo como honestidade, justiça com os empregados, um crédito especial para aquele trabalhador humilde.

E para vocês agricultores? Cuidado com a terra, não abusem dos agrotóxicos, preservem as águas e uma parte das matas. E para vocês funcionários públicos? João falou de honestidade, talvez também atendimento eficiente e justo para todos que precisam de seus serviços. E para vocês empregados do comércio, da indústria, empregados domésticos: faça suas tarefas com zelo, sejam honestos também, cooperem.

Então, o que é preparar-se para o Natal? O que faremos? Pois é exatamente isso refletir e analisar em nosso interior e ver se estamos agindo da forma mais honesta, mais justa, se estamos ao lado dos que precisam de ajuda. A nossa ação deve ser durante o ano todo.

Querida comunidade, o advento celebra a vinda de Jesus Cristo ao mundo no Natal. Deus não permanece longe. Deus está ao nosso lado para nos amparar em nossos erros. Vamos reconhecer as nossas fraquezas e leva-las ao colo de Deus. Deus é juiz, mas acima de tudo, Ele é nosso Salvador. Ele é o médico disposto a curar todos os nossos males sob os quais sofremos. A ameaça do juízo permanece, mas somente para os impenitentes, somente para aqueles que são incapazes de reconhecer os seus pecados.

Por isso fica, nesta mensagem de João Batista, o convite: Arrependei-vos e crede no Evangelho que o Reino de Deus está próximo. Que a pequena criança da manjedoura, que carregou sobre si os nossos pecados na cruz, nos acolho neste Advento e nos leve à confissão, ao arrependimento para a nossa salvação. Amém!

HINO

Nº 413 – HPD – Senhor, se tu me chamas

CONFISSÃO DE FÉ

Como cristãos e cristãs sabedores que somos salvos por Deus através da fé em Jesus Cristo, nascido ser humano entre nós, que andou por cidades e campos praticando o amor, confessemos a nossa fé com as palavras do Credo Apostólico.

Creio em Deus Pai, ...

CANTO PÓS CONFISSÃO (proceder motivação e o recolhimento das ofertas)

Nº 423 - HPD – Ao orarmos, Senhor


ORAÇÃO DE INTERCESSÃO

Motivos de Oração:
1. Aniversariantes
2._______________________________________________________
3._______________________________________________________
4._______________________________________________________
5._______________________________________________________
6._______________________________________________________

Bondoso Deus! Da tua Palavra ouvimos como é necessário reconhecer o nosso pecado e andarmos em constante penitência. Precisamos da tua palavra para chamar a nossa atenção. E felizmente também podemos ter a certeza do teu perdão ao confessarmos os nossos erros. Pedimos-te ilumina nossas mentes e corações e ajude-nos a reconhecer o mal em nós e a superá-lo diariamente com teu amor.

Neste momento também queremos interceder pelos nossos governantes. Que aquelas pessoas escolhidas pelo voto nas últimas eleições possam ser dignas da confiança que receberam de cada eleitor. Que esses políticos possam permanecer comprometidos com a verdade, envolvidos na busca por melhorias em nossas cidades, estados e nação.

Assim também intercedemos por tua Igreja, intercedemos por nossa comunidade, intercedemos por cada pessoa envolvida em tua missão. Que o teu amor seja o nosso guia diário no relacionamento com nossos irmãos e irmãs. Que a pequena criança nascida em Belém também sempre de novo nasça em nossos corações.

Senhor, também queremos interceder por (incluir os motivos de intercessão).

Senhor, tudo mais que está em nossos corações levamos diante de ti quando oramos...

PAI NOSSO
Pai nosso ...

LITURGIA DE DESPEDIDA

AVISOS

Próximo Culto: ___/___/______ às ___:___ h.
Oferta último Culto: R$ _________ - destinada para ...
______________ _________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________

BÊNÇÃO

Nº 350 – HPD – (cantado ou lido)
O Senhor te abençoe e te guarde;
O Senhor faça resplandecer o seu rosto sobre ti
E te conceda graça;
O Senhor volte para ti o seu rosto
E te dê a paz! Amém!

ENVIO

Ide na fé em Cristo e vivam a graça do perdão do menino Jesus em suas vidas, testemunhando a toda criatura essa maravilha. Amém!

CANTO FINAL

Nº 400 – HPD – Bem-aventurados


Autor(a): Elisângela Borchardt Röwer
Âmbito: IECLB / Sinodo: Mato Grosso
Área: Celebração / Nível: Celebração - Ano Eclesiástico / Subnível: Celebração - Ano Eclesiástico - Ciclo do Natal
Natureza do Domingo: Advento
Perfil do Domingo: 3º Domingo de Advento
Testamento: Novo / Livro: Lucas / Capitulo: 3 / Versículo Inicial: 7 / Versículo Final: 18
Título da publicação: Caderno de Cultos - Sínodo Mato Grosso / Ano: 2015
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Prédica
ID: 33734
REDE DE RECURSOS
+
Tenham entre vocês o mesmo modo de pensar que Cristo Jesus tinha.
Filipenses 2.5
© Copyright 2020 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br