Alma bendize o Senhor poderoso da glória

Comentário e Reflexão

29/06/2012

HPD nº 246 Alma bendize o Senhor poderoso da glória.

O original alemão Lobe den Herren, den mächtigen König é um dos hinos do século 17 que até hoje é cantado por cristãos de várias confissões. O autor é o teólogo calvinista, poeta e compositor Joachim Neander (1650–1680). A base bíblica é o Salmo 103.

Neander foi um dos mais significativos poetas do pietismo calvinista da Alemanha. Em 1680, pouco antes de seu falecimento, ele publicou em Bremem sua coleção de „Glaub- und Liebesübung“ (Exercícios de fé e amor) que contém os Bundes-Lieder und Dank-Psalmen (Hinos da Aliança e Salmos de Gratidão)1, entre os quais se encontra o hino “Lobe den Herren” (Alma bendize o Senhor - Edition A). Originalmente estes hinos não eram destinados para os cultos públicos, mas, sim, para a devoção particular no lar ou nas viagens ou para o deleite do cristão nos passeios na natureza (auff Reisen / zu Hauß oder bei Christen-Ergetzungen im Grünen). Junto com o texto da primeira edição do hino encontrava-se uma melodia ariosa, que teve sua origem numa canção profana. Porém, esta melodia passou por um processo de transformação que iniciou ainda no século 17 e terminou somente meados do século18 .

A coleção de „Glaub- und Liebesübung“ de Neander foi re-editada inúmeras vezes, e não demorou muito até que os hinos de Neander entrassem nos hinários oficiais tanto de calvinistas, quanto de pietistas e luteranos. A partir da metade do século 18 o hino „Alma bendize o Senhor“ fazia parte integrante dos hinos evangélicos de louvor. Na épóca do Iluminismo o hino sofreu algumas revisões (Edition B e Edition C). - A larga aceitação do hino „Alma bendize o Senhor“ desde o Barroco até o século 20 também é provada por muitos arranjos musicais, como p.ex. em cantatas (seja de Johann Sebastian Bach ou de Friedrich Zipp) ou peças para órgão (Johann Gottfried Walther, Sigrid Karg-Elert) ou motetes para corais (Hugo Distler).

Fonte: Michael Fischer (2005) em http://www.liederlexikon.de/lieder/lobe_den_herren_den_maechtigen_koenig/

Uma tradução deste hino para o Português já se encontra na primeira edição (de 1939) dos “Hinos da Igreja Evangélica” traduzidos pelo pastor Hans Müller de Joinville, sob nº 112: “Louva ao Senhor, que é das honras o Rei poderoso! Alma querida p’ra ti não há mais desejoso! Vem, multidão! Harpa e saltério na mão! Surja vosso hino harmonioso!” (1ª das 5 estrofes). Após rigorosa revisão entrou no Hinário da IECLB, editado em 1964, sob nº 201, já com o texto que também foi aceito no HPD sob º 246.
.

Literatura em alemão:

-Jürgen Henkys: Lobe den Herren, den mächtigen König der Ehren. In: Geistliches Wunderhorn. Große deutsche Kirchenlieder. Hrsg., vorgestellt und erläutert von Hansjakob Becker u.a. München 2001, S. 310–319.

-Britta Martini: Lobe den Herren, den mächtigen König der Ehren. In: Ökumenischer Liederkommentar zum Katholischen, Reformierten und Christkatholischen Gesangbuch der Schweiz. Zürich 2001ff. (o. P.)

-Britta Martini: Lobe den Herren, den mächtigen König der Ehren. Einige sprachwissenschaftliche Aspekte der Textanalyse. In: Jahrbuch für Liturgik und Hymnologie 38 (1999), S. 242–252.

-Reinhard Deichgräber, Martin Blindow: Lobe den Herren, den mächtigen König der Ehren. In: Handbuch zum Evangelischen Gesangbuch. Liederkunde. Zweiter Teil. Göttingen 1990, S. 153–156.

-Siegfried Fornaçon: Lobe den Herren, den mächtigen König. In: Jahrbuch für Liturgik und Hymnologie 2 (1956), S. 130–132 [zur Herkunft der Melodie].
 

Nota: 1 Joachimi Neandri Glaub- und Liebes-Übung: Auffgemuntert durch einfältige Bundes-Lieder und Danck-Psalmen: Neugesetzet Nach bekant- und unbekandte Sang-Weisen. Bremen 1687, S. 46–49.


Autor(a): Leonhard Creutzberg
Âmbito: IECLB
Hino: 246. Alma, bendize o Senhor
Título da publicação: Hinos do Povo de Deus Comentados / Ano: 2012
Natureza do Texto: Música
Perfil do Texto: Comentário ou reflexão sobre hino
ID: 15498
REDE DE RECURSOS
+
Quisera não ter outro pensamento que este: a ressurreição aconteceu para mim!
Martim Lutero
© Copyright 2024 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br