Atos 2.42-47 - 4º Domingo da Páscoa - 03/05/2020

Caderno de Cultos 2020 - Sínodo Mato Grosso

28/04/2020

03/05/2020 – 4º DOMINGO DA PÁSCOA
Textos bíblicos: Atos 2.42-47; Salmo 23; 1 Pedro 2.19-25; João 10.1-10
Rosimere M. Ramlow Becker – Paróquia de Matupá

     LITURGIA DE ABERTURA

ACOLHIDA

Jesus Cristo diz: Eu sou o bom pastor; conheço as minhas ovelhas, e elas me conhecem a mim. João 10.14
Todos são bem vindos para adorar ao Senhor neste dia! Ele nos conhece, nos ama e nos convida a nos alegrar em sua presença.

Acolher os/as visitantes

CANTO DE ENTRADA

337 – HPD 2 – Reunidos aqui
Ou: Nº ____________________________________________________

SAUDAÇÃO
Que a graça do Senhor Jesus, o amor de Deus, O Pai, e a comunhão do Espírito Santo seja com todos nós nesta noite. Amém.

CANTOS DE INVOCAÇÃO
85 – HPD I – Vem Espírito Divino

Ou: Nº ____________________________________________________

CONFISSÃO DE PECADOS
Querido Pai, tu és Santo, tu és um Pai repleto de amor, nossos olhos contemplam a tua grandeza quando olhamos ao redor e enxergamos tudo que fizeste com tuas bondosas mãos. Sonda-nos, ó Pai, reconhecemos o quão pecador somos, e carecidos estamos de tua graça e perdão. Tem misericórdia de nós e perdoe-nos por nossa desobediência, falta de amor a ti e ao próximo. Ajuda-nos a sermos obedientes a tua vontade. Agradecemos pelo perdão imerecido ofertado por Jesus Cristo na cruz. Amém.

ANÚNCIO DO PERDÃO
O Senhor é bondoso e misericordioso e os aceitará se vocês voltarem para ele (2 Crônicas 30.9). Todo aquele que, de todo coração, se volta para o Senhor, Ele os recebe e perdoa por sua grande misericórdia.

KYRIE
526 – LCI – Glória pra sempre
ORAÇÃO DO DIA
Agrademos-te, Senhor, pelo dia, pela dádiva da vida, pelo nosso lar e tudo que tens nos presenteado graciosamente. Estamos aqui porque o Senhor nos trouxe e quer falar aos nossos corações. Fale conosco através de Sua Palavra e age em nós conforme a tua vontade, nos revelando o que necessitamos aprender e sermos transformados. Que a Palavra seja dirigida pelo teu Santo Espírito! Somos teus filhos amados que humildemente se dispõem para te ouvir! Amém!

LITURGIA DA PALAVRA

LEITURAS BÍBLICAS
1ª Leitura Bíblica: Salmo 23

2ª Leitura Bíblica: 1 Pedro 2.19-25

3ª Leitura Bíblica: João 10.1-10

CÂNTICO INTERMEDIÁRIO
165 – LCI – Estou pronto, Senhor.

PREGAÇÃO
Comunhão é resultado da fé - Atos 2.42-47

Quantas vezes você veio ao culto este ano? Você lembra como você viveu sua vida comunitária no ano que passou?
Você tem valorizado sua comunhão com Deus e com o seu próximo?
Sem dúvidas a Bíblia nos traz a comunhão como algo imprescindível para a vivência cristã. Isso é facilmente comprovado quando olhamos para vários textos do Antigo e do Novo Testamento.
Podemos ver nitidamente a comunhão como resultado da fé. Se a sua comunhão com os irmãos e irmãs não estiver boa, é hora de se perguntar: como anda o meu relacionamento com Deus, como está a minha fé? Então a comunhão é uma espécie de termômetro do nosso relacionamento com Deus.
A palavra comunhão, vem do termo grego “koinonia” (κοινωνία), e dependendo do contexto, pode significar: companheirismo, participação, comunicação, ter algo em comum ou compartilhar.
Dietrich Bonheffer em seu livro DISCIPULADO afirma “Como podemos participar verdadeiramente desse corpo de Cristo que fez tudo por nós? Pois de uma coisa temos certeza: não existe comunhão com Jesus Cristo que não seja a comunhão em seu corpo, no qual somos recebidos, no qual está a nossa salvação. Tornamo-nos participantes da comunhão no corpo de Cristo por meio dos dois sacramentos do corpo de Cristo, o batismo e a Ceia do Senhor... O batismo é a incorporação na unidade do corpo de Cristo; a Ceia é a conservação da comunhão no corpo (Koinonia)...O corpo de Jesus Cristo é a própria nova humanidade que ele assumiu. Jesus Cristo é, ao mesmo tempo, ele próprio e também a Igreja (1 Co12.12) Desde o Pentecostes, Jesus Cristo vive na terra na forma de seu corpo, na forma da Igreja. Esse é seu corpo, o corpo crucificado e ressurreto, essa é a humanidade que ele assumiu. Ser batizado, portanto, significa tornar-se membro da Igreja, membro do corpo de Cristo (Gl 3.28; 1 Co 12.13). Estar em Cristo quer dizer estar na Igreja. Assim, se estamos na Igreja, estamos corporal e verdadeiramente em Jesus Cristo. O conceito de corpo de Cristo se revela por completo.” (Discipulado, Dietrich Bonhoeffer, Mundo Cristão, 2016)
Atualmente temos vivido tempos em que a tecnologia nos aproxima de certa forma com os de longe, mas nos afasta daqueles que estão perto. Vivemos relacionamentos artificiais.
Podemos ver claramente na Palavra de Atos que o resultado da fé e agora nova vida trazia um anseio por vida comunitária, de estar junto, compartilhar. Podemos ver a figura do rebanho (nós) e do Pastor (Jesus) no Salmo 23 e João 10 que o propósito de Deus foi ajuntar seu rebanho, e esse rebanho tem um guia: o próprio Jesus Cristo.
Em 1 Pedro 2.19-25 – v. 25 “Vocês eram como ovelhas que haviam perdido o caminho, mas agora foram trazidos de volta para seguir o Pastor, que cuida da vida espiritual de vocês”. Na cruz Jesus pagou um alto preço para a nossa redenção. Ele morreu para que nós tenhamos vida, e vida nova. A nova vida com Cristo leva a viver em Comunhão, a participar da igreja local. Ali onde Deus nos inseriu como parte tão importante do Corpo. Ele, o Bom Pastor está a nossa procura a todo tempo para nos trazer de volta ao rebanho e nos proteger dos perigos de uma vida desgarrada do rebanho.
Muitas pessoas afirmam que podem viver a sua fé em casa, lendo a Bíblia, orando e ainda assistindo pregações na TV ou internet. Mas onde fica a tão valiosa comunhão que só é possível no olho no olho, no encontro com os irmãos? Onde podemos exercitar o fruto do Espírito Santo: amor, alegria, paciência, delicadeza, bondade, fidelidade, humildade e o domínio próprio? É na Comunidade! De fato a fé é experiência comunitária!
Na Primeira Igreja vemos a dedicação dos discípulos de permanecerem unidos. Eles não diziam que se reuniriam se não houvesse outro compromisso, nem que não havia tempo, ou que não tinham vontade devido aos irmãos insuportáveis que ali se encontravam. “Todos os que criam estavam unidos e repartiam uns com os outros o que tinham” (Atos 2.44).
Que esforço eu tenho feito para manter-me unido à vida em comunidade?
Nos dias de hoje é fácil descartar relacionamentos, o difícil é manter algo. Por isso a fé é necessária! Fé em um Deus que me transforme e transforma o outro. É possível ter uma vivência em Comunidade, porque o nosso Bom Pastor está neste rebanho. Ele é a cabeça do corpo e nós, cada um, membro deste Corpo. Assim faz-se necessário reconhecer de fato que Cristo é o Senhor da Igreja.
O Senhor Jesus orou por esta unidade: “Para que todos sejam um, como tu, ó Pai, o és em mim, e eu em ti; que também eles sejam um em nós, para que o mundo creia que tu me enviaste” (Jo 17.21)
E terá como resultado um maravilhoso testemunho para o mundo, pessoas virão a crer ao enxergar que é possível ter uma vida transformada e nova com vivência de comunhão autêntica. É o que vemos na primeira igreja em Atos, no versículo 47: “louvando a Deus e tendo a simpatia de todo o povo. E o Senhor lhes acrescentava todos os dias os que iam sendo salvos”.
Deus acrescenta mais pessoas na Comunidade, basta viver como seu rebanho, que ouve a voz do Bom Pastor e o segue.
Onde a comunidade local exercita o seu amor ao próximo, busca resolver seus conflitos internos a luz do Evangelho e mantêm-se unidos, há esperança de novas vidas se achegarem, porque é o próprio Deus que acrescenta. Façamos com fidelidade a nossa parte como membro precioso no Corpo de Cristo.

CONCLUSÃO:
Essa reflexão nos leva a alguns questionamentos:
• 1º - Estou em comunhão com Deus e com a Igreja?
• 2º - É possível estar em comunhão com Deus, porém não estar com a Igreja?
• 3º - Me sinto realmente envolvido com o Corpo de Cristo (Igreja)?
• 4º - O que Deus me chama a fazer a partir de hoje para melhorar a minha comunhão com Ele e com sua Igreja?

HINO
564 - LCI– Abre nossos olhos para ver o irmão

CONFISSÃO DE FÉ
Como resposta a pregação que ouvimos queremos como cristãos unidos confessar a nossa fé:

Creio em Deus Pai, ...

CANTO PÓS CONFISSÃO (proceder motivação e o recolhimento das ofertas)
166 - HPD I– Dá-nos olhos claros

ORAÇÃO DE INTERCESSÃO
Motivos de Oração:
1. Aniversariantes
2._______________________________________________________
3._______________________________________________________
4._______________________________________________________
5._______________________________________________________
6._______________________________________________________

PAI NOSSO
Pai nosso ...

LITURGIA DE DESPEDIDA

AVISOS
Próximo Culto: ___/___/______ às ___:___ h.
Oferta último Culto: R$ _________ - destinada para ...
______________ _________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________

BÊNÇÃO
Que Deus,
Todo Poderoso te abençoe e te guarde. Que Ele resplandeça a sua face de amor e misericórdia sobre cada um e nos dê a sua paz.

ENVIO
Que Deus nos abençoe e que busquemos aprofundar nossa comunhão na Comunidade e assim com amor e alegria possamos servir ao próximo e a Deus!

CANTO FINAL
CANTO FINAL: do Livro de Canto da IECLB – 287 - Cuida bem, Senhor
 


Autor(a): Missionária Rosimere Becker
Âmbito: IECLB / Sinodo: Mato Grosso
Área: Celebração / Nível: Celebração - Ano Eclesiástico / Subnível: Celebração - Ano Eclesiástico - Ciclo da Páscoa
Natureza do Domingo: Páscoa
Perfil do Domingo: 4º Domingo da Páscoa
Testamento: Novo / Livro: Atos / Capitulo: 2 / Versículo Inicial: 42 / Versículo Final: 47
Título da publicação: Caderno de Cultos - Sínodo Mato Grosso / Ano: 2020
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Prédica
ID: 56313
REDE DE RECURSOS
+
Jesus Cristo diz: Passarão o céu e a terra, porém as minhas palavras não passarão.
Lucas 21.33
© Copyright 2020 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br