Bondade e misericórdia certamente me seguirão

Comentário e Reflexão

29/06/2012

HPD 232 Bondade e Misericórdia (Salmo 23,6)

O texto do HPD nº 232 é o último versículo do Salmo 23. A Bíblia indica Davi como autor. Ainda não foi possível descobrir o autor da melodia deste hino, usada em nosso hinário.

Bondade e misericórdia certamente me seguirão todos os dias da minha vida; e habitarei na casa do Senhor para todo o sempre.

Ler ou cantar este versículo é como abrir uma caixa de jóias. Cada palavra cintila e implora para ser examinada diante de nossas dúvidas: bondade, misericórdia, certamente, todos os dias, habitar na casa do Senhor, para sempre. Elas devastam as nossas incertezas como uma equipe da SWAT faz com um terrorista.
Olhe primeiro para a palavra certamente. Davi, o autor deste Salmo, não diz Talvez a bondade e misericórdia me seguirão. Ou Possivelmente me seguirão. Ou Tenho um pressentimento que me seguirão. Davi poderia ter empregado uma destas frases. Mas não o fez. Ele acreditava em um Deus seguro, que faz promessas seguras e oferece uma base segura. Davi teria amado as palavras de um de seus descendentes, o apóstolo Tiago. Ele descreveu Deus como aquele em quem não há mudança, nem sombra de variação (Tg.1,17).

Nosso humor pode se alterar, mas o de Deus não. Nossa mente pode mudar, mas a de Deus não. Nossa devoção pode vacilar, mas a de Deus nunca. Ainda que sejamos infiéis, Ele é fiel, pois não pode trair a si mesmo (II.Tm.2,13). Ele é um Deus seguro. E porque Ele é um Deus seguro, podemos declarar confiantemente: Certamente que a bondade e a misericórdia me seguirão todos os dias da minha vida.

E o que vem depois da palavra certamente? Bondade e misericórdia. Se o Senhor é o pastor que guia o rebanho, bondade e misericórdia são os dois cães pastores que guardam a retaguarda do rebanho. Bondade e Misericórdia. Não apenas bondade, porque somos pecadores necessitados de misericórdia. Não apenas misericórdia, porque somos frágeis, necessitados de bondade. Precisamos de ambas. Como alguém disse uma vez: Bondade para suprir toda a carência. Misericórdia para perdoar todo o pecado. Bondade para prover. Misericórdia para perdoar.

Bondade e misericórdia – a escolta celestial do rebanho de Deus. Se esta dupla não reforça a sua fé, tente esta frase: todos os dias da minha vida.

Que imensa declaração. Olhe a magnitude dela! Bondade e misericórdia seguem os filhos de Deus a cada dia, e todos os dias! Pense nos dias que ainda virão. O que você vê? Dias em casa, com crianças apenas? Deus estará ao seu lado. Dias em um beco sem saída? Ele o conduzirá através dele. Dias de solidão? Ele segurará a sua mão. Certamente bondade e misericórdia me seguirão – não alguns, não a maioria, não quase todos – mas todos os dias da minha vida.

E o que Ele fará durante todos esses dias? (Aqui está a minha palavra favorita). Ele irá seguir você.

Que modo surpreendente de descrever Deus! Estamos acostumados a um Deus que permanece num lugar. Um Deus que está entronizado nos céus, e governa e ordena. Davi, no entanto, visiona um Deus móvel e ativo. Atrevemo-nos a fazer o mesmo? Ousamos visionar um Deus que nos segue? Que nos persegue? Que nos caça? Que vem em nosso rastro e nos conquista? Que nos segue com bondade e misericórdia todos os dias de nossa vida?

Não é este o tipo de Deus descrito na Bíblia? Um Deus que nos segue? Há muitas passagens nas Escrituras que nos diriam SIM. Você não precisa ir além do terceiro capítulo do primeiro livro para encontrar Deus no papel de um investigador. Adão e Eva estão escondidos nos arbustos, em parte para cobrir seus corpos, em parte para cobrir seu pecado. Mas Deus esperou que viessem a Ele? Não. As palavras soaram no jardim: Onde está você? (Gen.3,9). Com esta indagação, Deus iniciou uma busca do coração da humanidade que continua até o momento em que você lê estas palavras.
Moisés pode contar-lhe a respeito (Ex.3,1-12). Jonas é outro exemplo (Jonas 1-4). Os discípulos de Jesus conheciam o sentimento de ser seguido por Deus (Mrc.6,45-51). Uma mulher samaritana sentiu o mesmo (João 4,1-26). Lázaro, o apóstolo Pedro, também Paulo e tantos outros fizeram a experiência: Deus é um Deus que segue.

Você já o sentiu seguindo você? Talvez através da bondade de um desconhecido> A majestade de um pôr-do-sol. O mistério de um romance. Através da pergunta de uma criança ou da confiança de um cônjuge. Através de uma palavra bem dita ou de um toque na hora certa. Você já sentiu a sua presença? Então continue a confiar nele.

Não é fácil de confiar, você diz? Talvez não; mas também não é tão difícil quanto você pensa. Tente esta idéia: Confie em sua fé, e não em seus sentimentos. Você não se sente espiritual todos os dias? Claro que não. Mas os seus sentimentos não têm impacto sobre a presença de Deus. Nos dias em que não se sentir perto de Deus, fie-se na sua fé, não nos seus sentimentos! A bondade e a misericórdia seguirão você todos os dias de sua vida.

E mais ainda – não só nos dias desta vida, mas também depois. Davi teve a certeza: E habitarei na casa do Senhor para todo o sempre.

Onde você habitará para sempre? Na casa do Senhor. Se a casa dele é a sua casa eterna, o que faz esta casa terrena? Acertou! E´ só moradia a curto-prazo. A vida aqui não é a nossa casa. Nossa pátria está no céu diz o apóstolo Paulo (Flp.3,20). Isto explica a saudade que sentimos da casa do Senhor.

As guinadas e viradas da vida terrena têm um modo de nos fazer lembrar: não estamos em casa, aqui. Esta não é a nossa pátria. Deus pôs a eternidade no coração do homem (Ecl.3,11). No íntimo você sabe que não está em casa ainda. Mas desde que experimentou a bondade e misericórdia de Deus, pode ter a alegre certeza: Habitarei na casa do Senhor para todo o sempre. E pode cantar cheio de gratidão: Aleluia!, louvado seja o Senhor!

Fonte: Max Lucado Aliviando a Bagagem pág.160-173, 12ª edição, 2006, Rio de Janeiro



 


Autor(a): Leonhard Creutzberg
Âmbito: IECLB
Hino: 232. Bondade e misericórdia
Título da publicação: Hinos do Povo de Deus Comentados / Ano: 2012
Natureza do Texto: Música
Perfil do Texto: Comentário ou reflexão sobre hino
ID: 15489
REDE DE RECURSOS
+
Se cada um servisse a seu próximo, o mundo inteiro estaria repleto de culto a Deus.
Martim Lutero
© Copyright 2024 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br