Culto de Lançamento da Campanha Nacional de Ofertas para a Missão Vai e Vem 2016

Liturgia

15/05/2016


CULTO DE LANÇAMENTO
DA CAMPANHA NACIONAL
DE OFERTAS PARA A MISSÃO
VAI E VEM 2016

Domingo de Pentecostes

15 de maio de 2016

Cor litúrgica: vermelho 

LITURGIA DE ENTRADA 

Acolhida

L. (Lema da semana:) Jesus Cristo diz: quando o Espírito Santo descer sobre vocês, vocês receberão poder e serão minhas testemunhas em Jerusalém, em toda a Judeia e Samaria e até nos lugares mais diferentes da terra - Atos 1.8.
O Espírito Santo nos empodera para sermos testemunhas de Jesus Cristo! Eis a força da missão da Igreja. Por recebermos esta graça da força divina, podemos dizer com toda a convicção: A missão de Deus NÃO está à venda! (pedir que toda a Comunidade diga em conjunto: A missão de Deus NÃO está à venda!)
Louvado seja Deus porque nos dá o Espírito Santo!

Saudação
L. Espírito Santo, Consolador, que preenche a nossa vida com força divinal!
Espírito Santo, Mestre, que ensina todas as coisas e nos faz recordar tudo o que Cristo fez e ensinou (Jo 14.26);
Espírito Santo, Vivificador, que cria e recria a vida e renova a face da terra (Salmo 104.30).
L. Em tua presença nos reunimos. Com tua presença nos tornamos, em Cristo, um corpo missionário. Na leveza do teu sopro, cantamos em alegria,

Hino
C. Vem Espírito Santo vem, vem nos congregar (HPD 365)

Confissão de pecados
L. O Espírito Santo nos ajuda a reconhecer a existência do pecado e a perceber que ele exerce seu poder também sobre nós, filhos e filhas de Deus, por isso confessamos a Deus que temos falhado na fé e nem sempre conseguimos viver como pessoas batizadas a novidade de vida. Falhamos na missão diaconal, porque não conseguimos assumir todas as consequências de uma autoentrega ao outro e à outra. Erramos nas formas de convivência humana, porque não conseguimos amar, perdoar e renovar as nossas relações a cada dia. Fracassamos na construção de uma sociedade justa e solidária, porque os nossos ideais se perdem diante das armadilhas do poder econômico capitalista. Ó Deus, de Espírito Consolador, perdoa-nos em nossa fraqueza e consola-nos com a esperança da nova vida no teu Reino. Amém!

Anúncio da graça
L. Na carta aos Romanos, Paulo escreve: Pois todos que são guiados pelo Espírito de Deus são filhos [e filhas] de Deus. [...] Ora, se somos filhos [e filhas], somos também herdeiros [herdeiras] de Deus e co-herdeiros [co-herdeiras] com Cristo: se com ele sofrermos, para que também com ele sejamos glorificados [glorificadas].

Essa é a palavra de esperança que nos anima e conforta! Demos graças a Deus.

Canto
C. Graças, Senhor, graças, Senhor, por tua bondade, teu poder, teu amor, graças, Senhor!

Kyrie
L. A missão de Deus não está à venda, por isso, diante de Deus, trazemos as pessoas que sofrem com a mercantilização da sua fé, pois há pessoas que usam o nome de Jesus Cristo para explorarem irmãos e irmãs em suas dores e enriquecerem-se. Trazemos as dores de pessoas que são esquecidas, deixadas à margem, que sequer são alcançadas pelos projetos sociais, diaconais e ONGs. Com elas e por elas, clamamos a Deus: tem misericórdia, ó Deus! Pelo Espírito Santo, envia pessoas, grupos e Igrejas à missão junto de quem sofre.
C. Tem piedade, ó Deus, da Criação e das criaturas que sofrem e ajuda-nos a assumir a missão que nos é confiada!
Tem misericórdia, ó Deus, e empodera-nos para te servir ao lado daqueles e daquelas que vivem sob a invisibilidade social;
Tem piedade, ó Deus, e transforma as mentes e corações de quem usa a missão da tua Igreja em vão!

Gloria in excelsis
(Baseado no Salmo do dia: Sl 104.24-34,35b)
Mulheres Glória a ti, Deus de sabedoria, pela variedade das tuas obras; Cheia está a terra com tuas riquezas;
Homens Glória a ti, Deus da vida, pela respiração que concedes a toda a Criação;
Mulheres Glória a ti, Deus vivificador, que envias o teu Espírito, crias e recrias a vida e renovas a face da terra.
Homens Glória a ti, Deus da graça, pelo presente do teu amor!
Todos e todas A ti cantaremos enquanto vivermos e em ti nos alegraremos!

Canto
Gloria, gloria, gloria a Deus nas alturas, glória, gloria, Paz entre nós, paz entre nós!

Oração do Dia
L. Espírito divino, fonte de todo saber, vem! Vem e reveles às nossas vidas o bem que Cristo anunciou. Em poder e graça acende em nós a chama do teu amor para que este amor seja o sustento da missão para a qual nos chamas e envias. Na tua força. Amém!

LITURGIA DA PALAVRA

Primeira leitura: Romanos 8.14-17
Segunda leitura: Atos 2.1-21
Leitura do Evangelho: João 14.8-17, (25-27)

Pregação Atos 2.1-21
Considerações para a prédica:
- O texto de Atos 2.1-21 relata a realização da promessa de Jesus antes da sua ascensão: “quando o Espírito Santo descer sobre vocês, vocês receberão poder e serão minhas testemunhas...” (At 1.8). Como dizem as palavras da acolhida: “O Espírito Santo nos empodera para sermos testemunhas de Jesus Cristo! Eis a força da missão da Igreja”.
- O texto motivador da Campanha coloca como base o verso bíblico de 2Coríntios 5.19-20. Nele, a Missão aparece caracterizada como o agir reconciliador de Deus, por meio de Cristo. Com base nisso, a palavra do apóstolo nos diz que a pessoa alcançada por essa mensagem torna-se mensageira de Deus. Isso significa que toda pessoa e cada Comunidade está sob um mandato missionário. Assim sendo, a Missão é de Deus e a força para a missão vem de Deus.
- Essa graça libertadora de Deus está na contramão em um mundo onde as leis de mercado afirmam que tudo pode ser comprado e vendido, por isso, como Comunidade de Jesus Cristo, afirmamos pelo Tema e o Lema do Ano, o nosso compromisso na busca pelo bem, anunciando que a salvação, as pessoas e a natureza não estão à venda! Porque a mensagem da reconciliação de Deus, que promove a bênção, a cura, o cuidado das pessoas e da Criação, não pode ser mediada por interesses menores ou negociação financeira e porque não negociamos a graça de Deus, podemos e devemos dizer com toda a convicção: “A missão de Deus NÃO está à venda!”.
- Neste ano, a Campanha está propondo as seguintes ações para o cuidado da Missão de Deus:
Primeiro: fortalecer os espaços, na Comunidade, para refletir, estudar e conversar sobre a nossa essência missionária, lembrando que o Plano de Ação Missionária da IECLB (PAMI) define a Ação Missionária como sendo composta da Palavra proclamada (evangelização), a Palavra encarnada nas obras de amor (diaconia), o culto, louvor e a adoração a Deus (liturgia) e a partilha das alegrias e cargas entre as pessoas que creem (comunhão).
Segundo: planejar e executar, em cada Comunidade, ações missionárias que busquem “propagar o Evangelho de Jesus Cristo, estimulando a sua vivência pessoal, na família e na Comunidade, promovendo a paz, a justiça e o amor na sociedade brasileira e no mundo”.
Terceiro: estimular, em cada Comunidade, o apoio financeiro às iniciativas missionárias realizadas por irmãos e irmãs na fé sob a motivação da fé, a gratidão e o compromisso. Desta forma, se fortalece o entendimento de que a manutenção-sustentabilidade e a ação missionária precisam caminhar juntas, pois ambas fazem parte da missão.

Hino (Tema do Ano) Pela graça de Deus, livres para cuidar (Louis Marcelo)

Confissão de fé
C. Creio em Deus, Criador, Creio em Jesus Cristo, Salvador e Creio no Espírito Santo, vivificador!
(Explicação do terceiro artigo do Catecismo Menor, de Martim Lutero)
C. Creio que por minha própria razão ou força não posso crer em Jesus Cristo, meu Senhor, nem vir a ele, mas o Espírito Santo me chamou pelo Evangelho, iluminou com seus dons, santificou e conservou na verdadeira fé. Assim também chama, congrega, ilumina e santifica toda a cristandade na terra, e em Jesus Cristo a conserva na verdadeira e única fé. Nesta cristandade perdoa a mim e a todos os crentes diária e abundantemente todos os pecados, e no dia derradeiro me ressuscitará a mim e a todos os mortos, e me dará a mim e a todos os crentes em Cristo a vida eterna. Isto é certamente verdade. Amém. (Martim Lutero, explicação do terceiro artigo do Catecismo Menor)

Recolhimento das ofertas
(Motivação)
Oferta
Fundo “Pastor Homero Severo Pinto”, para a Missão no País
C Espírito Verdade (HPD, 76)

Oração geral da Igreja
Como Oração Geral da Igreja, vamos orar, em conjunto, o Hino do HPD 77:
1. Espírito Sagrado, vem e habita em nós, excelso bem, da vida ó sol radiante!
Nos corações vem infundir o teu fulgor! Faze-os luzir em esplendor constante!
Sol e gozo, vinda infinda dás ainda, quando oramos. Eis que a ti, Senhor, chegamos.
2. Ó fonte eterna do saber, os corações vem tu encher com teu amor bendito.
Ó faze-nos testemunhar e o Evangelho revelar ao mundo inquieto e aflito!
A teu povo dá firmeza; na fraqueza nos alenta! Dá coragem na tormenta!
3. Senhor, vem tu nos despertar e em nossa vida nos guiar que o alvo não percamos. Constância dá-nos, ó Senhor, que em ti fiquemos, sem temor, ainda que soframos. Faze ver-nos os feridos e os perdidos que nos cercam; pois não queres que se percam.
4. Rochedo firme em bravo mar, em nossas almas vem gravar o Verbo teu bendito!
Que nos lembremos com fervor do teu eterno e santo amor ao abatido e aflito. Dá que sempre, de alma crente, em fé ardente te sirvamos que teu nome enalteçamos!
Amém!

LITURGIA DA CEIA

Preparo da mesa

Oração
L. Graças a Deus, porque envia o Espírito Santo que nos ajunta como filhos e filhas em torno da mesa da Ceia, cria comunhão e nos fortalece para assumir a missão da Igreja em favor das pessoas aflitas e sofridas. Ao Deus que vem a nós no pão e no cálice e, na sua graça, nos concede perdão e vida nova, nós o exultamos e, por isso, cantamos:

Canto Santo é você, Senhor (HPD 361)

Oração de mesa da Ceia do Senhor
L. Deus, fonte de toda consolação! És força na fraqueza e amparo nas tribulações. Graças a ti que não nos deixas a sós, pois, conforme a promessa de Jesus, nos enviaste o Espírito Santo, que nos dá ânimo, conforto e paz e nos sustenta na fé. Graças por teu Filho Jesus Cristo que, na Ceia sagrada, renova a aliança conosco, oferecendo perdão e reconciliação. Espírito divino, verbo renovador, faz de nós um corpo que, sustentado pela Ceia, assume, com alegria, o testemunho do teu Evangelho que, por meio da graça, liberta qualquer pessoa das suas angústias e opressões. Ao participar desta Ceia, Deus amado, cremos e esperamos que Tu nos reunirás na grande mesa da festa do Reino, com todas as pessoas que já partiram e que, sob a luz do teu Espírito, viveram e testemunharam o teu amor. Em Cristo, com Cristo e por Cristo, que, em sua graça e misericórdia, nos deixou a preciosa promessa, conforme está escrito:

Narrativa da Instituição
L. O Senhor Jesus, na noite em que foi traído; tomou o pão, e, tendo dado graças, o partiu e disse: isto é o meu corpo, que é dado por vós; fazei isto em memória de mim. Por semelhante modo, depois de haver ceado, tomou também o cálice, dizendo: Este cálice é a nova aliança no meu sangue. Fazei isto, todas as vezes que o beberdes, em memória de mim.

Pai-nosso
L. Como pessoas que, na fé em Cristo, se unem na missão de Deus, oremos em conjunto: Pai nosso...

Gesto da paz
L. A Ceia do Senhor nos fortalece na fé e nos sustenta na missão de Deus. Como corpo que se une no serviço missionário, saudemo-nos, desejando a paz de Cristo.

Fração
L. O cálice pelo qual demos graças é a comunhão no sangue de Cristo; O pão que partimos é a comunhão no corpo de Cristo!
C. Nós, embora muitos, somos um só corpo!

Cordeiro de Deus
L. Eis o cordeiro de Deus que, em sua graça, reconcilia o mundo e nos chama a anunciar que a salvação não está à venda. Ela foi conquistada por Jesus, na cruz e, por graça, é oferecida a nós, na Ceia. Venham. Cristo nos serve. Tudo está preparado!

Cantos de comunhão

Oração pós-comunhão

L. Espírito, Deus, Santo em amor! Deste-nos o alimento que é conforto para todas as situações. Faze-nos viver em gratidão, em fé e em comunhão. Faze-nos cuidar bem das pessoas a quem tu amas assim como de toda a criação. Dá que possamos, com a força que vem de ti, anunciar, em palavras e ações, que a tua missão não está à venda.
C. Amém.

LITURGIA DE DESPEDIDA

Avisos

Bênção
Que Deus, em seu Espírito ensinador, nos dê sabedoria para pôr em prática a sua ação missionária;
Que Deus, em seu Espírito consolador, nos anime para assumir os seus projetos e nos conforte quando fraquejamos;
Que Deus, em seu Espírito empreendedor, abra os caminhos da missão e nos mostre onde seguir. Assim nos abençoe Deus com o seu Espírito Santo e nos dê a paz (+). Amém!

Envio
L. Muitas são as pessoas que desejam experimentar o amor de Deus. Somos o seu abraço gratuito em um mundo marcado pelas trocas monetárias. Deus nos envia à missão e nos dá o Espírito da graça. Vamos com a sua paz.


Elaborada por: Cat. Dra. Erli Mansk
Coordenadora de Liturgia da IECLB
 

baixar
ARQUIVOS PARA DOWNLOAD
liturgia-vai-e-vem-2016.pdf


Autor(a): Erli Mansk
Âmbito: IECLB
Natureza do Texto: Liturgia
Perfil do Texto: Celebração
ID: 42270
REDE DE RECURSOS
+
Nenhum serviço agrada a Deus, seja ele enorme, quando este fere o próximo.
Martim Lutero
© Copyright 2021 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br