Dá-nos olhos claros que vêem o irmão

Comentário e Reflexão

29/06/2012

HPD 166 – Dá-nos olhos claros que vêem o irmão

Às vezes estamos tão ocupados com nosso trabalho, nossa família, nossos próprios interesses e até nossos sofrimentos, que nem notamos que há outras pessoas ao nosso lado que necessitam da nossa atenção. Um dos importantes ensinamentos da Bíblia, tanto do Antigo, quanto do Novo Testamento, está resumido nas palavras Amarás o teu próximo como a ti mesmo (Levitico 19,18; Lucas 10,27-37 a parábola do Bom Samaritano; Gálatas 5,14). O hino Dá nos olhos claros (EG Nr.468 Herr, gib du uns Augen) oferece alguns detalhes sobre como pôr em prática esse mandamento do amor cristão.

O apóstolo Paulo costumava referir-se ao corpo humano com os vários membros e suas diferentes funções para ilustrar as diferenças existentes na comunidade cristã (p.ex. Romanos 12,3-5; I.Coríntios 12,12). Este hino é uma oração pela qual rogamos que nossos olhos e ouvidos, mãos e pés, coração e lábios sejam usados para o bem-estar do próximo. E na quinta estrofe agradecemos por todos os dons que Deus, por seu grande amor, nos tem dado não para serem usados só para nosso próprio bem (= nicht für uns allein, conforme o texto alemão).

Este hino nasceu no outro lado do mundo, na Nova Zelândia. De lá foi divulgado em muitos países. O título original na língua Maori é: Tama ngakao. O texto em alemão foi escrito por Friedrich Walz em 1973 e foi divulgado no mesmo ano, através da Liturgia do Dia Mundial de Oração. [Os direitos autorais do texto, desde 1981, estão com a editora Strube Verlag, Munique e Berlim.]

Friedrich Walz nasceu 1932 em Schillingsfürst (Francônia Central, Alemanha). A partir de 1963 trabalhou como pastor e colaborador da Equipe de Cultos para Jovens, em Nurenberg. Em 1973 assumiu o pastorado de estudantes em Erlangen. Por fim (1980-84) era encarregado eclesiástico para comunicação por rádio e TV da Igreja Evangélico-Luterana na Baviera, com sede em Munique. Ele faleceu no ano de 1984 na sua cidade natal de Schillingsfürst.

A respeito da tradução ao português a irmã Ruthild Brakemeier informou o seguinte: No Cancioneiro da OASE (dentro do Roteiro da OASE de 1974) este hino foi publicado só em alemão, com o desafio em baixo: Quem traduz?. A resposta veio da Sra. Dorothea Wulfhorst, esposa do Pastor Ingo Wulfhorst. Foi ela quem forneceu o texto em português. A tradução não entrou mais no material da OASE. Deve ter sido publicada pela primeira vez no HPD (1ª edição de 1981).

Existem diferentes melodias para este hino. Aquela que consta em nossos hinários EG (alemão) e HPD (português) veio de Nova Zelândia.

Uma outra melodia foi composta por Bertram Schattel e publicada no cancioneiro Die Fontäne pelo Centro de Impressos da Obra Evangélica com Jovens de Württemberg. - Bertram Schattel nasceu no ano de 1956. Ele é autor de canções, musicals e CD's para crianças. Atualmente (2009) é diretor da Escola de Música em Kirchheim/Teck, Alemanha, onde entre outros dirige um coro infantil.
Fonte: http://www.liederdatenbank.de/song/2212


 


Autor(a): Leonhard Creutzberg
Âmbito: IECLB
Hino: 166. Dá-nos olhos claros
Título da publicação: Hinos do Povo de Deus Comentados / Ano: 2012
Natureza do Texto: Música
Perfil do Texto: Comentário ou reflexão sobre hino
ID: 15443
REDE DE RECURSOS
+
Que todo o meu ser louve o Senhor e que eu não esqueça nenhuma de suas bênçãos!
Salmo 103.2
© Copyright 2024 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br