Dia Nacional da Diaconia - 2015 - Proposta de Liturgia

06/04/2015

 

Dia Nacional da Diaconia

19 de abril de 2015

Subsídios para culto e reflexão

Proposta de Liturgia

 

LITURGIA DE ABERTURA

Ambiente

Recortar em folhas de papel pardo ou jornal formatos de pés de diversos tamanhos. Escrever neles palavras que retratem a situação do casal de discípulos de Emaús: luto, medo, tristeza, dor, frustração, dúvida, escuridão etc. Espalhar esses recortes ao longo da entrada do templo, no corredor central, no lado direito, com os pés direcionados para o altar, indicando a chegada; no lado esquerdo do corredor, espalhar recortes de pés, direcionados para fora, indicando a saída, com outras palavras: consolo, proximidade, alegria, sentido, clareza, serviço, amor, ouvir, estar junto, comunhão etc.

Acolhida

A boa ACOLHIDA faz parte de um culto. Considerando a temática deste culto, seja dada atenção especial a este momento. Sugestões: que as crianças sejam convidadas para permanecerem, durante todo o culto, junto à comunidade reunida; que as pessoas com dificuldade auditiva sejam convidadas para sentar nos primeiros bancos; que as pessoas visitantes sejam apresentadas e saudadas; que as pessoas com deficiência visual possam compreender o espaço litúrgico com a descrição dos elementos presentes na celebração, a exemplo: recortes de papel em formato de pés espalhados no corredor (acrescente outras formas de acolhida).

L Assim como todos os anos, hoje celebramos o Dia Nacional da Diaconia. O que significa a palavra Diaconia? É um termo que vem do grego e quer dizer serviço, e que pode ser entendido como cuidado. Este nome é, em primeiro lugar, associado a Jesus, aquele que serve e cuida! Ser cristão, ser cristã, é ser diácono, diácona, ou seja, é ser como um Cristo para a outra pessoa. Este é o assunto que hoje queremos meditar, à luz do texto bíblico que acompanha o Tema do Ano da nossa igreja. Vamos recordar? O tema é: Igreja da Palavra: Chamad@s a comunicar; e o lema é: “Então, Jesus perguntou: sobre o que vocês estão conversando pelo caminho?”.

Saudação

L A graça de nosso Senhor, Jesus Cristo, o amor de Deus e a comunhão do Espírito sejam com vocês.

C E também com você!

Confissão de pecados

L Conforme o calendário litúrgico, estamos vivendo o tempo pascal. Há poucos dias celebramos o Domingo da Páscoa, a ressurreição de Jesus. Na vida da comunidade cristã, o testemunho da ressurreição foi e é fundamental para o sustento da fé e o fortalecimento da igreja. Como diz o apóstolo Paulo, se não cremos na ressurreição, é vã a nossa fé. Mesmo vivendo nessa fé, muitas vezes, vacilamos, entramos em crise, duvidamos da presença de Deus ao nosso lado e também fraquejamos no serviço de amor e cuidado. Por isso, confessemos a Deus os nossos pecados:

L Quando o caminho se torna longo e pesado; quando a escuridão preenche a nossa vida; quando nossos olhos mal enxergam à nossa volta; quando a tristeza toma conta do nosso ser; quando nossos sonhos fracassam, perguntamos: Onde estás, ó Deus? Por que não nos responde?

Ó Deus, assim, muitas vezes, nos sentimos. Por isso, confessamos: diante das dificuldades, te culpamos de ausência; por nossas próprias forças e convicções não conseguimos enxergar a tua presença ao nosso lado, nossa fé é cheia de dúvidas. Tem compaixão de nós, perdoa-nos e dá-nos corações fortalecidos e uma vida cheia do Espírito Santo que renova e vivifica. Amém.

Canto: Ouve, Senhor, eu estou clamando (HPD 341).

Kyrie

L Como no caminho de Emaús, em nossos caminhos vemos pessoas tristes; Como no caminho de Emaús, em nossos caminhos vemos pessoas enlutadas; Como no caminho de Emaús, em nossos caminhos vemos pessoas com medo;
Como no caminho de Emaús, em nossos caminhos vemos pessoas sem esperança;
Pelas pessoas que encontramos sofrendo nos caminhos desta vida, clamemos a Deus por sua misericórdia.

Canto: Pelas dores deste mundo, ó Senhor.

Gloria in excelsis

L Como no caminho de Emaús, Jesus se aproxima, Jesus caminha junto, Jesus ouve, Jesus orienta e dá sentido à vida. Glória a Deus que enviou o seu Filho a nós!

Canto: Glória, glória, glória a Deus nas alturas.

Oração do dia

L Ó Jesus, nosso Redentor, tu que silenciosamente te aproximas de nós e caminha conosco!
Graças te damos, pois, mesmo sem o percebermos, estás ao nosso lado, mexes conosco e fazes nosso coração arder. Te pedimos: Vem a nós, dá-nos a tua Palavra que confere sentido à vida; reparte conosco o pão, o alimento que sustenta o nosso caminhar e nos anima a repartir a vida desinteressadamente, com quem encontramos pelo caminho. Pelo Espírito Santo que nos une a ti, amém.


LITURGIA DA PALAVRA


Primeira leitura

(livre escolha)

Evangelho

L Evangelho de nosso Senhor Jesus Cristo, segundo Lucas, no capítulo 24, versículos 13-35. Aleluia!

Aleluia

Aleluia, aleluia.

Leitura do Evangelho

L Palavra do Senhor.

C Demos graças a Deus!

Pregação

(Durante a pregação, acompanhadas e orientadas por pessoas adultas, as crianças podem ser convidadas a fazer recortes de uma folha de jornal ou papel pardo do contorno de seus pés, e escrever em cima deles alguma palavra que lhes ocorrer sobre o tema do culto. Para tanto, é preciso providenciar o material adequado).

Confissão de fé

Recolhimento das ofertas

Canto: Parceria no caminhar ( Letra, Áudio, Partitura e .mp3)

1. Deus não é um ser indiferente,Ele comunica-se co’a gente,
quer saber sempre como estamos nós.Foi assim que procedeu Jesus,
quando lá no caminho de Emaús viu caminhantes aflitos e sós.

Companhia na solidão, ombro amigo para chorar,
forte apoio na aflição, parceria no caminhar.

2. Aconteceu que Jesus se aproximou Com paciência seus lamentos escutou
Enquanto ali estavam caminhando. Em respeito à sua dor silenciou.
E mais tarde, solidário, perguntou: Sobre o que vocês estão conversando?

Passos firmes pra aproximar, paciência para ouvir,
humildade pra silenciar, gentileza no acolher.

3. O assunto da conversa era Jesus, Sua história que culmina lá na cruz,
Que deixou o grupo desolado. Mas no gesto de partir o pão
Acontece comunicação Pois reconhecem o ressuscitado.

Atenção: um outro olhar, fogo ardendo no coração,
pão na mesa pra partilhar, muita sede de comunhão.

4. Este encontro os constrange a caminhar Vida nova ao mundo todo anunciar,
Eis aí o caminho da missão. A Palavra nos coloca em movimento
Assim também, o Santo Sacramento, gerando sempre viDas em comunhão.

Vem conosco caminhar, celebrar a comunhão,
a igreja edificar, praticar a compaixão.
 

Oração Geral da Igreja

(Convidar a comunidade a manifestar seus motivos de oração e inclui-los ao final das petições que seguem)

L A Jesus, o Filho de Deus, que caminha conosco, ouve o que nos preocupa e conhece as nossas angústias, entregamo-nos em oração:

L Olha, Senhor Jesus, para as pessoas que exercem cargos de liderança no nosso Estado, município, país e no mundo. Que seus cargos sejam exercidos com competência, ética e dignidade.

Neste dia 19 de abril, lembramos e pedimos pelos povos indígenas, e por todas as pessoas que vivem tempos de aflição por causa dos projetos de demarcação e desapropriação de terras. Ó Jesus, dá que a dignidade humana, conferida por Deus a todas as criaturas, seja universalmente reconhecida, e cada pessoa, indistintamente de sua cor, religião, gênero ou cultura, seja respeitada.

Acompanha a tua igreja e as pessoas que nela atuam. Que o teu Santo Espírito fortaleça e guie as suas lideranças e o testemunho de cada pessoa batizada. Olha e cuida do teu povo, caminha ao seu lado, toma sua mão e ensina-o a ser como um Cristo para a outra pessoa.

L (motivos locais de intercessão)

LITURGIA DA CEIA

Preparo da mesa (preparar conforme o costume da comunidade local)

Oração do ofertório

L Amado Deus, tu que nos recebes à mesa e repartes conosco o pão da vida. A ti chegamos, às vezes como pessoas cansadas e desanimadas, outras vezes, felizes e carregadas de sonhos. Em tua mesa há lugar para quem chega e nela Cristo nos dá o alimento de que necessitamos para a nossa vida, para continuar caminhando. Aqui estamos, de mãos abertas. Recebe-nos, amado Deus, e usa este pão e este fruto da videira em benefício da nossa vida e da nossa salvação. Amém.

L A paz seja com vocês!

C E também com você.

Oração Eucarística

L. Oremos a oração de mesa da Ceia do Senhor: Deus caminhante, que se aproxima do seu povo e o acompanha no dia e na noite, nas dúvidas e incertezas, no cansaço e na dor! Nós te damos graças, pois, em todas as situações, tu és nossa força, nosso alívio, nossa companhia. Por tudo isso, és Santo, e, por isso, a ti louvamos e, ao teu nome, exaltamos, cantando a tua santidade:

Canto: Santo, santo, santo.

L Nós te louvamos e te agradecemos, por Jesus Cristo, teu Filho, pelo testemunho de amor, de diaconia, pela postura de sensibilidade na aproximação com o teu povo, no caminhar com ele, no ouvir, no revelar a sua palavra e no gesto de partir o pão. Graças damos a ele, Jesus, pois vem a nós nesta mesa. Assim o cremos, pois ele, na noite em que foi traído, nos deixou este mandato com uma promessa:

Ele tomou o pão e, tendo dado graças o partiu e o deu aos seus discípulos, dizendo: tomai e comei, isto é o meu corpo que é dado por vós. Fazei isto em memória de mim. Depois de cear, tomou também o cálice, rendeu graças e o deu aos seus discípulos, dizendo: bebei dele todos, porque este cálice é a nova aliança no meu sangue, derramado em favor de vós, para a remissão dos pecados.
Fazei isto todas as vezes que o beberdes em memória de mim.

L Crendo nestas palavras, pedimos: envia o teu Santo Espírito, aquele que reúne, une e transforma.
Faze com que nos tornemos um só corpo com Cristo, em Cristo, por Cristo. E, nesta força, possamos ser como um Cristo para a outra pessoa, que serve sem exigências ou trocas.

L E porque somos Corpo de Cristo, oramos a uma só voz: Pai nosso...

Fração

L O pão que partimos é a comunhão no corpo de Cristo;

L O cálice pelo qual demos graças é a comunhão no sangue de Cristo.

Canto: Nós, embora muitos, somos um só corpo!

Comunhão

Oração pós-comunhão

L Porque Deus se aproxima de nós, partilha o pão, restaura a vida, agradeçamos, cantando:

Canto: Graças, Senhor! Graças, Senhor! Por tua bondade, teu poder, teu amor: Graças, Senhor.


Avisos

Bênção

LITURGIA DE DESPEDIDA
 

L Que a bênção do Filho de Deus, o ressuscitado, aquele que se aproxima de nós e caminha conosco, seja com você, hoje e em todas as horas da sua vida. (+) Amém.

Envio

L Viemos a este encontro, Deus se aproximou de nós e agora segue conosco para casa, para o nosso dia a dia. Peço que as crianças saiam à frente e coloquem os recortes de pés que fizeram, com nomes que escreveram sobre eles, e os coloquem no chão da saída do templo para que possamos ver.

Que nós possamos ser, no dia-a-dia, como um Cristo para a outra pessoa. Vão e sirvam com alegria!

Canto final


Por Cat. Erli Mansk – Coordenadora de Liturgia da IECLB.


Voltar para índice Subsídios para culto e reflexão


Autor(a): Erli Mansk
Âmbito: IECLB
Área: Missão / Nível: Missão - Diaconia
Área: Celebração / Nível: Celebração - Liturgia
Natureza do Texto: Liturgia
Perfil do Texto: Auxílio litúrgico
ID: 32770
REDE DE RECURSOS
+
Devemos orar com tanto vigor como se tudo dependesse de Deus e trabalhar com tanta dedicação como se tudo dependesse de nosso esforço.
Martim Lutero
© Copyright 2021 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br