Gálatas 6.1-16 - 4º Domingo após Pentecostes - 07/07/2019

Caderno de Cultos 2019 - Sínodo do Mato Grosso

07/07/2019

07/07/2019 – 4º Domingo após Pentecostes
Isaías 66.10-14; Salmo 66.1-8; Lucas 10.1-11, 16-20 Pregação: Gálatas 6.1-16
P. Cláudio Rieper – Sorriso MT


ACOLHIDA
Nesta noite, Deus nos saúda com a palavra de Lucas 8.15: “A semente que caiu na boa terra são os que, tendo ouvido de bom e reto coração, retêm a palavra; estes frutificam com perseverança.” Que a palavra do Senhor também consiga encontrar lugar em nosso coração para darmos os bons frutos do Espírito de Deus, de bondade e vida eterna; para que ela nos proteja e guie pelos bons caminhos da vida e todos possam experimentar a bênção e a presença de Deus em suas vidas, por onde você passar!

Queremos ainda receber com alegria todos/as que nos visitam. E dizer que o nosso desejo é que todos/as sintam o Amor do próprio Deus no meio de nós, e sempre tenham vontade de estar com a gente muitas vezes. Seja bem-vindo/a, pois Deus quer nos abençoar a todos. Por isso, queremos cantar...

CANTO DE ENTRADA
Nº 333 - HPD – Estamos aqui Senhor

Ou: Nº ____________________________________________________

LITURGIA DE ABERTURA
SAUDAÇÃO
Por isso, nos reunimos mais uma vez em nome de Deus que é Pai, Filho e Espírito Santo. Amém!

CANTOS DE INVOCAÇÃO
Nº 332 - HPD – Deus está aqui, aleluia!

Ou: Nº ____________________________________________________

CONFISSÃO DE PECADOS
Queremos pedir a Deus neste culto, que Ele venha derramar sobre nós o seu Espírito e nos ajude a ver onde temos nos afastado da Sua santa palavra que nos guia, protege e impede que vivamos em paz uns com os outros e também com Deus. Oremos!

Bondoso Deus e Pai, nos achegamos a Ti, agradecidos pelo que fizeste por nós na Cruz. Perdoa-nos quando nos afastamos da Tua palavra e impedimos que ela possa encontrar lugar dentro da nossa casa e da nossa família. Ajuda-nos a abrir espaço em nossa agenda e na nossa vida familiar, para que a Tua Palavra possa ser a base e o fundamento do nosso viver, e assim aprendamos a andar pelo caminho da boa convivência e da paz entre as pessoas, a começar pela nossa própria casa. Sabemos que precisamos da Tua ajuda e do perdão do Teu Filho Jesus Cristo para recomeçarmos de onde paramos para restaurar a comunhão contigo e uns com os outros. Por isso nos dirigimos em confiança a Ti, para que nos perdoe e nos ajude a mudar e assim pedimos isto em nome do Teu Filho Jesus Cristo. Amém!

ANÚNCIO DO PERDÃO
É nessa promessa que confessamos e cremos no perdão dos nossos pecados a Deus; e ali aos pés de Cristo, podemos ter certeza de que fomos perdoados. Pois como diz em 1Pedro 2.24: Sabemos que... “O próprio Cristo carregou os nossos pecados no seu corpo sobre a cruz para que morrêssemos p/o pecado e vivêssemos uma vida correta. [Pois] por meio dos seus ferimentos fomos curados”. Por isso não tenha medo, largue todo pecado, toda mágoa e toda dor nas mãos de Deus, e receba o perdão dos teus pecados em nome do nosso Senhor Jesus Cristo. Amém!
KYRIE
E da mesma maneira como Deus se reconcilia conosco, queremos nós também nos colocar diante de Deus e clamar pelas dores deste mundo. Por isso, queremos cantar:

1. Pelas dores deste mundo, ó Senhor, imploramos piedade. A um só tempo geme a criação.
2. Teus ouvidos se inclinem ao clamor desta gente oprimida. Apressa-te com tua salvação.
A tua paz, bendita e irmanada com a justiça. Abrace o mundo inteiro. Tem compaixão!
O teu poder sustente o testemunho do teu povo. Teu Reino venha a nós! Kyrie eleison!

GLÓRIA IN EXCELSIS
Queremos glorificar o trino Deus cantando:
Nº 254 - HPD – Senhor, meu Deus

ORAÇÃO DO DIA
Senhor, nosso Deus, mais uma vez estamos diante de Ti, para te pedir que venhas sobre nós com teu Espírito e a Tua Palavra, como vieste aos discípulos no passado. Para que também nos ajude a andar pelo caminho que apontas e nos deste em Jesus Cristo. Por isso te pedimos Senhor: derrama Teu Espírito sobre nós, abre nosso coração e nossos ouvidos para que estejamos prontos para sermos transformados por meio da Tua palavra; isso nós te pedimos em nome do Senhor Jesus Cristo. Amém!

LITURGIA DA PALAVRA
LEITURAS BÍBLICAS
1ª Leitura Bíblica: Isaías 66.10-14
2ª Leitura Bíblica: Gálatas 6.1-16

CÂNTICO INTERMEDIÁRIO
Nº 380 - HPD – A Tua palavra

PREGAÇÃO
Quero convidar a todos/as a acompanharem a leitura do texto de hoje, de Gálatas 6.1-16. O texto nos diz, que devemos nos ajudar uns aos outros, e que cada um deve repartir aquilo que está aprendendo com Deus no seu caminho da fé, pois descobrimos que em Jesus Cristo somos todos irmãos/ãs uns dos outros; mas, que na maioria da vezes, tratamos com indiferença, isso quando, não fazemos dele/a, o nosso inimigo, mesmo sabendo que em Deus, todos temos um único Pai, como nos mostra a história a seguir.

Conta a história que um dia um homem embarcou no navio que saía do porto de Hong-Kong na China. Quando chegou no porto de Mandras na Índia, um segundo homem também embarcou no navio. Todos os dias os dois homens almoçavam juntos na mesma mesa. Davam um bom dia e almoçavam sem falar um com o outro. Depois, cada um, lia seu livro, se levantava, dizia boa tarde e ia para seu beliche. Fizeram isso durante toda viagem. No último dia, além do “bom dia”, um deles disse alegre: “Até que enfim minha viagem vai acabar; amanhã desembarco em Hamburgo”. “É mesmo?”, disse o outro: “eu também!” “Verdade?”, disse o primeiro: “depois vou até a Rua das Flores”. “Que engraçado?”, disse o outro: “eu também estou indo para lá”. “Interessante”, disse o primeiro: “Vou visitar meu pai, ele mora no nr.43”. “Que coincidência!”, disse o outro: “Também vou visitar meu pai no nr.43”. “Mas será possível?”, disse o primeiro: “Nesse endereço, tem um prédio bem grande, e o meu pai, Seu Henrique Meyer, mora no aparamento 210”. “Não pode ser!”, disse o outro: “Meu pai também mora no apartamento 210 e se chama Henrique Meyer”. “Não estou entendendo”, falou o primeiro: “Então temos o mesmo pai?”. “Pois é...”, disse o outro: “É o que parece!”. “Que loucura, isso significa que você é meu irmão!?” Sem saber o que dizer, os dois se abraçaram e ficaram com vergonha por não terem conversado durante toda a viagem. Diz a história que os dois irmãos foram separados, ainda muito pequenos, por causa da falta de trabalho dos pais; por isso não se conheciam; mas estavam alegres porque descobriram que eram irmãos, porque agora sabiam que tinham o mesmo pai. Quantas vezes agimos da mesma maneira, com as pessoas que fazem parte da nossa família de fé? Não repartimos nossa vida com os demais, e sofremos sozinhos, quando a Palavra nos diz que devemos estar olhando uns pelos outros, pois somos todos irmãos/ãs uns dos outros.

Infelizmente, na maioria das vezes, não tratamos a outra pessoa como um/a irmão/ã. Temos a tendência, de fazer de muitos o nosso concorrente. Não falo daqueles que você nutre simpatia, mas daquela pessoa que você tem dificuldade de se relacionar por algum motivo. Por isso, muitas vezes, Deus te coloca para caminhar junto com ela; para que você descubra, pela vivência da fé em Cristo que você tem naquela pessoa, também um/a irmão/ã; pois agora fazemos parte da mesma família. Deus faz isso, de muitas maneiras, seja por meio da pregação ou de situações difíceis, aonde vocês terão de superar suas diferenças e aprender a viver juntos. Responda para você mesmo: quem são as pessoas que Deus colocou na sua vida e que você precisa hoje vencer essas dificuldades para mostrar amor por ela?
Pois o texto de hoje nos desafia, quando diz que Deus nos ama como uma mãe. Qual é o maior desejo de um pai e de uma mãe? Se não, o de ver todos os seus filhos/as vivendo bem juntos, sentados à mesa da comunhão? E que Jesus Cristo nos deu de graça naquela cruz, por meio do seu perdão? Mas como vamos sentar um dia, todos juntos, na grande mesa do Senhor, se ainda temos dificuldade de viver e aceitar alguém? A pessoa que Deus colocou na sua vida, talvez carregue no seu jeito, aquilo que Deus mais precisa trabalhar em seu coração. Pense nisso! Porque Deus “não” nos colocou juntos para julgarmos uns aos outros, mas para nos ajudarmos um ao outro, e assim, todos juntos estejamos sentados à mesa do Pai.

Por isso, Paulo nos alerta no versículo sete, ao dizer: “não se enganem: ninguém zomba de Deus. O que uma pessoa plantar, é isso mesmo que colherá.” Se queremos colher frutos para a vida eterna com Deus, precisamos começar a semear, plantar, regar, adubar, desde já, para que também façamos parte da grande colheita da Família de Deus. Pois como diz Paulo: “Se plantar no terreno da sua natureza humana [ódio, rancor, inveja, ciúme, brigas, vingança], desse terreno colherá a morte. Porém, se plantar no terreno do Espírito de Deus [bondade, paciência, perdão, compaixão, tolerância], desse terreno colherá a vida eterna”

O que acontece com quem não aceita o Caminho? Com certeza, mesmo contrariado, Deus deixa cada um seguir seu próprio caminho. Até porque, as vezes a melhor coisa a fazer, é bater a poeira dos pés e dizer: “lembre-se, Deus também quer cuidar de você”; e assim esperar na oração, que Deus no momento certo, consiga operar e trabalhar o coração daquela pessoa. Porque para muitos, quanto mais você fala, pior a coisa fica; devemos descansar em Deus e confiar nEle, lembrando que para Deus não existem coisas impossíveis. Pois como diz em Isaías 66, Jerusalém/Jesus Cristo é a nova casa que Deus está preparando para receber todos os povos, pois como aconteceu com aqueles dois irmãos, ali nos alegraremos juntos, ao descobrir que em Cristo, agora, somos todos irmãos/ãs uns dos outros. Alegre-se você também, seja feliz e venha fazer parte desta família! Deus está a sua espera. O que você está esperando? Amém!

HINO
Nº 328 - HPD – Um só rebanho ou Nº 325 - HPD – Aqui você tem lugar

CONFISSÃO DE FÉ
Queremos nos unir aos cristãos ao redor do mundo e de todos os tempos. Confessar a nossa fé em nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, que veio nos reconciliar com Deus e uns com os outros, por meio do seu corpo e sangue oferecido na cruz. Por isso, queremos confessar nossa fé em Cristo por meio do Credo Apostólico, dizendo juntos: Creio em Deus Pai, ...

CANTO PÓS CONFISSÃO (proceder motivação e o recolhimento das ofertas)
Nº 166 - HPD – Dá-nos olhos claros

AVISOS
Próximo Culto: ___/___/______ às ___:___ h.
Destino da oferta: _________________________________________
Oferta último Culto: R$________ destinada ____________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________

ANIVERSARIANTES
________________________________________________________
________________________________________________________

ORAÇÃO DE INTERCESSÃO
Motivos de Oração:
_______________________________________________________
_______________________________________________________
_______________________________________________________
_______________________________________________________
_______________________________________________________
_______________________________________________________

Senhor, nosso Deus, obrigado porque nos chamaste mais uma vez para que aprendamos a viver bem uns com os outros. Por abrir nossos olhos e nos fazer ver que têm nos colocado lado a lado, para sermos irmãos/ãs uns dos outros, e do quanto precisamos da Tua ajuda para eliminar tudo aquilo que nos separa de Ti e nos impede de estarmos sentados juntos na Tua mesa. Ajuda-nos a mudar e aprender uns com os outros, o que ainda não conseguimos aceitar e perdoar. Por isso, neste momento, também queremos Te pedir, ajuda este mundo perdido, que carece da Tua Salvação, que vive em meio a guerras e a destruição. Vem com teu Espírito, renova em nós a fé em teus caminhos. Olha pelo nosso país, pela nossa cidade e ajuda-nos na tarefa de anunciar o caminho do Teu perdão por meio de nossas mãos, em palavras e ações, para que o testemunho concreto da nossa fé em Jesus Cristo fale mais alto que a morte, para que as pessoas ao nosso redor também encontrem o caminho da salvação. Tudo o mais, colocamos diante de Ti, e assim queremos encerrar este momento de oração, orando juntos a oração que o teu Filho Jesus Cristo nos ensinou, dizendo juntos...

PAI NOSSO
Pai nosso...

LITURGIA DE DESPEDIDA
BÊNÇÃO
Queremos receber das mãos de Deus à bênção que ele nos oferece, toda vez que nos reunimos em culto. Que Deus Te abençoe e Te guarde, que Ele faça resplandecer o seu rosto sobre ti e tenha misericórdia de ti, que ele sobre ti levante o Seu rosto e Te de a paz. Que assim Deus Pai, Filho e Espírito Santo Te conduza pelos caminhos de Deus, hoje e para todo o sempre. Amém.

ENVIO
Vão na paz do Senhor Jesus Cristo, na certeza de que ele vai adiante de vocês e de todo/a aquele/a que se deixa conduzir por Suas mãos. Pois Ele nos perdoou e nos deu a chance de colocar o perdão, a saúde, e a vida, no lugar da morte. Vão na paz do Senhor Jesus, que Deus os abençoem.

CANTO FINAL
Nº 213 - HPD – Senhor Tu tens sido


Autor(a): P. Cláudio Rieper
Âmbito: IECLB / Sinodo: Mato Grosso
Área: Celebração / Nível: Celebração - Ano Eclesiástico / Subnível: Celebração - Ano Eclesiástico - Ciclo do Tempo Comum
Natureza do Domingo: Pentecostes
Perfil do Domingo: 4º Domingo após Pentecostes
Testamento: Novo / Livro: Gálatas / Capitulo: 6 / Versículo Inicial: 1 / Versículo Final: 16
Título da publicação: Caderno de Cultos - Sínodo Mato Grosso / Ano: 2019
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Prédica
ID: 52420
REDE DE RECURSOS
+
Vivam como pessoas que pertencem à luz, pois a luz produz uma grande colheita de todo tipo de bondade, honestidade e verdade.
Efésios 5.8-9
© Copyright 2019 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br