Isaías 42.1-9 - 1º Domingo Após Epifania - 12/01/2020

Caderno de Cultos 2020 - Sínodo Mato Grosso

12/01/2020

12/01/2020 – 1º DOMINGO APÓS EPIFANIA – Batismo do Senhor
Prédica: Salmo 29
Leituras bíblicas: Isaías 42.1-9 * Atos 10.34-43 * Mateus 3.13-37
Cor litúrgica: branco
Cat. Traudi M. Kraemer – Querência – MT

LITURGIA DE ABERTURA

ACOLHIDA
O salmo 29.4, diz: A voz do Senhor quebra os cedros; sim, o Senhor quebra os cedros do Líbano, portanto, grande é o seu poder! O cedro do Líbano é uma árvore com madeira muito forte, dura, difícil de ser cortado, uma árvore valiosa para a construção civil. Um belo exemplo de força e sustentabilidade. No entanto, o Salmo diz que a voz do Senhor o quebra! O Senhor nos convidou para esse encontro e sua voz poderosa foi ouvida por todos que aqui estão, portanto, bom dia, seja Bem-vindo/a você da comunidade! Bem vindos/as você que nos visita, é bom saber que estás em nosso meio. Iniciamos cantando:

CANTO DE ENTRADA
Nº 330 – HPD 2 –. Aqui chegando Senhor
Ou: Nº ____________________________________________________

SAUDAÇÃO
Celebramos este culto em nome e na presença do Pai, Deus criador; em nome do Filho, Jesus Cristo nosso Salvador, e em nome do Espírito Santo, o verdadeiro Consolador. Amém.

CANTOS DE INVOCAÇÃO
Nº 85 – Vem Espírito divino
Ou: Nº ____________________________________________________

CONFISSÃO DE PECADOS
O trino Deus nos dê a graça de celebrar este culto com corações e lábios puros, por amor do seu santo nome. Vamos abrir nossos corações, confessemos os nossos pecados a Deus, e peçamos-lhe perdão em nome de nosso Senhor Jesus Cristo. Confessai e dizei comigo cantando:

CANTO Nº 150 HPD l: Se sofrimento te causei Senhor
Ou: Nº ____________________________________________________

ANÚNCIO DO PERDÃO
Onipotente e misericordioso Deus teve compaixão de nós. Ele entregou, por nós, seu Filho unigênito à morte, e, por amor dele, perdoou-nos todos os pecados; deu, também, a todos os que creem em o nome dele, poder de tornarem-se filhos de Deus, e prometeu-lhes o seu Espírito Santo.
C.: Amém.

KYRIE
Reunidos em nome e na presença de Deus, vamos, lembrar, em oração, as dores do mundo dentro do qual somos Igreja. Lembremos de todas as situações de carência, depressão e sofrimento ao nosso redor e no mundo inteiro. Clamemos a Deus pela vidas ameaçadas, por todo tipo de violência e pela injusta distribuição dos bens da terra. Clamemos a Deus pelos sofrimentos causados pelo desvirtuamento da religião: o fanatismo religioso, a utilização da religião para dominar as pessoas. Clamemos a Deus por aqueles que buscam o poder ao invés do serviço; a competição em lugar da cooperação: por aqueles cujo o desejo maior é de receber do que de dar. Clamemos a Deus pelos males provocados pela mão humana: pelas dores internas da igreja, clamamos cantando:

CANTO: Pelas dores deste mundo, ó Senhor, imploramos

GLÓRIA IN EXCELSIS
Deus em sua infinita misericórdia nos dá o seu o perdão através Jesus Cristo, Tu ouve o clamor do seu povo e por isso vamos glorificar seu santo nome cantando: /:Glória, glória, glória a Deus nas alturas, Glória, glória, paz entre nós, paz entre nós! :/

ORAÇÃO DO DIA
Deus amado! Obrigado pelos olhos, pois eles partilham a visão; obrigado pelos braços, pois eles partilham o serviço; obrigado pelas pernas, pois elas partilham os esforços; obrigado pelos ouvidos, eles partilham a Boa Nova. Obrigado, porque o nosso corpo sabiamente reparte as tarefas, divide as dificuldades, compartilha as alegrias e assim todos compartilham o prazer de estarem juntos.
Agradecemos pela natureza, tão farta em exemplos de partilha, respeito e liberdade. Agradecemos a dádiva da vida e a oportunidade de partilharmos ela nesta celebração. Mesmo sendo distintos, com capacidades e limitações diversas, tu nos unes, congregas para servirmos à vida e para partilharmos nossa vida em comunhão.
Que tua Santa Palavra nos fortaleça na unidade, nos impulsione à gratidão e nos faça instrumentos de partilha, de fé e de amor. Em especial queremos te pedir que abra as nossas mentes, ouvidos e corações para ouvirmos a Tua palavra e que Teu Santo Espírito nos envolva fortalecendo a nossa fé para poder praticar teus ensinamentos no dia-a-dia. Isto te pedimos, por Jesus Cristo, teu filho, que contigo e o espírito Santo, nos congregam e unem em santidade. Amém.

LITURGIA DA PALAVRA
Nos preparando para ouvir a Palavra, cantemos:

CANTO 381 – Pela Palavra de Deus
Ou: Nº ____________________________________________________

LEITURAS BÍBLICAS
1ª Leitura Bíblica: Salmo 29
2ª Leitura Bíblica: Isaías 42.1-9
3ª Leitura Bíblica: Atos 10.34-43

CÂNTICO INTERMEDIÁRIO

Nº 519 – LC – Jesus Cristo é Rei e Senhor
Leitura do Evangelho de nosso Senhor Jesus Cristo conforme o Evangelista Mateus 3.13-37. Aleluia!

PREGAÇÃO

Que a graça do Senhor Jesus, o amor de Deus o Pai e a comunhão do Espírito Santo esteja com você.
O Evangelho deste domingo apresenta o encontro entre Jesus e João Batista nas margens do Rio Jordão. João anunciava a proximidade do “juízo de Deus”.
A sua mensagem estava centrada na urgência da conversão. Pois, na opinião de João, a intervenção definitiva de Deus na história, para destruir o mal, estava iminente e incluía um rito de purificação pela água.
Atraído pela mensagem de João Batista, Jesus abandona sua rotina de vida em Nazaré da Galileia, e o encontra ao longo do rio Jordão.
Ali Jesus pediu que João o batizasse.
O que é que Jesus tem a ver com isto? Que sentido o faz apresentar-se a João para receber este “batismo” de purificação, de arrependimento e de perdão dos pecados?
Em Mateus (Mt 3,13-17), ao pedir o batismo, Jesus diz que “é assim que devemos cumprir toda a justiça”. Depois de ser batizado, o gesto de Jesus é confirmado pelo Espírito Santo e pelo Pai com a proclamação: “Este é o meu Filho amado; nele está meu pleno agrado”.
O testemunho de João não oferece dúvidas: Jesus é esse Messias anunciado pelos profetas que Deus vai enviar para libertar o seu Povo e para lhe dar a vida nova.
O testemunho de João irá, logo, ser confirmado pelo testemunho do próprio Deus. Na cena do batismo, Mateus faz referência a uma voz vinda do céu que apresenta Jesus como “o meu Filho muito amado”. Esse Messias esperado é também o Filho amado de Deus, enviado aos homens para os “batizar no Espírito” e para inseri-los numa nova vida – a vida no Espírito.
Temos, aí a voz do céu. Essa voz declara que Jesus é o Filho de Deus; e faz com uma fórmula tomada do cântico do “Servo de Deus” que vimos na primeira leitura de hoje (cf. Is 42,1). Afirma-se, de forma clara, que Jesus é o Filho de Deus, mas a referência ao servo sugere que a missão de Jesus se desenrolará na obediência total ao Pai; não se cumprirá com poder e prepotência, mas na suavidade, na simplicidade, no respeito pelos homens (“não gritará, nem levantará a voz, nem fará ouvir a sua voz na praça. A cana trilhada não quebrará, nem apagará o pavio que fumega;” – Is 42,2-3).
Ao receber este batismo de perdão dos pecados (do qual não precisava, porque Ele não conheceu o pecado), Jesus solidarizou-se com o homem limitado e pecador, assumiu a sua condição, colocou-se ao lado dos homens para ajudá-los a sair dessa situação e para percorrer com eles o caminho da libertação, o caminho da vida plena. Esse era o projeto do Pai, que Jesus cumpriu integralmente.
No episódio do batismo, Jesus aparece como o Filho amado, que o Pai enviou ao encontro dos homens para libertá-los e para inseri-los numa dinâmica de comunhão e de vida nova. É bonita esta história de um Deus que envia o próprio Filho ao mundo, pede a e Ele que se solidarize com as dores e limitações dos homens e que, através da ação do Filho, reconcilia os homens consigo e possibilita chegar à vida em plenitude.
E nós, como reagimos depois de um presente tão especial?
Conforme vimos no salmo 29, o louvor e adoração fazem parte do sentimento de gratidão que deveríamos sentir por esse Deus.
Às vezes você pode até estar enfrentando um tipo de problema, mas se você avaliar bem, verá que tem tido muitas bênçãos.
Você tem no seu coração reserva suficiente de gratidão por tudo já recebido? O salmista diz: bendize ó minha alma ao Senhor e tudo que há em mim bendiga o seu santo nome.
É importante entender que Deus fala e a sua voz é gloriosa, poderosa, especial. Como o salmista está dizendo é uma voz cheia de Majestade, é uma voz cheia de Glória, é uma voz de poder, é uma voz que opera maravilhas. Aqueles que são sensíveis para ouvir a voz de Deus tem levado na vida uma vida de benção, porque Deus fala e quer falar ao seu coração.
Confiar nele, depender dele, buscar a ele, são ações que dependem de nós agora, precisamos confiar em Jesus e ele estende a mão e os milagres e as bênçãos acontecem. Se ele age sobre a natureza, agirá também sobre aquilo que às vezes nos inquieta, nos entristece, nos machuca.
Esse é o Deus que nós servimos, é o Deus que nós amamos, é o Deus que a cada dia buscamos em oração.
Não podemos esquecer de duas coisas importantes que Deus tem reservado para o seu povo: força e paz, não força para guerra, porque a guerra não faz parte do propósito divino, é força para paz força para comunhão, por que onde há paz, há alegria, onde há paz há entendimento, onde há paz há compartilhamento, onde a paz há comunhão. Deus quer te dar forças para que você possa estabelecer a paz para a vida.
O salmo 29 diz: A voz do Senhor quebra os cedros; sim, o Senhor quebra os cedros do Líbano, portanto, grande é o seu poder!
No batismo, Jesus tomou consciência da sua missão (essa missão que o Pai lhe confiou), recebeu o Espírito e partiu em viagem pelos caminhos da Palestina, a testemunhar o projeto libertador do Pai. Eu, que no batismo recebi o Espírito que me capacitou para a missão, tenho sido uma testemunha séria, comprometida e grata por quem ele tanto se empenhou e que por mim deu a vida?
Tornamo-nos filhos de Deus, herdeiros de um tesouro nos céus, templos do Espírito Santo. Então, agradeça, louve e viva conforme o salmista faz e que Deus nos faça merecedores de sua graça e paz. Amém! ~

CONFISSÃO DE FÉ
Na comunhão com as pessoas que creem no trino Deus, confessemos a nossa fé com as palavras do Credo Apostólico:
Creio em Deus Pai, ...

CANTO PÓS CONFISSÃO (proceder motivação e o recolhimento das ofertas)
Nº 286 – Obrigado Pai Celeste
Ou: Nº ____________________________________________________

ORAÇÃO DE INTERCESSÃO

1. Aniversariantes
2._______________________________________________________
3._______________________________________________________
4._______________________________________________________
5._______________________________________________________
6._______________________________________________________
Bondoso e misericordioso Deus. Viemos nesta oração te agradecer por todas as bênçãos a nós concedidas, obrigado Senhor pela Tua palavra transformadora, obrigada pela vida, família, amigos, pelo pão de cada dia e por tua maravilhosa criação,
Querido e amado Deus! Achegamo-nos a Ti com alegria e esperança, pois, Tu mesmo crias, sustentas e impulsionas a Igreja com teu Santo Espírito. Tu nos redimiste de nossos pecados através de Jesus Cristo e nos acolhe como Teus filhos e filhas, através do batismo. Suplicamos, nosso Deus, para que nunca nos esqueçamos de Tua misericórdia e bondade. Ouve nossa oração e atende a nossa súplica.

Canto: Ouve nossa oração e atende a nossa súplica....
Senhor, Te pedimos pela nossa Igreja, para que seus membros e obreiros estejam sempre firmes na fé verdadeira. Intercedemos pelo mundo e por suas autoridades. Esteja com elas nos momentos de dificuldades, angústias e temores. Coloca Tua mão protetora sobre cada uma, para que, quando tomarem suas decisões, não seja em benefício próprio, mas, para o bem de todos. Pedimos pelo fim das guerras e da violência em todo mundo. Intercedemos para que seja feita Tua vontade por primeiro, ó Senhor, e não a nossa. Ouve nossa oração e atende a nossa súplica.
Canto: Ouve nossa oração e atende a nossa súplica....
Pedimos-te por todos as famílias. Ilumina-os e concede-lhes sabedoria para que possam viver de acordo com a sua santa vontade. Te pedimos pelas pessoas enfermas, _________________________________, também pelas que passam por dificuldades e privações, para que, através de nós, a Tua mão bondosa ampare cada uma e restaure suas forças e suas esperanças, dando ânimo para continuar a vida, mesmo diante das dificuldades e privações. Quando a paz estiver corrompida pela guerra, pela violência e as injustiças, seja a nossa força, ousadia e paciência. (Intercessões locais) Tudo mais que está nossas mentes e corações queremos te entregar através da oração que Jesus Cristo nos ensinou a dizer.

PAI NOSSO
Pai nosso...

LITURGIA DE DESPEDIDA

AVISOS
Próximo Culto: ___/___/______ às ___:___ h.
Oferta último Culto: R$ _________ – destinada para ...
______________ _________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________

BÊNÇÃO
O Senhor te abençoe e te guarde;
O Senhor faça resplandecer o seu rosto sobre ti e tenha misericórdia de ti;
O Senhor sobre ti levante o seu rosto e te dê a paz.
Que assim te abençoe o Trino Deus: Pai, Filho, e Espírito Santo (+). Amém.

ENVIO
Vão e sirvam ao Senhor com fé, força e alegria. Amém

CANTO FINAL
Nº ________________________________


 


Autor(a): Catequista Traudi Kraemer
Âmbito: IECLB / Sinodo: Mato Grosso
Área: Celebração / Nível: Celebração - Ano Eclesiástico / Subnível: Celebração - Ano Eclesiástico - Ciclo do Natal
Natureza do Domingo: Epifania
Perfil do Domingo: 1º Domingo após Epifania
Testamento: Antigo / Livro: Isaías / Capitulo: 42 / Versículo Inicial: 1 / Versículo Final: 9
Título da publicação: Caderno de Cultos - Sínodo Mato Grosso / Ano: 2020
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Prédica
ID: 54841
REDE DE RECURSOS
+
Quando Deus parece estar mais distante, mais perto de nós Ele se encontra.
Martim Lutero
© Copyright 2020 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br