João 15.9-17 - 6º Domingo da Páscoa - 10.05.2015 (Dia das Mães)

Caderno de Cultos 2015

09/05/2015

10/05/2015- 6º Domingo de Páscoa (Dia das mães)
Pregação: Jo 15.9-17; Leituras: Sl 98; 1 Jo 2.1-6
P. Adriel Raach – Rurópolis - PA

LITURGIA DE ABERTURA

ACOLHIDA

Saudamos a comunidade aqui presente, desejando que todos e todas se sintam bem em nosso meio.

Sejam todos bem-vindos para este culto, que é onde Deus se encontra conosco. Saúdo a cada um e a cada uma com as palavras bíblicas de Jo 14.23, que dizem: “Jesus Cristo diz: Se alguém me ama, guardará a minha palavra; e meu Pai o amará, e viremos para ele e faremos nele morada.”

Hoje é um dia especial! Hoje lembramos de todas as mamães do mundo, e de como elas são especiais. Que Deus abençoe cada mãe aqui presente, e que esse dia seja de alegria, especialmente aqui na presença de Deus.

(...) Se há visitantes entre nós, podem se identificar? (...) Sejam bem-vindos, sejam bem-vindas! Desejamos que se sintam bem aqui conosco.

CANTO DE ENTRADA
Nº 123 – HPD 1 – O nosso encontro vai ser abençoado

Ou: Nº 332 – HPD 2 – Deus está aqui

SAUDAÇÃO
Nós nos reunimos aqui em nome do trino Deus que é Pai-Mãe, Filho e Espírito Santo. Amém.

CANTOS DE INVOCAÇÃO
Nº 350 – HPD 2 – Que a graça do Senhor Jesus

Ou: Nº 321 – HPD 2 – Vento que anima

CONFISSÃO DE PECADOS
Senhor, nosso Deus e Pai, diante de ti, colocamo-nos para pedir perdão pelos nossos pecados. Nós, como filhos/as, muitas vezes desrespeitamos nossas mães, descumprindo com o 4º mandamento que nos destes, de honrar Pai e Mãe. Como mães, muitas vezes, também falhamos na educação de nossos filhos/as. Por isso, ó Pai, tem misericórdia de nós e perdoa-nos. Perdoa-nos, porque mesmo perdoados, ainda não aprendemos a viver de acordo com a tua vontade. Sê compassivo e misericordioso para conosco, seus filhos e suas filhas. Em nome de Jesus, que morreu por nós. Amém.

ANÚNCIO DO PERDÃO
Na primeira carta de João, capítulo 2, versículo 2, diz o seguinte: “É por meio do próprio Jesus Cristo que os nossos pecados são perdoados. E não somente os nossos, mas também os pecados do mundo inteiro.” Assim, podemos ter a certeza de que nós fomos perdoados e perdoadas, e podemos sempre de novo, renovar nosso perdão em Cristo Jesus. Em nome do Pai, e do Filho e do Espírito Santo. Amém.

KYRIE
Por ainda haver tanta injustiça neste mundo, por ainda haver pessoas que se afastam da presença de Deus é que vemos tanta violência, guerras, discriminação, tanta pobreza e miséria. Além disso, infelizmente, ainda vemos muitos casos de mães que abandonam seus filhos, e filhos que não cuidam de suas mães quando elas precisam. Jesus disse que veio ao mundo para que nós tenhamos vida, e a tenhamos em abundância. Por isso, queremos pedir a Deus tenha pressa em enviar o Reino que será justo a todos. Fazemos isso cantando:

“♫ Pelas dores deste mundo, ó Senhor, imploramos piedade.
A um só tempo geme a criação. Teus ouvidos se inclinam ao clamor,
desta gente oprimida. Apressa-te com tua salvação.
A tua paz, bendita e irmanada com a justiça.
Abrace o mundo inteiro, tem compaixão.
O teu poder sustente o testemunho do teu povo.
Teu reino venha a nós. Kyrie Eleison. ♫”

ORAÇÃO DO DIA
Oremos: Senhor nosso Deus e Pai, tu que nos amas assim como uma mãe ama um filho. Neste momento de culto, fala ao nosso coração, mostra-nos o caminho em que devemos andar. Toma-nos nas mãos e conduze o nosso caminhar. Por teu Filho Jesus Cristo que morreu, mas ressuscitou, e vive contigo, de eternidade a eternidade. Amém.

LITURGIA DA PALAVRA

LEITURAS BÍBLICAS
1ª Leitura Bíblica: Sl 98

2ª Leitura Bíblica: 1 Jo 2.1-6

Aclamação do Evangelho:
Convido à comunidade a se colocar de pé, em respeito à leitura do Evangelho.

3ª Leitura Bíblica: Jo 15.9-17

CÂNTICO INTERMEDIÁRIO
Nº 379 – HPD 2 – Estou pronto, Senhor

PREGAÇÃO

Oremos: Deus Pai, Deus Mãe, Deus que gera a vida. Pedimos-te, envia teu Espírito Santo sobre nós neste momento em que queremos meditar sobre a tua Palavra. Amém.

Caros irmãos e caras irmãs em Cristo, mamães aqui presentes! Hoje queremos pensar em nossas mães e nos perguntar: que tipo de mãe é Deus? Sim, pois Deus é mãe também!

Tudo o que temos, cara comunidade, são imagens de Deus. Teve uma época em que se brigava contra a adoração de imagens, e ainda hoje há muitas formas de adoração de imagens que não representam a Deus... mas, digam-me sinceramente, quem aí não tem uma imagem de Deus? Todos nós temos uma imagem de Deus. E sempre que dizemos: Deus Pai, Filho e Espírito Santo (nos vem uma ou mais imagens de Deus à mente).
Quero ler uma história pra vocês, que reproduz uma conversa de dois bebês, gêmeos, na barriga da mãe:

Vida após o parto

No ventre de uma mulher grávida, dois gêmeos dialogam:

– Você acredita em vida após o parto?

– Claro! Deve haver algo após o nascimento. Talvez estejamos aqui principalmente porque precisamos nos preparar para o que seremos mais tarde.
– Bobagem, não há vida após o nascimento! Afinal, como seria essa vida?

– Não sei exatamente, mas certamente haverá mais luz do que há aqui. Talvez caminhemos com nossos próprios pés e comamos com a nossa boca.

– Isso é um absurdo! Caminhar é impossível. E comer com a boca? É totalmente ridículo! O cordão umbilical nos alimenta. Além disso, andar não faz sentido, pois o cordão umbilical é muito curto.

– Sinto que há algo mais. Talvez seja apenas um pouco diferente do que estamos habituados a ter aqui.

– Mas ninguém nunca voltou de lá. O parto apenas encerra a vida. E, afinal de contas, a vida é nada mais do que a angústia prolongada na escuridão.

– Bem, não sei exatamente como será depois do nascimento, mas, com certeza, veremos a mamãe e ela cuidará de nós.

– Mamãe? Você acredita em mamãe? Se ela existe, onde está?

– Onde? Em tudo à nossa volta! Nela e através dela nós vivemos. Sem ela não existiríamos.

– Eu não acredito! Nunca vi nenhuma mamãe, por isso é claro que ela não existe.

– Bem, mas, às vezes, quando estamos em silêncio, posso ouvi-la cantando, ou senti-la afagando nosso mundo. Penso que após o parto a vida real nos espera; e, no momento, estamos nos preparando para ela.”

Para aquelas crianças, no ventre materno, a mãe representa Deus!
Deus é como uma mãe, e podemos comprovar isso: Prestem atenção!
- Vamos fazer um exercício agora: Vou dizer algumas características que nós atribuímos a Deus e vocês precisam fazer uma imagem para Deus, uma pessoa, ou uma função neste mundo que representa bem Deus, através dessas características:
- doador da vida;
- que gera vida;
- protetor;
- que alimenta seus filhos e suas filhas;
- que ama incondicionalmente seus filhos e suas filhas;
- que defende filhos e filhas como um Leão feroz defende sua cria;
- que nem sob tortura entrega seus filhos e suas filhas às forças do mau;
- que repreende, ensina a andar no caminho certo, orienta;
- que dá a vida para que seus filhos e suas filhas possam continuar vivendo;
Alguém aí pensou na mãe? Mãe é isso: é quem gera a vida, protege, amamenta, ama incondicionalmente, defende, repreende quando necessário, e se fosse preciso, daria a vida pelo filho e pela filha.
Então, se um dia alguém pedir pra vocês descreverem Deus, é só pensar na mãe.
Claro que isso não é uma regra, pode haver mães que não possuem todas essas qualidades; mas também, pudera, não é mamães? Mães têm essas características de Deus, mas não são Deus! São seres humanos, com limitações, fraquezas, e passam por tudo o que qualquer pessoa passa. E como passa... As mães sofrem! Acho que às vezes elas sofrem muito mais que os filhos, só de imaginarem alguma situação que o filho ou a filha possa estar vivendo.
Essa é a natureza das mães. São seres de cuidado! E esse conceito é interessante trazer para nossa reflexão. Comunidade cristã é comunidade maternal.
Vamos fazer agora, rapidamente, uma reflexão sobre como está o nosso mundo: materialista, individualista, consumista, onde tudo se vende e tudo se compra. O erro se paga, o amor se conquista, o cuidado se obtém mediante pagamento. Grande parte do povo que entra nas igrejas sai delas sem conhecer quem estava ao seu lado. E como vivem e se relacionam lá fora no dia a dia?
Que tal se nós tentássemos ser uma Comunidade maternal! Comunidade Maternal ama a Deus acima de todas as coisas, e ama o próximo como a si mesma, ou seja, segue o conselho de Jesus, de acordo com o Evangelho de João, que lemos. Comunidade maternal reconhece em Cristo o advogado e tem nos mandamentos a orientação necessária para a vida. Comunidade maternal não é perfeita, mas guarda a palavra de Deus e nEle tem sido aperfeiçoada no amor, no amor que gera a vida, protege, cuida, repreende, adverte, se preocupa, que traz seus filhos para receber a graça do batismo, defende e dá a vida pelos filhos.
Se queremos refletir sobre o Dom da Vida concedido por Deus, temos que lembrar todos os dias de nossas mães. Estar unidos com Deus e lembrar de nossas mães. Por mais que o mundo lá fora diga, que dia das mães é comprar presentes, viajar, ou dar algum bem material, isto também é importante. Mas há muitos filhos que não podem comprar presentes. Podem sim dar um sorriso, demonstrar sua gratidão que fascina qualquer mãe e que alimenta a esperança e o amor para todas as mães.

Que Deus continue dando este dom de ser mãe à humanidade. Amém.

HINO
Nº 455 – HPD 2 – Cada dia, o dia inteiro

CONFISSÃO DE FÉ
Movidos pelo amor de Deus por nós, e pela fé que Ele mesmo nos concede, confessemos juntos a nossa fé através das palavras do credo apostólico.

Creio em Deus Pai, ...

CANTO PÓS CONFISSÃO (proceder motivação e o recolhimento das ofertas)
Nº 359 – HPD 1 – Te ofertamos nossos dons


ORAÇÃO DE INTERCESSÃO
Motivos de Oração:
1. Aniversariantes
2._______________________________________________________
3._______________________________________________________
4._______________________________________________________
5._______________________________________________________
6._______________________________________________________

Nosso Deus e Pai, achegamo-nos diante de ti para agradecer. Tantos são os motivos de agradecimento que temos, e queremos colocá-los diante de ti neste momento: Aniversariantes... pela vida, pela saúde, pela oportunidade do reencontro e, especialmente, por que hoje pudemos celebrar o dia das mães! Agradecemos Senhor, pela mãe que o senhor nos deu. Somos gratos a ela desde o dia em que nos concebeu e nos conheceu. Obrigado, Senhor, pelas mães de todas as cores e raças. Elas nos são sinais singelos do amor maior, assim como é o teu para conosco.
Tu és Emanuel, Deus conosco.

Por isso te trazemos também tudo que nós temos como comunidade para te pedir:
Colocamos diante de ti ____________________________________________________________
Lembramos de todas as pessoas que sofrem, sê com todos e livra-os do sofrimento.
Olha pelas autoridades civis, para que elas governem o país e sejam responsáveis naquilo que a elas foi designado.
Olha também pela tua Igreja, Una, Santa e Universal, para que continue firme no anúncio do Evangelho, podendo sempre seguir pelo Exemplo de Cristo, e lembrar de suas palavras quando ele nos disse para amarmos uns aos outros! Queremos ouvir o que tu nos ensinas e pôr em prática! Nós te pedimos isso, e agradecemos em nome do teu Filho amado, que nos ensinou a orar...

PAI NOSSO
Pai nosso ...

LITURGIA DE DESPEDIDA

AVISOS
Próximo Culto: ___/___/______ às ___:___ h.
Oferta último Culto: R$ _________ - destinada para ...
______________ _________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________

BÊNÇÃO
O Senhor te abençoe e te guarde. O Senhor faça resplandecer o seu rosto sobre ti e tenha misericórdia de ti. O Senhor, sobre ti levante o seu rosto e te dê a paz.
Assim, abençoe-te o Deus Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.

ENVIO
Vão em paz e Sirvam ao Senhor com alegria, podendo sempre dar graças a Deus!

CANTO FINAL
Nº 206 - HPD – Quão bondoso amigo é Cristo


Autor(a): Adriel Raach
Âmbito: IECLB / Sinodo: Mato Grosso
Área: Celebração / Nível: Celebração - Ano Eclesiástico / Subnível: Celebração - Ano Eclesiástico - Ciclo da Páscoa
Natureza do Domingo: Páscoa
Perfil do Domingo: 6º Domingo da Páscoa
Testamento: Novo / Livro: João / Capitulo: 15 / Versículo Inicial: 9 / Versículo Final: 17
Título da publicação: Caderno de Cultos - Sínodo Mato Grosso / Ano: 2015
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Prédica
ID: 32482
REDE DE RECURSOS
+
Ame o Senhor, seu Deus, com todo o coração, com toda a alma, com toda a mente e com todas as forças.
Marcos 12.30
© Copyright 2020 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br