Liturgia para a passagem do Advento para o Natal

15/12/2015


 Liturgia para a passagem do Advento para o Natal

Subsídio litúrgico

Preparação

Esta proposta litúrgica visa ajudar as comunidades, ou as famílias, a marcarem a passagem do Advento para o Natal. Ela pode ser utilizada tanto no encontro comunitário, na igreja, como no encontro familiar, em casa.

De preferência, esta liturgia seja usada no quarto Domingo de Advento.

No ambiente do culto, coloque a Coroa de Advento num lugar próximo à comunidade (no centro do altar, próximo ao corredor). Além das quatro velas usuais, é necessário ter uma vela maior – apagada - (de preferência, de cor diferente das demais velas da Coroa).

Iniciar o momento celebrativo com as velas da árvore natalina ou os pisca-piscas apagados.

As quatro velas da Coroa de Advento serão acesas somente após a Saudação, durante o Hino.

Acolhida

Chegamos ao fim do Advento! Durante as quatro últimas semanas vivemos na expectativa do Natal. Espera ansiosa por algo novo, por um mundo justo e renovado. Espera por uma boa notícia que nos alegre!

“E a Palavra se fez ser humano e habitou entre nós. E nós contemplamos a sua glória, glória do Filho, único do Pai, cheio de amor e fidelidade” (Jo 1.14).
Sejam bem vindos e bem vindas ao encontro com Deus!

Saudação

Em nome de Emanuel, Deus-conosco, que tornou-se gente e veio habitar entre nós, iniciamos este encontro comunitário. Que a Paz esteja entre nós! Amém.

Hino

(Escolher um hino de Advento. Enquanto cantam, acender as quatro velas da Coroa de Advento)

Memória da vida

Como reflexão e preparação para este encontro com Deus, com os irmãos e as irmãs, convido para que, em silêncio, relembremos as quatro últimas semanas, este tempo de Advento que antecede o Natal. Meditemos sobre os fatos marcantes da nossa vida pessoal, familiar, social e comunitária.

(Silêncio)

Oração

(Enfocar nesta oração o Espírito do Advento, relembrando a nossa vida diante de Deus: que somos frágeis, sofremos dores, enfrentamos perdas, doenças, catástrofes, esmorecemos na fé, vivemos num mundo em constante reconstrução (reconstrução de valores, da justiça, de relações solidárias ... Lembrar que Advento é sinal de que Deus ouviu, ouve e vê a aflição do seu povo e vem ao nosso encontro. O povo andava em trevas, por isso, Deus enviou o seu Filho para ser a nossa luz e nos ajudar a enfrentar a escuridão e enxergar novos caminhos. Nessa certeza, nos colocamos nas mãos de Deus, com tudo o que somos, vivemos e esperamos)

Hino

(Sugestão: HPD 3 ou HPD 7, estrofes 1 e 4)

Leitura bíblica

Meditação

Dinâmica da passagem do Advento para o Natal

(Pegar a vela que se encontra no centro da Coroa de Advento e dizer:)

O povo que andava em trevas viu grande luz e aos que viviam na região da sombra da morte, resplandeceu-lhes a luz;

(Em seguida, acender esta vela numa das quatro velas da Coroa de Advento. Apagar as quatro velas da Coroa de Advento e com a vela maior acesa, nas mãos, dizer:

Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu; o governo está sobre os seus ombros; e o seu nome será: maravilhoso Conselheiro, Deus forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz.

(Com a luz desta vela, acender as velas da árvore de Natal. Caso a árvore não tenha velas, colocar esta vela próxima à árvore e acender suas luzes – pisca-piscas)

Por causa deste menino-Deus que nasceu por nós e fez sua luz brilhar forte entre nós, podemos cantar Noite Feliz!

Hino HPD 13

Oração final

Pai nosso

Bênção

(Uma contribuição de Erli Mansk – coordenadora de liturgia – Advento de 2015)
 


Autor(a): Erli Mansk
Âmbito: IECLB
Área: Celebração / Nível: Celebração - Ano Eclesiástico / Subnível: Celebração - Ano Eclesiástico - Ciclo do Natal
Natureza do Texto: Liturgia
Perfil do Texto: Auxílio litúrgico
ID: 36234
REDE DE RECURSOS
+
Ainda não somos o que devemos ser, mas em tal seremos transformados. Nem tudo já aconteceu e nem tudo já foi feito, mas está em andamento. A vida cristã não é o fim, mas o caminho. Ainda nem tudo está luzindo e brilhando, mas tudo está melhorando.
Martim Lutero
© Copyright 2020 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br