Lucas 9.51-62 - 3° Domingo após Pentecostes - 30/06/2019

Caderno de Cultos 2019

30/06/2019

30/06/2019 - 3° Domingo após Pentecostes
Pregação: Lucas 9.51-62; Leituras: 1 Reis 19.15-16,19-21; Salmo 16; Gálatas 5.1,13-2
P. Valmiré Martin Littig – Chapadão do Sul - MS

LITURGIA DE ABERTURA

ACOLHIDA
Boa noite (bom dia) a todos e a todas! Saúdo-vos com o verso de Mateus 6.33 que diz: “Buscai, pois, em primeiro lugar, o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas.” Com este versículo desejo a vocês um bom culto e as boas vindas da mesma forma. Que o Espírito nos dê a capacidade de compreender a real importância de Deus nas nossas vidas e a importância de nos reunirmos no nome e na presença Dele.

Acolher os/as visitantes

CANTO DE ENTRADA
N° 150 – Livro de Canto – Buscai Primeiro

Ou: Nº ____________________________________________________
SAUDAÇÃO
Que a graça e a paz, da parte de Deus, o Pai, e do Senhor Jesus Cristo, o Filho, e do Espírito Santo, o Espírito que consola e anima estejam com todas e todos nós. Que o nosso encontro seja um momento de meditação, de conforto e de animo a todos. Portanto, invocamos a presença de Deus o Pai, o Filho e o Espírito Santo (+) Amém.

CANTOS DE INVOCAÇÃO
Nº 30 – Livro de Canto – Ó querido e bom Jesus

Ou: Nº ____________________________________________________

CONFISSÃO DE PECADOS
Confissão de pecados.
L.: Deus Todo-poderoso e cheio de misericórdia, chegamos a Ti em oração para pedirmos o Teu perdão e a Tua paz. Perdão Senhor, por muitas das vezes, em pensamentos, palavras e ações, nós causarmos o teu furor, desobedecendo aos teus ensinamentos. Quantas vezes colocamos outras coisas deste mundo no lugar que era para ser seu nas nossas vidas. Que a partir da Tua palavra possamos reconhecer a nossa situação de sermos pecadores e pecadoras, por isto de pedimos, não nos deixes cair em tentação, reconduza-nos novamente ao caminho da verdade e da vida. Senhor Deus, que a partir da vivência e da convivência com o próximo aprendamos, todos, a respeitarmos uns aos outros. Como comunidade, como corpo de Cristo, necessitamos do Teu perdão. Que a nossa verdadeira riqueza seja compreendida e assim também praticada, estando em primeiro lugar o Teu Reino, a nossa fé, as nossos amizades, o amor ao próximo. Compadeça-Te Senhor Deus, em nome de teu Filho Jesus Cristo, perdoa-nos todos os pecados e conceda-nos a força do teu Espírito Santo para melhorarmos a vida e, consequentemente, o meio em que vivemos. Isso nós te pedimos em nome de teu Filho, Jesus Cristo, o qual entregou a vida para a remição dos nossos pecados. Amém.


ANÚNCIO DO PERDÃO
O amor gracioso de nosso Deus, sempre acolhe a nossa confissão sincera e por sua graça e misericórdia podemos recomeçar nossa vida, perdoados e perdoadas, pois assim nos diz a sua palavra de Deus, em 1 João 1.9 - Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados, e nos purificar de toda a injustiça. Amparados nesta palavra podemos crer que nossos pecados foram perdoados em nome do Deus Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.

KYRIE
Neste mundo são muitos os gemidos, as dores de pessoas que sofrem por causa das diversas catástrofes naturais, a má administração política, as desigualdades sociais. Por isso queremos nos colocar em oração e pedir pelas dores deste mundo cantando: Pelas dores deste mundo….

GLÓRIA IN EXCELSIS
Deus é fiel. Ele nos enviou seu Filho, Jesus Cristo, para lavar nossos pecados. Enviou o Espírito Santo para nos consolar, animar e capacitar. Ele escuta o clamor do seu povo e vem através da Sua palavra e da Ceia. Por esta boa notícia nós o louvamos, cantando glória a Deus.

Nº 183 – Livro de Canto – Glorificado

ORAÇÃO DO DIA
Senhor Deus, Tu que sempre te mostras caminhando junto com aqueles que eram desprezados e desamparados. Esteja também agora em nosso meio nos orientando e nos auxiliando a entender e a compreender a tua palavra e a tua mensagem de amor, inclusão e de salvação para que possamos enxergar em Ti, enfim, o carro chefe da nossa vida, a coisa mais importante. E que possamos ser sal e luz no mundo. Isto nós te pedimos em nome de teu Filho, Jesus Cristo, que contigo e com o Espírito Santo, vive e reina, de eternidade a eternidade. Amém.

LITURGIA DA PALAVRA

LEITURAS BÍBLICAS
A palavra de Deus é orientação no caminho da vida. Por isto a ouçamos com devoção.

1ª Leitura Bíblica: 1 Reis 19.15-16,19-21

2ª Leitura Bíblica: Gálatas 5.1,13-2

CÂNTICO INTERMEDIÁRIO
Nº 15 – Livro de Canto – Tua Palavra é lâmpada


ACLAMAÇÃO DO EVANGELHO
Convido os que puderem, que se coloquem de pé, para aclamarmos o Evangelho do nosso Senhor Jesus Cristo cantando:

Nº 179 - Livro de Canto- Aleluia
3ª Leitura Bíblica: Lucas 9.51-62

PREGAÇÃO

Que a graça de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, o amor de Deus, o nosso Pai e a comunhão que nos dá o Espírito Santo, estejam conosco e nos ajudem no falar, ouvir, compreender e viver o ensinamento do Evangelho. Amém!

Prezada comunidade! Nesta palavra do Evangelho aparece o tema central da pregação de Jesus, qual seja: o Reino de Deus. Estas palavras foram ditas quando Jesus e seus discípulos estavam a caminho de Jerusalém. E neste texto nos deparamos com respostas que Jesus dá para 3 (três) pessoas que querem segui-lo:
1ª.- “As raposas têm as suas covas, e os pássaros, os seus ninhos. Mas o Filho do Homem não tem onde descansar.”
2ª.- “Deixe que os mortos sepultem os seus mortos. Mas você vá e anuncie o Reino de Deus.”
3ª.- “Quem começa a arar a terra e olha para trás não serve para o Reino de Deus.”

A partir destas três palavras-respostas somos confrontados e induzidos a reflexão da dimensão que tem o seguir a Jesus. Jesus coloca muito claro que antes da decisão passamos por uma prova de fogo na vida. Somos provados e desafiados em relação aos antigos costumes e jeitos de nossa vida. Em suma, seguir a Jesus é o mesmo que começar uma vida nova. “Eis que se faz tudo Novo”!

Para ser discípulo/a de Jesus Cristo é preciso se desgarrar, libertar da ganância pelo ter, se libertar do egoísmo. Ser discípulo/a é se libertar de leis que escravizam e massacram, é não concordar com tudo aquilo que não deixa a pessoa ser livre e ter vida de verdade.
Ser discípulo/a de Jesus Cristo é, a partir da fé, assumir um compromisso com a pregação, ensino e vivência do Reino de Deus.
Esta Palavra é muito propícia para este tempo em que vivemos que é de uma grande crise de responsabilidade e compromisso. Nos faz lembrar do tamanho da decisão que é seguir a Jesus. De tudo aquilo que precisamos abrir mão pra caminhar e cumprir com convicção o discipulado.

O chamado ao discipulado consiste na obediência de ouvir o chamado. E não é qualquer chamado é o chamado de Cristo. Neste chamado ao discipulado deve haver comprometimento com o chamador. Isto é graça e mandamento ao mesmo tempo. Por Cristo existir deve haver discipulado. Jesus Cristo é o mediador do Pai, e só ele pode chamar ao discipulado. Bonhoeffer, um pastor que viveu no tempo do Nazismo, usa como exemplo de chamado, o texto de Lc 9.56-62, texto que estamos meditando; no primeiro caso Jesus entende alguém que não sabe o que faz da vida e por isso deseja segui-lo; o segundo mostra interesse, mas primeiro precisa sepultar seu pai; no terceiro caso, a pessoa aceita o convite, mas precisa se despedir de sua casa. Nenhum destes entende o verdadeiro discipulado, pois ser discípulo é dar passos desligando-se de sua existência anterior. Jesus quer deixar claro que sua mensagem não é nova doutrina e sim nova criação da existência. Dando o primeiro passo o discípulo fica na situação de poder crer e o caminho para fé passa pela obediência em Cristo.
Só o crente é obediente, e só o obediente é que crê. Essa frase mostra a unidade indissolúvel de fé e obediência, ou seja, uma relação recíproca. Por tanto este primeiro passo ao discipulado não pode ser entendido como obra nossa, mas como algo que é feito em obediência à palavra de Jesus Cristo. Assim Cristo deve ter antes chamado, e é só com base na palavra que podemos dar o primeiro passo da fé. O primeiro passo de obediência já é um ato de fé na palavra.

Não se pode perguntar a sua fé ou a falta dela, antes obedece e ponha em prática imediatamente. A questão de ter fé e crer é muito subjetiva, aponta o autor. Muitas vezes a afirmação de que só o crente é o que é obediente envenena o ser humano com a graça barata.
Quando não seguimos a Jesus, não entendemos o verdadeiro chamado ao discipulado, quando não nos comprometemos com absolutamente nada, (lavar a louca do almoço, ajudar o necessitado, ir ao culto) e enchemos o pulmão de ar para falar que somos cristãos, fazemos da Graça preciosa de Cristo em Graça barata que o mundo oferece.
QUEM NÃO TEM DESCULPAS PARA VERDADEIRAMENTE SEGUIR A CRISTO?
O texto diz que só presta para o reino de Deus aquele/a que coloca a mão no arado para arar a terra e não olha para trás. E isso significa se colocar completamente a serviço de Deus na luta para aliviar as cargas dos outros, na luta pela saúde de todas as pessoas, na luta em favor de todos/as conforme a sua necessidade. Isso é compromisso com o discipulado.
A cruz é a base e tem extrema importância no chamado ao discipulado que Jesus faz. Na vida do Cristão a cruz não significa somente sofrimento, mas rejeição por amor de cristo. A cruz é sofrer com o próprio cristo. A união de Cristo ao discipulado nos apresenta a cruz. Então cada qual carregue a sua cruz. Ao entrar no discipulado de Cristo reconhecerá sua cruz através da comunhão com Jesus. O oposto do discipulado é envergonhar-se de Cristo, envergonhar-se da cruz, escandalizar-se por causa da cruz.
Ali onde se opta pelo caminho da cruz, ali onde Jesus Cristo é nossa força motivadora, é possível ser comunidade, viver em família, experimentar o perdão, e se sentir igual.
E agora, o que significa isto de maneira concreta, na prática do nosso dia a dia?
- Pensemos de como está o nosso empenho na educação de nosso filhos. Como e quando nos sobra tempo para ensinarmos o verdadeiro discipulado? Ou isso é só trabalho da Igreja?
-Na Igreja, como é a nossa participação na pregação do Reino de Deus? O que tem nos levado a fé?
- Será que nos preocupamos com as famílias carentes? Afastadas? Enlutadas? Os velhos? Doentes? Brigadas? ...
- Isto, na verdade, não é fácil, mas é a condição para alguém que quer ser discípulo/a, quer seguir a Cristo.
- Isto é lutar por um mundo novo, isto é pegar no arado e não olhar para trás. Isto é viver a partir da cruz. Tudo isto deve ser feito por nós por causa de Jesus, por causa do que Jesus fez por nós na cruz.
Muitas vezes escutei que o bom Cristão precisa olhar pelo retrovisor da vida. Concordo com essa frase, mas quando se olha demais e busca com isso um turbilhão de desculpas para não seguir a Jesus, tá na hora de repensar a sua existência, o que te move, o que te dá a vida e olhar para o arado de Cristo.
- A fé em que Jesus verdadeiramente morreu por nosso pecado, nos dá forças para esta luta, que com certeza não é fácil. Mas ao mesmo tempo ela nos dá forças para a transformação deste mundo, fazendo dele um mundo novo, assim como quando se ara a terra, um mundo novo no qual possa existir sinais com bons frutos de amor.
- Que Deus nos abençoe! Amém.

CONFISSÃO DE FÉ
Coloquemo-nos de pé, e professemos a nossa fé no Deus triúno, com as palavras do Credo Apostólico; Creio em Deus Pai.....

Creio em Deus Pai, ...

CANTO PÓS-CONFISSÃO (proceder motivação e o recolhimento das ofertas)
Nº 320 – Livro de Canto – Senhor se Tu me Chamas

ORAÇÃO DE INTERCESSÃO
Motivos de Oração:
1. Aniversariantes
2._______________________________________________________
3._______________________________________________________
Deus renova a Tua presença entre nós, na oração e no testemunho comum de teu povo. Pedimos que olhes pelas autoridades civis, para que estas possam com dignidade cumprir a tarefa que lhes foi confiada. Sê Tu com as autoridades religiosas, para que possam anunciar de forma humilde e sincera a boa notícia que é teu Evangelho. Queremos aqui também, lembrar de todas as pessoas doentes, pessoas que sofreram perdas, aqueles que sofrem com secas, fome, luto. Que Tu possas estar amparando todas as pessoas que sofrem privações. Que elas sempre se lembrem de colocar em primeiro lugar o teu Reino, a tua justiça, na certeza de que todo o resto nos será acrescentado. Na unidade em Cristo vamos nos unir e orar juntos as palavras que o próprio Jesus assim nos ensinou a dizer: Pai nosso.......

PAI NOSSO
LITURGIA DE DESPEDIDA

AVISOS
Próximo Culto: ___/___/______ às ___:___ h.
Oferta do último Culto: R$ _________ - destinada para ...
______________ _________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
BÊNÇÃO
Deus abençoe o pedaço de chão sobre o qual você se encontra agora. Que Ele abençoe o caminho que agora você inicia a percorrer. Que Ele abençoe o objetivo que agora você tem pela frente. Em nome do Pai, do Filho e do ES. (+) Amém.


ENVIO
Nosso compromisso como cristãos e cristãs não termina neste culto. Ele continua no serviço, na oração, no consolo e no amor que prestamos ao mundo no nosso dia-a-dia. Deus, assim, nos envia com o seu Santo Espírito. Na confiança que Ele está conosco, vão em paz e sirvam ao Senhor com alegria.

CANTO FINAL
Nº 594 – Livro de Canto – Eu Quero pertencer-te


 


Autor(a): Pastor Valmiré Martin Littig
Âmbito: IECLB / Sinodo: Mato Grosso
Área: Celebração / Nível: Celebração - Ano Eclesiástico / Subnível: Celebração - Ano Eclesiástico - Ciclo do Tempo Comum
Natureza do Domingo: Pentecostes
Perfil do Domingo: 3º Domingo após Pentecostes
Testamento: Novo / Livro: Lucas / Capitulo: 9 / Versículo Inicial: 51 / Versículo Final: 62
Título da publicação: Caderno de Cultos - Sínodo Mato Grosso / Ano: 2019
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Prédica
ID: 50529
REDE DE RECURSOS
+
Tenham entre vocês o mesmo modo de pensar que Cristo Jesus tinha.
Filipenses 2.5
© Copyright 2019 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br