Mensagem da Presidência - Dia da Reforma 2009

31/10/2009

“Dia 31 de outubro comemoramos o Dia da Reforma.

Trata-se de uma data importante, celebrada em todo mundo pelas Igrejas do Protestantismo. Mas é uma data particularmente importante para as Igrejas Luteranas e, portanto, também para a Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - IECLB.

Isso porque no dia 31 de outubro de 1517, o então Monge Martim Lutero pregou as 95 Teses na porta da igreja do castelo de Wittenberg e esta data passou a ser considerada a data histórica do surgimento da Reforma.

Do que se tratou na Reforma? Lutero vivia angustiado com uma pergunta pela Salvação. Temia ser condenado. Perguntava-se por um Deus misericordioso e gracioso que pudesse lhe conceder a Salvação, mas temia ser condenado por um Deus justo, que não pode tolerar o pecado, até que descobriu na escritura o versículo do Apóstolo Paulo, na Carta aos Romanos, o capítulo 1, versículo 17: “Visto que a justiça de Deus se revela no Evangelho, de fé em fé, como está escrito: ‘O justo viverá por Fé’.” Aí descobriu que a justiça de Deus não é uma justiça que pune o pecador, mas é uma justiça que concede a Graça de Deus para todo aquele que crê, e isto foi uma libertação pessoal para ele.

A partir daí se desenvolveram muitos outros aspectos relevantes da Teologia de Lutero. Entre eles, bem conhecidos são: “Somente pela Graça”, “Somente pela Fé”, “Somente Cristo que concede a Salvação” e “Somente pela Escritura”, a escritura, a Bíblia como única fonte e norma de Fé. Naturalmente temos também as confissões, mas sempre derivadas da Escritura e interpretativas da Escritura.

Estes aspectos são comuns a muitas Igrejas do Protestantismo, mas as Igrejas Luteranas têm ainda algum aspecto especial, por exemplo: Lutero enfatizou uma Teologia da Cruz, portanto não enfatizava a Glória humana, a Glória da Igreja, não se exaltava, mas permanecia muito sóbrio, sabendo que no seguimento de Jesus Cristo passamos também por tribulações e, mesmo quando cremos em Jesus Cristo, continuamos sendo pessoas pecadoras e, portanto, sempre carentes do amor de Deus.

E Lutero enfatizou também a Liberdade Cristã. A liberdade dos filhos e das filhas de Deus, que se sabem unidos a Deus, justificados por Deus e portanto têm uma liberdade plena, mas podem usar esta liberdade no amor ao próximo. Tornam-se servos do próximo, atendendo-os nas suas necessidades, portanto: livres na fé, servos no amor.

Estes aspectos constituem a mensagem do Dia da Reforma.

Portanto, convido a todos e todas vocês a que neste dia 31 de outubro celebrem o Dia da Reforma em suas Comunidades.”

Walter Altmann
Pastor Presidente da IECLB

MÍDIATECA
REDE DE RECURSOS
+
Não há pecado maior do que não crermos no perdão dos pecados. Este é o pecado contra o Espírito Santo.
Martim Lutero
© Copyright 2021 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br