Surgem anjos proclamando

Comentário e Reflexão

29/06/2012


HPD nº 20 – Surgem anjos proclamando


Les anges dans nos campagnes
Ont entonné l'hymne des cieux
Et l'écho de nos montagnes
Redit ce chant mélodieux
|: Gloria in excelsis Deo! :|

Este belo hino de Natal (HPD nº 20) comunica de uma maneira maravilhosa a mensagem de Lucas 2, 1-20. Por todo o cântico, a frase “Glória a Deus nas Alturas” se destaca. Os anjos surgem cantando-a ao ver o Menino Jesus, os pastores adicionam seus louvores ao dos anjos. Esta criança no berço rude é o Salvador amado! Por isto, nós, com todos os povos e tribos também devemos celebrá-lo. Homens e anjos glorificam a Deus e adoram ao Infante celestial porque reconhecem que Ele já possui a glória e majestade de Deus. Ele merece o nosso amor, porque nos trouxe a paz com Deus que não merecíamos, paz que é parte integral da sua salvação.

O autor do texto original em francês é desconhecido. Lieselotte Holzmeister (1921-1994), indicada como autora deste hino no HPD, fez a tradução do francês para o alemão. A tradução para o português foi feita por Isaac Nicolau Salum (1913-1993) em 1942. Baseado na tradução dele e o texto alemão a Comissão do Hinário adaptou o texto publicado no HPD.

A história deste hino leva-nos para áreas culturais da França. Ao observar o texto nota-se que o estribilho é em latim, as estrofes, no entanto, em português. Além disso também a melodia das estrofes é bem diferente da melodia do estribilho. As estrofes de duas vezes quatro compassos repetem praticamente quatro vezes os mesmos dois compassos. A disposição do texto é silábica. A melodia singela é construída por somente cinco notas. Por outro lado repara-se que o estribilho começa com um extenso ornamento melódico de quatro compassos na palavra Gló-ria, seguidos por dois compassos da frase silábica final.

Estas diferenças entre as estrofes e o estribilho levam à conclusão de que as duas partes têm diferentes origens. O texto latino com o ornamento melismático permite a suposição de que se trate dum canto litúrgico antigo. E as estrofes podem ter nascidas como canção popular francesa. Não se sabe quando e onde as duas partes foram unidas. Indícios deste belo hino de Natal encontram-se somente a partir do século XVIII. Provavelmente trata-se de uma antiga canção do sul da França. Pois ali os pastores de ovelhas costumavam saudar-se na noite de Natal com melodias de Glória in excelsis Deo. Este costume, unido com uma canção popular natalina, pode ter dado origem ao hino Surgem anjos proclamando.

Principalmente na França e na Inglaterra este hino está amplamente difundido. Os mais antigos cânticos do Natal de origem popular francesa datam do séc. XI. Eram cantos espirituais em honra a Nosso Senhor. Floresceram especialmente no séc. XVI e ao longo dos séculos, pouco a pouco ilustres músicos passaram a fazer arranjos, harmonizações e coleções destes cânticos.

Fonte:

- www.musicaeadoracao.com.br/hinos/historia_hinos. . e:

- www.singen-mit-kindern.de
 


Autor(a): Leonhard Creutzberg
Âmbito: IECLB
Área: Celebração / Nível: Celebração - Ano Eclesiástico / Subnível: Celebração - Ano Eclesiástico - Ciclo do Natal
Hino: 20. Surgem anjos
Título da publicação: Hinos do Povo de Deus Comentados / Ano: 2012
Natureza do Texto: Música
Perfil do Texto: Comentário ou reflexão sobre hino
ID: 15411
REDE DE RECURSOS
+
A Bíblia é uma erva: quanto mais se manuseia, mais perfume ela exala.
Martim Lutero
© Copyright 2019 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br