Breve Histórico da Comunidade Evangélica de Confissão Luterana em Rolândia/PR

19/05/2016

COMUNIDADE EVANGÉLICA DE CONFISSÃO LUTERANA EM ROLÂNDIA

BREVE HISTÓRICO

Numa carta datada de 30 de outubro de 1933, o ministro Erich Koch-Weser solicitou ao Conselho Maior da Igreja Evangélica da Alemanha (Evangelische Kirche in Deutschland) que enviasse um Pastor para Rolândia, isso porque o contingente de famílias de imigrantes Europeus no Norte do Paraná havia crescido consideravelmente.

Durante os anos de 1933 e 1934 a Comunidade “Heimtal” (como também era chamada) era por diversas vezes visitada pelo Pastor Heinrich Wrede da Colônia Riograndense no Estado de São Paulo, realizando celebrações com batismos e confirmação, auxiliando de tempo em tempo, os queridos/as desta região.

Achando o serviço eclesiástico insuficiente, em agosto de 1934, o “Gemeindeverband” enviou à Rolândia o Pastor Theo Rogowsky para exercer as atividades pastorais temporariamente. Neste tempo atenderia Nova Danzig (Cambé), Londrina e Rolândia.

Em fins de 1935, o “Sínodo Evangélico Luterano de Santa Catarina, Paraná e outros Estados”, com sede em Joinville/SC, teve a incumbência de deliberar junto aos colonizadores evangélicos desta região, a fundação de uma nova comunidade Evangélica Luterana.

Em telegrama, datado de janeiro de 1936, pode-se ler o anúncio da chegada do Pastor Johan Georg Zischler (mais conhecido como Hans Zischler) em 04 de janeiro de 1936. Hans Zischler foi o primeiro Pároco da Evangelisch-Luterische Gemeinde Roland/Comunidade Evangélico Luterana de Rolândia (assim consta nos livros de registros de Batismos e Bênçãos Matrimoniais). Zischler nasceu em Obenbrunn-Alemanha e formou-se missionário no seminário em Neundettelsau na Baviera que formava missionários para o Exterior. O Pastor Zischler permaneceu na Comunidade Evangélica Luterana de Rolândia por 26 anos, até 1962.

Sendo assim, (como consta na ata de fundação) no dia 29 de março de 1936, reunidos em culto festivo, foi fundada a Comunidade Evangélica Luterana em Rolândia. Como a comunidade ainda não possuia templo, o culto foi realizado na “Escola Alemã” que já existia neste tempo e funcionava atendendo as demandas educacionais. Também, com muita alegria, neste culto seis famílias de Nova Danzig (Cambé) se filiaram à nova comunidade.

Os integrantes do primeiro presbitério (Gemeinde Vorsitzender) tinham: como (1ª Vorsitzender) presidente o Sr. Otto Hesse, (2ª Vorsitzender), vice-presidente o Sr. Max Eidam, (Kassierer) tesoureiro o Sr. Helmut Glodius e (1ª Schriftsteller/escritor, como era denomindo naquele tempo) o Sr. Erich Kahl. Como colaborador leigo foi designado o Sr. Johann Müller (estes nomes, de igual forma, estão registrados na ata de fundação). No ano de fundação a Comunidade era composta por 103 famílias membro.

A comunidade não tinha casa pastoral. Como conta o P. Zischler: “a comunidade de Rolândia começou, com pouco entusiasmo, a construção da residência para seu Pastor. Finalmente, depois de muitas dificuldades, a família do Pastor conseguiu entrar na casa pastoral”. Isso aconteceu no dia 17 de julho de 1937.

Em 27 de outubro de 1946 foi lançada a pedra fundamental do templo e após três anos de muito trabalho e mutirões, em 4 de setembro de 1949 foi realizada a “consagração da igreja” (como relata Zischler) com a presença do “Präses Schlünzen”. “Este dia foi um dia de júbilo para a nossa comunidade”, escreve Zischler.

“Pela graça de Deus e de atividades dos membros”, foi construída e inaugurada em 03 de julho de 1950 (1957) a “Jugendheim”, casa/lar da Juventude tendo em vista que já existia um grupo de jovens estruturado desde 1946. A construção prevalece preservada e hoje é usado como salão comunitário.

Em 31 de Dezembro de 1953 foram inaugurados os três sinos da igreja, encomendados e fundidos pela Firma Irmãos Müller de Curitiba, com as inscrições: (Glauben) Fé, com 540 kg; (Liebe) Amor, com 310 kg e (Hoffnung) Esperança, com 195 kg. Os sinos, como relatam vários membros da comunidade, são um símbolo marcante e significativo para esta família de Deus.

Mais tarde, em julho de 1977 foi inaugurado o “Barracão” de Festas que recebera carinhosamente o nome do P. Hans Zischler, que uma parte ainda está preservada até os dias de hoje. E em agosto de 1979, a inauguração da casa pastoral (hoje casa ministerial) assim como ela se encontra hoje.
De acordo com os registros da comunidade, todas as obras/construções foram realizadas com contribuições dos próprios membros.

Atuaram durante estes anos os Pastores: ROGOWSKI, Theo; Pastor ZISCHLER, Johan Georg, (1936-1962) (1º Pastor efetivo enviado pela igreja); FISCHER, Jürgen (1963-1972); MÜHLHÄUSSER, Hermann (1973-1981); SCHMITZ, Heinrich (1982-1987); RAVACHE, Edgar (1988-1991); LEBTAG, Reine Luiz (1992-1998); SANTORO, Elemar (1999-2001); SCHUBERT, Waldir (2002-2004); BIEHL, Diego (2005-2011); SCHULZ, Allan (2012-2015); PAGUNG, Renato Francisco, atualmente.

Termino com as palavras do próprio P. Hans Zischler escritas em 1955: “Olhando para trás, de 19 anos de serviço, só podemos agradecer à Deus por sua bondade e misericórdia para conosco. Vamos pedir-lhe que abençoe tudo o que fazemos em seu glorioso nome”. (Assina: Hans Zischker, Pastor).

Pastor Renato Francisco Pagung
 

HISTÓRIA
+
Jamais alguém pode louvar a Deus sem que antes o ame. Da mesma forma, ninguém pode amar Deus se não conhece Deus do modo mais amável e perfeito.
Martim Lutero
© Copyright 2022 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br