10 de junho de 1888: nascimento do “Sonntagsblatt”

CADERNO DOMINICAL

01/08/1988

10 de junho de 1888: nascimento do “Sonntagsblatt”

P. Dr. Joachim Fischer

No primeiro número do Sonntagsblatt der Riograndenser Synode (Folha Dominical do Sínodo Rio-grandense) do ano de 1936, o pastor Hermann Dohms (1887 -1956), presidente do Sínodo e redator do Sonntagsblatt, escreveu:

A passagem do ano (de 1935 para 1936) desta vez tem um significado todo especial para o Sonntagsblatt e a comunhão à qual serve. O “Sonntagsblatt” inicia com esta edição o seu 50° ano. O Sínodo Riograndense comemora, em 20 de maio deste ano, os 50 anos de sua existência!'

O aviso sobre o jubileu de ouro do Sínodo Riograndense era correto, pois o Sínodo fora fundado em 20 de maio de 1886. Mas para o Sonntagsblatt (Folha Dominical), na verdade, ainda não havia chegado o momento de comemorar seu jubileu de ouro. Em fins de 1936, o semanário completou 48 anos e meio de existência. Seu primeiro número saiu em 10 de junho de 1888. Completaria seu 50° ano em meados de 1938. Houve, pois, uma diferença de um ano e meio. Certamente é um caso único que alguém comemora seu 50° aniversário 48 anos e meio após seu nascimento.

O verdadeiro dia do nascimento

Segundo Erich Fausel, em seu livro sobre o pastor Dr. Wilhelm Rotermund (1843 - 1925), o jornal do Sínodo Rio-grandense inicialmente foi publicado como caderno dominical do jornal Deutsche Post (Correio Alemão), que Rotermund editou em São Leopoldo. Durante muitos anos, seu nome era Sonntagsblatt für die evangelischen Gemeinden in Brasilien (Folha Dominical para as Comunidades Evangélicas no Brasil).

Em pouco tempo, o Sonntagsblatt, mais tarde editado em separado, tornou-se o periódico com a maior divulgação entre os publicados em língua alemã no Brasil. No Arquivo Histórico da IECLB não possuímos mais o primeiro número. A edição mais antiga que temos é a de n° 4. que leva a data de 1° de julho de 1888. Como se tratava de um semanário, o primeiro número deve ter saído em 10 de junho daquele ano. Este, pois, é o verdadeiro dia do nascimento do Sonntagsblatt.

As primeiras mudanças

A primeira pequena mudança no Sonntagsblatt aconteceu em 1890. Aparentemente, a redação quis iniciar a contagem de um novo ano do periódico sempre no início de julho. O n° 1 do ano 3 ainda foi editado normalmente, ou seja, em 8 de junho de 1890. Mas a publicação do n° 2 foi atrasada por cinco semanas. Só saiu em 20 de julho. Desde então, um ano do Sonntagsblatt se estendeu até junho do ano civil seguinte, como mostra a leitura atenta dos cabeçalhos.

Outra mudança ocorreu em 1893. Tudo indica que estava relacionada com a renúncia do pastor Dr. Rotermund ao cargo de presidente do Sínodo Riograndense (abril de 1893). Até então ele tinha sido redator do Sonntagsblatt, que editou e imprimiu em sua Livraria Evangélica, em São Leopoldo. Após a renúncia, o periódico continuou sendo impresso na gráfica de Rotermund. Mas o redator passou a ser o pastor Paul Dohms (1859 - 1900). de Sapiranga, e a editora, a Caixa de Auxílio a Viúvas e órfãos de Pastores.


Voltar para índice de Um Século de História de Nossa Imprensa 
 


Autor(a): Joachim Fischer
Âmbito: IECLB
ID: 32153
HISTÓRIA
+
Um cristão é um ser alegre, mesmo que passe pelo maior desgosto, pois o seu coração se alegra em Deus.
Martim Lutero
© Copyright 2024 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br