IECLB em Cosmópolis recebe CONGRATULAÇÕES na Câmara

Em nome da Comunidade Pastor Evandro apresente 9,5 Teses

30/10/2017

22860155_1494001814009454_4611115811020812203_o
22861499_1494001737342795_6727214743328570696_o
22904956_1494001810676121_4194662033469814588_o
22904940_1494001824009453_6054789948576012974_o
23116653_1494001884009447_5976791325353297106_o
1 | 1
Ampliar

Por meio de Moção nº 37/2017 aprovada por unanimidade a presentada pela Vereadora Cristiane Paes e demais vereadores do Bloco Palamentar, a Igreja Evangélica de Confissão Luterana em Cosmópolis recebeu na noite desta segunda feira, véspera do 31 de outubro de 2017, CONGRATULAÇÕES pelos 115 anos de fundação na cidade e pelos 500 anos de REforma Luteramna-Protestante. 

No momemnte da apresentação de Requerimento a Veradora argumentou emocionada a forma com que foi recebida e se sentiu bem nas diferetnes atividades da comunidade durantes os festejos dos 115 e 500 ano e destacou a presença histórica da comnunidade tantp nos primordios com o templo no sítiio, como também atualmente.

Após a votação da Moção todas as pessoas da comunidade presentes foram convidadas a vir a frente para receberem munto com seu pastor o documento de reconhecimnento e gratidão. Na sequencia foi franqueada a palavra à Conunidade sendo que o Partor Evandro Meurer fez uso, apresentando 

9,5 - 9 Teses e meia pelos 500 anos da Reforma: 

1ª Lutero não inventou a roda. Ela já vinha girando. Outros antes dele propuseram mudanças, reformas. Excomunhão e fogueira foi o destino de Pedro Valdo, John Wykliff e Jan Huss.
2ª Desta vez, a Conjuntura estava propícia para a Reforma. Cristóvão Colombo, Nicolau Copérnico, Johanes Guthenberg também ajudavam a transformar o mundo no início do Século XVI. Tudo conspirava ou, quem sabe, inspirava, para o surgimento de um novo mundo.
3ª Lutero, de forma alguma queria, não imaginava e nem sequer incentivou o nascimento de um movimento reformador ou criador de uma nova Igreja. Ele se inicia em 1529, 12 anos, portanto depois das 95 Teses, com uma Carta de Protesto assinada por um grupo de príncipes que defendiam as mudanças em andamento.
4ª As mulheres também fizeram a diferença na Reforma. Apesar da sociedade machista Katharina von Bora, Elisabeth Cruciger, Argula von Grumbach e Elisabeth de Brandenburg se destacaram na administração, música, na Teologia e na independência.
5ª O mais belo gesto não seria propriamente uma celebração dos 500 anos, mas uma confissão de pecados, uma grande penitência, por não termos nos mantidos unidos como seguidores e seguidoras do mesmo Cristo.
6ª 300 anos depois destes acontecimentos, a Reforma entra no Brasil pelas florestas. A Comunidade Evangélica de Confissão Luterana de Cosmópolis, filiada a IECLB, é herdeira da teologia e vida nascida a partir de Lutero. E a Bíblica e o Hinário Luterano entraram no Brasil pelas trilhas da colonização, erguendo igrejas e escolas na nova pátria.
7ª As duas Grandes Guerras deixaram suas marcas da repressão religiosa, “bulling” se diria hoje, sofridos por causa da relação que se fazia com a língua alemã que os luteranos falavam. Celebrar 115 anos de existência e presença sem esquecer este detalhe é minimizar a força e fé de luteranos e luteranas “funilenses”, “campo salenses” e hoje cosmopolenses.
8ª Ao sermos congratulados nesta noite, esta Casa Legislativa resgata um pouco mais da dignidade perdida e sofrida e, por outro lado, nos ergue mais ainda, nos impulsionando a dar nosso testemunho de vida e ação nesta cidade. Comprovando que as Reformas continuam sempre necessárias, tanto no campo religioso quanto no campo sócio-político.
9ª O mundo espera de nós atenção a três grandes “ECOS” grandemente afetados em nossa conjuntura atual: a ECOnomia! Carecemos de novas formas, ÉTICAS, de lidar com a economia de nossos lares, mas também nas gestões públicas e de governo. A ECOlogia! Nosso mundo geme pelo, “des-sustento”, descaso e descuido com a natureza e a criação. E por fim, O ECUmenismo! Carecemos de menos conflitos e mais comunhão religiosa. A começar pelo cristianismo brasileiro.
9,5ª O que será de amanhã …. “32 de outubro”? O que serão destes outros 500 que estão a nossa frente? Essa última Tese fica incompleta e deve ser afirmação pessoal de cada um e cada uma de nós. Desejamos assumir e arcar com as consequências advindas de enfrentarmos as mudanças que nosso mundo, nosso país, nossa cidade precisa? Luteranos/as ou não! Vereadores/as ou não! Somos nós que escreveremos a história que segue. Esperamos que seja na base da FÉ, DA ESCRITURA, DA GRAÇA E DO CRISTO. E que as REFORMAS QUE ALCANÇAREMOS sejam somente PARA A GLÓRIA DE DEUS.
Muito obrigado
 

COMUNICAÇÃO
+
Antes de vocês pedirem, o Pai de vocês já sabe o que vocês precisam.
Mateus 6.8
© Copyright 2022 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br