Orna-te, minha alma amada

LCI 281

09/10/1656

1. Orna-te, minha alma amada,
deixa as trevas, apressada;
vem à santa luz radiosa,
fulge nela, esplendorosa.
O Senhor da graça e vida
vem a ti e te convida;
o que todo o céu governa
busca em ti morada eterna.

2. Coração esperançoso, 
busca o Salvador bondoso.
Com seu Verbo, que conforta,
ele bate à tua porta.
Vai abrir-lhe sem demora,
lança-te a seus pés e implora:
Fica, ó Salvador, comigo,
eu anseio estar contigo.

3. Cristo, sol em minha via,
meu prazer, minha alegria; 
Cristo, fonte de bondade,
luz da vida e da verdade: 
Eu me inclino reverente — 
que eu receba dignamente 
este teu manjar celeste 
que por teu amor nos deste.

4. Teu amor fiel, profundo, 
trouxe-te, Senhor ao mundo. 
Por teu povo a vida deste, 
morte atroz na cruz sofreste. 
O teu sangue derramado 
resgatou-nos do pecado; 
tua graça desmedida 
dê alento à nossa vida.

5. Vero pão, Jesus benigno, 
não permitas que eu indigno, 
ou descrente, ou com vileza, 
me aproxime à santa mesa. 
Faze que reconheçamos 
teu amor e que sejamos, 
entre os bem- aventurados, 
teus benditos convidados! 


Autor da letra: Johann Franck

Autor da melodia: Johann Crüger



  
 


Autor(a): Johann Franck
Âmbito: IECLB
Hino: 143. Orna-te, minh'alma amada
Natureza do Texto: Música
Perfil do Texto: Hino
ID: 28957
MÍDIATECA
REDE DE RECURSOS
+
Jesus Cristo diz: Eu sou a luz do mundo; quem me segue nunca andará na escuridão, mas terá a luz da vida.
João 8.12
© Copyright 2019 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br