Primeiro veículo surgiu há 92 anos

IMPRENSA EM SC E PR

01/08/1988


Ao lado do Sonntagsblatt (Folha Dominical), criado pelo pastor Dr. Wilhelm Rotermund, em 1888, no então Sínodo Riograndense, outros quatro jornais foram criados nos diversos Sínodos existentes, ampliando, assim, os veículos da chamada grande imprensa já existente na Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil.

Esta edição retrata, através de artigo do pastor Friedrich Gierus, a história do Sonntagsblatt für die evangelischen Gemeinden ir Santa Catarina (Folha Dominical para as Comunidades Evangélicas em Santa Catarina), nascido em 18%; e do Christenbote (Mensageiro do Evangelho), que surgiu em 1905.

A história do jornal Der Heimatbote (O Mensageiro da Pátria) — a folha de notícias das comunidades luteranas no Espírito Santo —, que surgiu pela primeira vez em 1935, é relatada por Ingelore Starke Koch (da redação do Jornal Evangélico) para o português, e pelo pastor Siegmund Wanke, ex-redator do Heimatbote, para a parte em alemão.

Asclepíades Pommê, membro ativo da União Paroquial de São Paulo, conta sobre a vida do Kreuz im Süden (A cruz no Sul), nasddo em 1936 como Folha Paroquial Alemã-Evangélica da Comunidade Evangélica de São Paulo e Vila Mariana. A Folha Dominical, a Voz do Evangelho e Cruz no Sul seriam fusionados para a criação do jornal nacional da IECLB: o Jornal Evangélico.


Primeiro veículo surgiu há 92 anos

P. Friedrich Gierus 

Quando assumi, em dezembro de 1969, junto com o pastor Nelso Weingaertner, a redação do então órgão oficial do Sínodo Evangélico Luterano Unido de Santa Catarina e Paraná, denominado Voz do Evangelho, não sabia duas coisas: que os dias deste jornal regional estavam contados; e que o periódico já havia transcorrido uma história de aproximadamente 75 anos! 

O jubileu de 100 anos de imprensa evangélica nos motivou a vasculhar o passado em busca de informações sobre o trabalho jornalístico da nossa Igreja no passado, especificamente na área de Santa Catarina e Paraná.

Graças à generosidade dos filhos do pastor Heinrich Bühler (pároco em Indaial, SC, durante o período de 1923 a 1953), que doaram toda a coleção de jornais e a biblioteca do pai à 2ª. Região Eclesiástica, tivemos condições de juntar os dados que publicamos a seguir. 

Christenbote 

O primeiro jornal evangélico que circulou a partir de 1896, em Santa Catarina, foi a Folha Dominical para as Comunidades Evangélicas em Santa Catarina (Sonntagsblatt für die evangelischen Gemeinden in Santa Catarina). O redator responsável era o pastor de Brusque, Wilhelm Lange. Este jornal, editado em alemão, interligava as Comunidades evangélicas que posteriormente formaram o Sínodo Evangélico de Santa Catarina e Paraná. O periódico era conhecido sob a denominação de Folha Dominical Blumenauense (Blumenauer Sonntagsblatt), e foi editado sob os auspícios da Conferência Pastoral Evangélica de Santa Catharina. 

A partir de janeiro de 1908 foi substituído pelo Mensageiro Christão (Christenbote), que se tornara o elo de ligação entre as comunidades evangélicas em Santa Catarina e Brasil Central de língua alemã. Os editores a partir de 1912 foram a Conferência Pastoral Evangélica de Santa Catarina e o Sínodo do Brasil Central. 

Evangelisch-Lutherisches Gemeindeblatt” 

Sobre esta mudança tomamos conhecimento através de uma nota breve no periódico do Sínodo Evangélico Luterano de Santa Catarina, Paraná e outros Estados, denominado Evangelisch-Lutherisches Gemeindeblatt. Este jornal publica na edição n° 8, de fevereiro de 1908, o seguinte: 'A Folha Dominical Blumenauense parou de existir com o término do ano passado. Em seu lugar, os seus pais editam agora uma folha mensal com o nome 'Der Christenbote' (O Mensageiro Cristão). Esta folha, por um lado, quer publicar tudo que é de valor e de conhecimento e serve aos interesses das Comunidades de seus autores e, por outro lado, quer ser uma orientadora no que diz respeito às perguntas importantes e referente aos acontecimentos na área da vida eclesiástica de cunho evangélico e à Igreja da antiga pátria. 

Com esta observação mencionamos a existência de um periódico eclesiástico que também circulava na área geográfica do Christenbote, ou seja em Santa Catarina e Paraná. Ele foi fundado em 1905 e teve sua primeira edição em julho do mesmo ano- A redação estava nas mãos do pastor Gottfried Riegel, de Inselstrasse (Joinville). Os motivos que levaram à edição deste periódico foram a necessidade de unir as comunidades luteranas e edificá-las na fé e na doutrina luterana... Relataremos também sobre acontecimentos importantes na Igreja ... e pretendemos recuperar a história esquecida da Igreja para que nossas comunidades reconheçam a rocha da qual foram esculpidas (Isaías 51.1)... O meio mais poderoso que serve para edificação das nossas Comunidades é a pura doutrina da Sagrada Escritura. Promover esta será nossa tarefa principal...” 


Voltar para índice de Um Século de História de Nossa Imprensa 

 


Autor(a): Friedrich Gierus
Âmbito: IECLB
ID: 32158
HISTÓRIA
+
Eu recomendo que ninguém exponha os seus filhos a lugar algum no qual a Escritura Sagrada não reina.
Martim Lutero
© Copyright 2024 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br