Propostas de dinâmicas

28/08/2014

PROPOSTAS DE DINÂMICAS

Todas as propostas de dinâmicas podem ter suas discussões baseadas, ampliadas e aprofundadas a partir dos subsídios teóricos apresentados anteriormente. O objetivo das dinâmicas é propor atividades manuais e criativas que contribuam para a reflexão a respeito do tema da Cartilha de forma mais leve, complementando a bagagem dos textos teóricos. Essas atividades serão propostas de forma livre para que cada realidade local possa fazer as adequações necessárias e montar o formato mais adequado.

INCLUINDO O DIVERSO

Organize vários grupos e distribua entre eles cinco triângulos e um retângulo nos moldes da imagem abaixo. Confeccione os triângulos com cartolina ou EVA, lembrando que as partes menores deverão ser de cores diferentes aos dos triângulos maiores.

[Veja imagem anexa.]

A missão de cada grupo é construir uma figura geométrica, por exemplo, um quadrado. Poderão sobrar peças ou até mesmo faltar uma peça. A ideia é fazer com que se reflita sobre caminhos e dificuldades para realizar inclusão. Depois de um determinado tempo convidar cada grupo a observar o que os outros grupos construíram.

Em seguida levante a seguinte discussão:

- Quais as dificuldades encontradas para a construção da figura geométrica?

- Quais foram as iniciativas que determinaram a exclusão de algumas peças ou a inclusão delas.

A Inclusão em pequenos grupos poder ser mais fácil, mas em grupo maior, como a sociedade, é algo difícil de acontecer. Então, convide para que os grupos, em conjunto, tentem montar uma figura geométrica Havendo espaços livres comente que também na sociedade, podem haver espaços para inclusão ou não de novas cores e formas de ser. Existem vários caminhos para a discussão em grupo, deixe fluir as ideias de cada pessoa.

E SE FOSSE VOCÊ?

Prepare o ambiente com elementos que façam as pessoas pensarem na sua infância, areia ou terra para que possam sentir nas mãos, flores para que possam ser cheiradas enquanto os olhos estão fechados, um animal de estimação, bolinhas de gude, bola de futebol, boneca, livros escolares. Deixar os elementos no centro do circulo e dar alguns momentos para que as pessoas através dos seus sentidos relembrem de momentos que viveram e que esses elementos estiverem presentes. Pedir que contem histórias das suas infâncias relacionadas com esses elementos.

Após esse momento de reflexão faça a leitura do texto a seguir ou se for possível e conveniente faça a encenação envolvendo o grupo.

Observa-se a seguinte situação: Um rapaz, que veio do interior de outro estado ou região é convidado pelos coordenadores do grupo de JE para participar dos encontros do grupo. O jovem vem, meio acanhado, no primeiro dia. Quando o encontro começa, todos se apresentam e os coordenadores pedem para que ele também se identifique. Olá, meu nome é Carlos, tenho 16 anos e sou novo na cidade, vim da cidade tal (...). Ele acha estranho que, quando fala o nome de sua cidade, algumas pessoas se entreolham, mas como o nome da cidade é um pouco diferente, acha que é por causa disso mesmo. Em seguida, todos lhe dão as boas vindas, lhe abraçam e desejam a paz do Senhor em sua vida. Orações, meditações e dinâmicas de grupo são feitas ao longo do encontro, quando em determinado momento, numa distração em meio às atividades, uma jovem empurra o garoto novo sem querer. Ela lhe pede desculpas e tudo segue normalmente. De repente, outro jovem esbarra nele, o que começa a deixa-lo constrangido. Rapaz que, agora o rapaz, começa a ficar constrangido. Mais tarde, em meio a uma outra brincadeira de correr, por descuido, o jovem novo esbarra novamente na mesma moça, a derruba, mas, em seguida, a ajuda a levantar e a pede desculpas muito sem jeito. A moça dá um sorriso e diz que não foi nada. O outro jovem, com ciúme, parte pra cima do rapaz novo, tenta lhe agredir e os outros jovens impedem, neste momento, então, o jovem com ciúmes solta o verbo e manda: Volta pra sua cidade, seu encrenqueiro!. O jovem então olha para todos muito constrangido e vai embora. Os coordenadores ainda tentam trazê-lo de volta, mas não conseguem.

Perguntas norteadoras:

- Qual a relação entre o primeiro momento e o segundo que acabamos de vivenciar?

- Como é a sua relação com o local da sua infância?

- Como você se sentiria se esse local fosse avaliado da forma como aconteceu na cena anterior?

- É justo avaliar todas as pessoas a partir de uma mesma medida?

Ednei Jensen - Comunidade de ltoupavazinha - Paróquia da Paz Testo Salto


Voltar para índice Criatitude - Tolerância e diversidade
 

baixar
ARQUIVOS PARA DOWNLOAD
Incluindo o diverso.jpg


Autor(a): Ednei Jensen
Âmbito: IECLB
Área: Missão / Nível: Missão - Jovens / Organismo: Juventude Evangélica - JE
Título da publicação: Criatitude - Tolerância e Diversidade / Ano: 2014
Natureza do Texto: Educação
Perfil do Texto: Dinâmica
ID: 29635
REDE DE RECURSOS
+
ECUMENE
+
O seu poder é eterno e o seu Reino não terá fim.
Daniel 7.14
© Copyright 2021 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br