Jornal Evangélico Luterano

Ano 2018 | número 822

Quinta-feira, 20 de Fevereiro de 2020

Porto Alegre / RS - 11:25

Vida em Comunidade

Vida em Comunidade

Há Cultos com Ceia do Senhor. No passado, as Comunidades da IECLB usavam hóstia (uma pequena e fina ‘bolacha’, feita de farinha e água) e vinho tinto nessa celebração. Hoje, há algumas perguntas em relação a esses dois elementos, mas há critérios para refletir e decidir!

A Ceia do Senhor foi instituída por Jesus em uma refeição. Ali, Jesus utilizou dois alimentos que estavam sobre a mesa – pão e vinho – e deu-lhes um signifi cado especial. Como se tratava de uma refeição pascal, que rememorava a libertação do povo hebreu da escravidão do Egito, o pão era sem fermento e o vinho, tinto, normalmente servido em refeições especiais.

Em algum momento da história da Igreja se teve a ideia de substituir pão por hóstia, uma maneira de dizer: é um pão especial, que não esfarela. Destinase a uma ocasião especial. Faz sentido!

No entanto, surgiram perguntas em relação à hóstia. Por que hóstia? Afinal, isso é pão? Ao mesmo tempo, passouse a refletir que o pão utilizado por Jesus para instituir a Ceia expressava a história passada da comunidade reunida: era pão que lembrava sofrimento e liberdade. A hóstia faz recordar o quê?

Daí se avaliou: e se nós, hoje, também usássemos o nosso pão cotidiano na Ceia? Será que a Ceia não passaria a ter um significado mais profundo, aquilo que ela, de fato, é? Ela remete ao sacrifício de Jesus por nós e, igualmente, nos coloca na comunhão de filhos e filhas de Deus, redimidos e redimidas do pecado, aptos e aptas a promover justiça e paz – pão partilhado e não acumulado.

O mesmo se dá com o vinho. Por amor às pessoas que lutam contra o álcool, faz mais sentido utilizar um suco puro e bom, feito da mesma uva que o vinho e que tem mesma cor, cor do sangue que Cristo derramou em nosso favor.

Na Ceia do Senhor, o essencial não está na matéria (se hóstia ou pão e se vinho ou suco). Essencial é saber: os elementos utilizados contribuem para apontar o significado do sacrifício de Cristo por nós e das consequências dali decorrentes para a vida cristã?

Boa conversa!

P. Dr. Romeu Martini | Assessor Teológico da Presidência da IECLB

Ultima edição

Edição impressa para folhear no computador


Baixar em PDF

Baixar em PDF


VEJA TODAS AS EDIÇÕES


Gestão Administrativa

Política de Justiça de Gênero da IECLB

O XXXI Concílio da Igreja, em 2018, aprovou a constituição de um grupo para trabalhar na elaboração da Política de Justiça de Gênero da IECLB, delegando ao Conselho da Igreja (CI) a articulação desta tarefa. O CI, na sua reunião (+)



Educação Cristã Contínua

Caixa de memórias

A Bíblia está impregnada de histórias/ memórias. Estas histórias/memórias, passadas entre as gerações, chegaram até nós e possibilitaram o nosso conhecimento da história de Deus com o seu povo. Jesus também fez uso da memória para ensinar. (+)

AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc
À casa de Deus não pertence nada mais que a presença de Deus com a sua Palavra.
Martim Lutero
© Copyright 2020 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br