Jornal Evangélico Luterano

Ano 2016 | número 800

Sexta-feira, 27 de Maio de 2022

Porto Alegre / RS - 12:28

Formação - Entrevista

Devemos buscar a unidade confessional sem ferir os ensinamentos de Cristo e a Constituição da IECLB

   A vida cristã não consiste em sermos piedosos, mas em nos tornarmos piedosos. Não em sermos saudáveis, mas em sermos curados. Não importa o ser, mas o tornar-se. A vida cristã não é descanso, mas é um constante exercitar-se. Ainda não somos o que devemos ser, mas em tal seremos transformados. Nem tudo já aconteceu e nem tudo já foi feito, mas está em andamento. A vida cristã não é o fim, mas o caminho (Martim Lutero). Com as palavras do Reformador, a Presidente do Conselho da Igreja (CI), Ema Marta Dunck Cintra, iniciou a apresentação do Relatório do Conselho ao XXX Concílio da IECLB.

   A Presidente do CI lembrou o que determina o Art. 31 da Constituição da IECLB: o Conselho da Igreja atua em caráter supletivo ao Concílio, composto por um representante de cada Sínodo. “O CI se ocupa e se preocupa com o todo da IECLB. Afinal, somos uma Igreja sinodal (syn-hodos – juntos no caminho). Nós, como Igreja Sinodal, atentamo-nos para que as Comunidades, as Paróquias e os Sínodos estejam vinculados uns aos outros no que diz respeito à identidade confessional e aos objetivos comuns, caminhando juntos, enfim, formando a Igreja Nacional, a IECLB”, destacou Ema.

   Conselheira da Igreja pelo Sínodo Mato Grosso, a Presidente do CI afirmou que devemos buscar a unidade confessional sem ferir os ensinamentos de Cristo e a Constituição da IECLB. “Nos momentos de reflexão e decisão, cada Conselheiro, cada Conselheira partilha os mesmos sonhos, as mesmas esperanças e, para isso, vale-se das mesmas palavras de carinho e cuidado com a Igreja de cada um, cada uma e de todos e todas nós”, frisou.

   Para Ema, o foco deve ser uma retroalimentação que procura ser a mais equitativa e fraterna possível em busca da unidade da IECLB e questionou ‘A respeito de que unidade estamos falando?’, respondendo ‘A respeito daquela que emerge da confessionalidade evangélica luterana, necessariamente a serviço de Cristo, da propagação do Evangelho e da Missão’, concluindo “Isso não significa ausência de conflitos e inseguranças em relação às decisões, mas, acima de tudo, há confiança e esperança!”.

   Igreja que não pensa apenas em si mesma, mas que caminha junto com Comunidades, Paróquias e Sínodos, vai ao encontro dos que necessitam, compartilhando alegrias e também dificuldades, procurando ajudar-se mutuamente, argumentou, reafirmando a nossa identidade confessional: “Segundo o que diz a nossa Constituição, somos Igreja missionária (Art. 3º) e ecumênica (Art. 5º) e queremos fazer isso em obediência ao mandamento do Senhor”.

   A graça de Deus que nos alcança propõe uma transformação de dentro para fora. Ela nos instiga a desenvolvermos valores que sejam contraponto na sociedade em que vivemos, enfatizou Ema: “Cabe afirmar, a todo o momento, que as pessoas são mais importantes que as coisas. Cabe afirmar que a vida não está à venda. Nesse caminho de unidade e identidade da IECLB, precisamos importar-nos com cada Comunidade e Paróquia, com cada membro e cada pessoa da nossa IECLB, nos mais diferentes espaços e regiões do país”.

   Ao terminar a sua apresentação, a Presidente do Conselho da Igreja compartilhou o seu desejo que, cada vez mais, possamos, ao andar pelo Brasil, nos reconhecer como pessoas cristãs e membros da IECLB, Igreja de todos nós e pediu: “Que Deus nos abençoe nessa caminhada!”.

Ultima edição

Edição impressa para folhear no computador


Baixar em PDF

Baixar em PDF


VEJA TODAS AS EDIÇÕES


Gestão Administrativa

Ser Igreja de Jesus Cristo em contexto de pandemia

Em perspectiva de balanço do ano que passou, compartilhamos, de forma adaptada e atualizada, partes da Carta Pastoral da Presidência, de Pastoras e Pastores Sinodais, publicada em agosto de 2020. A partir de março de 2020, passamos a conviver com a pandemia do Covid-19, (+)



Educação Cristã Contínua

Igreja que valoriza o Sacerdócio Geral (parte 3/3)

Desafios Com base nas atividades que estão sendo realizadas e considerando o cenário atual, a Coordenação de Educação Cristã (CEC) vislumbra os seguintes desafios para a efetivação da Meta Missionária 1 (Áreas de prioridade (+)

AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc
Bom é o Senhor para os que esperam por ele, para a alma que o busca.
Lamentações 3.25
© Copyright 2022 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br