Jornal Evangélico Luterano

Ano 2019 | número 830

Quinta-feira, 19 de Setembro de 2019

Porto Alegre / RS - 10:03

Gestão Administrativa

Avaliação do modelo eclesial da IECLB

Desde 1998, a IECLB adotou a estrutura sinodal. A palavra sinodal origina-se no Grego synhodos, que significa juntos no caminho. Na estrutura sinodal, as Comunidades estão vinculadas umas às outras com base em uma identidade confessional e em um propósito comum. As Comunidades e as Paróquias caminham juntas, formando os Sínodos e os Sínodos caminham juntos, formando a Igreja Nacional.

A estrutura adotada pela IECLB permite aos Sínodos autonomia sobre a sua área de abrangência. No seu espaço geográfico, os Sínodos podem definir as suas prioridades e a sua forma de atuação de acordo com as necessidades locais, orientando-se por diretrizes comuns a toda Igreja, visando, assim, a preservar o elo e fortalecer a unidade institucional.

O ideal maior da estrutura sinodal é o compartilhar, isso significa a Comunidade local olhar além da sua área de atuação, ver as necessidades das outras Comunidades e se envolver com elas. O mesmo vale para os Sínodos. Todos compartilham as suas alegrias, também as suas dificuldades e procuram ajudarse mutuamente.

É desta caminhada conjunta que a IECLB se alimenta e se fortalece como Corpo de Cristo. Para garantir a dinâmica da Igreja em uma perspectiva sinodal, a IECLB adotou uma estrutura organizacional que, ao mesmo tempo, permite a autonomia para a atuação missionária e preserva a unidade da Igreja.

Em 2018, quando a atual estrutura completou 20 anos, o XXXI Concílio da Igreja aprovou uma Moção encaminhada e endossada por cinco Sínodos, propondo uma avaliação do modelo eclesial, e incumbiu ao Conselho da Igreja a tarefa de organizá-la. Com vistas a implementar a decisão conciliar, o Conselho da Igreja definiu que a avaliação terá o propósito de analisar a funcionalidade do atual modelo eclesial, tendo como referência o Plano de Ação Missionária da IECLB (PAMI) e as Metas Missionárias 2019-2024 estabelecidas pelo próprio Concílio.

Para auxiliar na sua tarefa de coordenar a avaliação, o Conselho da Igreja constituiu um Grupo Tarefa (GT) com representantes de Sínodos, Paróquias, Conselho da Igreja, Presidência e Secretaria Geral. O GT, cuja primeira reunião aconteceu nos dias 31 de julho e 1º de agosto de 2019, deverá subsidiar o Conselho da Igreja com a elaboração de uma proposta de metodologia e de cronograma para a implementação da avaliação.

Entre os subsídios analisados, o GT se apropriou dos resultados de avaliação da estrutura realizada em 2005 e refletiu sobre a tarefa que lhe foi delegada. Para ampliar o escopo da sua análise, o GT realizará outra reunião em novembro, a partir da qual encaminhará a sua proposta para a apreciação do Conselho da Igreja.

Secretaria Geral da IECLB 

Ultima edição

Edição impressa para folhear no computador


Baixar em PDF

Baixar em PDF


VEJA TODAS AS EDIÇÕES


Gestão Administrativa

A função da Sede da Igreja para a Gestão em rede na IECLB

A IECLB é organizada a partir da Comunidade. A Comunidade existe quando diferentes pessoas (membros) se unem em torno da mesma fé no trino Deus e em torno do mesmo objetivo: vivenciar e testemunhar o Evangelho de Jesus Cristo. Uma Paróquia existe quando uma ou mais Comunidades (+)



Educação Cristã Contínua

Respeito à diversidade: variedade, pluralidade, diferença

O Apóstolo Paulo escreveu: Em um só Espírito, todos nós fomos batizados em um corpo, quer judeus, quer gregos, quer escravos, quer livres, e a todos nós foi dado beber de um só Espírito, porque também o corpo não é um só membro, mas muitos. Se disser o pé: porque (+)

AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc
Ó Senhor, tu somente és o Deus de todos os reinos da terra; tu fizeste os céus e a terra.
2Reis 19.15
© Copyright 2019 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br