Jornal Evangélico Luterano

Ano 2017 | número 806

Quarta-feira, 16 de Junho de 2021

Porto Alegre / RS - 23:33

Gratidão

O compromisso agora é outro!

É desejo de todo o ser humano ser feliz, realizar-se profissional e pessoalmente, ser aceito e valorizado na sociedade. Alcançar esses objetivos só é possível ao relacionar-se com outras pessoas e é nessa relação com o outro e com o meio que os sujeitos afirmam o seu comportamento, demonstram a sua personalidade e se sentem aceitos ou não.

Isso nos permite dizer que o ser humano é, por natureza, relacional. Entretanto, percebe-se que nós, seres humanos, engatinhamos no que diz respeito à interação, ao compromisso com o meio e com as pessoas à nossa volta. Vivese em uma época fortemente marcada por polarizações e predisposições a construir muros que separam ao invés de pontes que unem. Repetidas vezes, ouvimos exemplos de relações baseadas na disputa de poder, em que há procura pelo reconhecimento individual e pelo sucesso pessoal.

É na relação com o outro e com o meio em que está inserida, que toda pessoa define o seu comportamento e demonstra a sua personalidade. ‘O ser humano é, por excelência, um ser insatisfeito, não conseguindo jamais em sua vida o pleno cumprimento dos seus anseios. A fé descobre nessa insatisfação o espaço que só Deus pode preencher’ (P. Dr. Gottfried Brakemeier)

Também no que se refere às relações no âmbito das Comunidades, por vezes, esta forma de ser, pensar e agir também está em jogo, o que prejudica e impede que uma Comunidade se fortaleça. Algo semelhante aconteceu entre os discípulos de Jesus. Lembro o episódio no qual os discípulos questionam Jesus a respeito de quem seria o mais importante (Mateus 18.1-5). Nesse sentido, como a fé cristã pode nos orientar a sermos pessoas comprometidas para que haja mais cooperação entre as pessoas?

A fé cristã aponta para a necessidade de unir-se em torno do bem comum. Nos primórdios do cristianismo, essa necessidade foi uma questão fundamental para a preservação da doutrina e o fortalecimento da fé a partir da oração, da comunhão e no partir do pão (Atos 2.4247). O apóstolo Paulo, em vários momentos, aborda a questão da importância da unidade da Comunidade. A passagem mais conhecida é a de 1Coríntios 12.12ss

A partir do que apontamos até aqui, novamente somos pessoas desafiadas a nos comprometer com o Sacerdócio Geral de todas as Pessoas Crentes, que possibilita a todas as pessoas servirem a Deus a partir dos dons que Ele próprio concedeu a cada uma, fortalecendo as relações de coletividade, de respeito, de cuidado.

É fácil? Não é! No entanto, temos ferramentas à nossa disposição e que podem ser um bom auxílio. Uma destas ferramentas é o planejamento. Tanto no âmbito da vida pessoal, familiar, mas também na vida da Igreja. O planejamento é como um farol em meio ao oceano, que orienta a navegação e impede os navios de se chocarem contra icebergs. Planejar nos ajuda a ter uma visão mais ampla e segura de para onde devemos seguir.

Desta forma, ao caminharmos rumo ao Jubileu dos 500 anos da Reforma Protestante, como pessoas cristãs, somos lembrados e lembradas do nosso compromisso, firmado no Batismo, de sermos sal e luz no mundo. Mais do que isso, no Batismo, a pessoa é chamada pelo nome (tu és meu, minha), firmando um compromisso de ser discípulo, discípula de Jesus Cristo. A Comunidade Cristã é, justamente, o espaço para experimentar o bom sabor que a Palavra de Deus quer dar às nossas vidas, fazendo com que o nosso pensar e o nosso agir favoreçam o fortalecimento do Corpo de Cristo. 

P. Sérgio Wruck Klippel | Pastorado Escolar e Universitário na Associação Educacional Luterana Bom Jesus/IELUSC, em Joinville/SC

Ultima edição

Edição impressa para folhear no computador


Baixar em PDF

Baixar em PDF


VEJA TODAS AS EDIÇÕES


Gestão Administrativa

Ser Igreja de Jesus Cristo em contexto de pandemia

Em perspectiva de balanço do ano que passou, compartilhamos, de forma adaptada e atualizada, partes da Carta Pastoral da Presidência, de Pastoras e Pastores Sinodais, publicada em agosto de 2020. A partir de março de 2020, passamos a conviver com a pandemia do Covid-19, (+)



Educação Cristã Contínua

Igreja que valoriza o Sacerdócio Geral (parte 3/3)

Desafios Com base nas atividades que estão sendo realizadas e considerando o cenário atual, a Coordenação de Educação Cristã (CEC) vislumbra os seguintes desafios para a efetivação da Meta Missionária 1 (Áreas de prioridade (+)

AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc
Quando Deus parece estar mais distante, mais perto de nós Ele se encontra.
Martim Lutero
© Copyright 2021 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br