Celebração marca a memória de um ano da tragédia no centro de São Paulo

01/05/2019

Celebração Memorial de um ano da tragédia no centro de São Paulo
Celebração Memorial de um ano da tragédia no centro de São Paulo
Celebração Memorial de um ano da tragédia no centro de São Paulo
Celebração Memorial de um ano da tragédia no centro de São Paulo
Celebração Memorial de um ano da tragédia no centro de São Paulo
Celebração Memorial de um ano da tragédia no centro de São Paulo
Celebração Memorial de um ano da tragédia no centro de São Paulo
Celebração Memorial de um ano da tragédia no centro de São Paulo
Celebração Memorial de um ano da tragédia no centro de São Paulo
Celebração Memorial de um ano da tragédia no centro de São Paulo
Celebração Memorial de um ano da tragédia no centro de São Paulo
Celebração Memorial de um ano da tragédia no centro de São Paulo
Celebração Memorial de um ano da tragédia no centro de São Paulo
Celebração Memorial de um ano da tragédia no centro de São Paulo
Celebração Memorial de um ano da tragédia no centro de São Paulo
Celebração Memorial de um ano da tragédia no centro de São Paulo
Celebração Memorial de um ano da tragédia no centro de São Paulo
Celebração Memorial de um ano da tragédia no centro de São Paulo
Celebração Memorial de um ano da tragédia no centro de São Paulo
Celebração Memorial de um ano da tragédia no centro de São Paulo
Celebração Memorial de um ano da tragédia no centro de São Paulo
Celebração Memorial de um ano da tragédia no centro de São Paulo
Celebração Memorial de um ano da tragédia no centro de São Paulo
Celebração Memorial de um ano da tragédia no centro de São Paulo
1 | 1
Ampliar

Em um cenário marcado pela tragédia do incêndio e desabamento do Edifício Wilton Paes de Almeida, ocorrido no dia 1º. de maio de 2018, centenas de pessoas se reuniram no centro de São Paulo/SP para celebrar a memória deste acontecimento que teve 9 pessoas mortas, 2 desaparecidas e resultou no desabrigo e desalojamento de mais algumas centenas.

Em frente ao terreno com os restos do edifício, centenas de pessoas, ligadas aos movimentos de pessoas sem teto e de pessoas em situação de rua, lembraram o sofrimento causado pelo descaso e indiferença de autoridades responsáveis pela área habitacional na cidade, Estado e no país.

De forma quase simultânea, as comunidades filiadas Igreja Evangélica Luterana de São Paulo se reuniram nos fundos da Igreja Martin Luther, seriamente atingida pelos escombros do edifício. A celebração foi coordenada pelos ministros e ministra da União Paroquial e contou com a presença do Pastor Sinodal Marcos Jair Ebeling. Foram lembradas a dor, a tristeza e o sofrimento causados pelo desabamento que, num primeiro momento, afetou profundamente a vida comunitária da Igreja mais do que centenária. Durante a celebração não ficou esquecida a profunda gratidão pela solidariedade e apoio que a comunidade, situada no centro da capital paulista, recebeu ao longo do ano e continua recebendo para fazer frente ao desafio de reeguer a igreja. (Veja a celebração aqui)

Em sua mensagem o Pastor Sinodal frisou que “o descaso, a omissão e a ganância exercem forte influência na vida das outras pessoas. Hoje estamos aqui para lamentar as consequências desta influência. E isto precisa ser denunciado.” E seguiu afirmando que cabe a comunidade cristã apontar para esperança em meio aos sinais de morte: “A fé cria uma esperança que vai além da dor que hoje sentimos.” (Veja prédica na íntegra aqui.)

Durante a celebração aconteceu a instalação da nova diretoria da Igreja Evangélica Luterana de São Paulo - União Paroquial de São Paulo - gestão 2019-2022 e dos ministros coordenadores.

No final do culto abriu-se um espaço para a contemplação da cruz que ficou intacta em meio à destruição do templo. Ela aponta simultaneamente tanto para a tragédia da perda quanto para a superação da dor e da tristeza.

As obras de reconstrução começaram no mês passado. Num primeiro momento prevê-se o reforço das fundações, a reconstrução da parede lateral e moldura dos vitrais, a amarração do altar e a reconstrução do telhado e do forro.

Pessoas interessadas em colaborar com a reconstrução podem fazer um depósito para:

IGREJA EVANGÉLICA LUTERANA DE SÃO PAULO
CNPJ: 61.137.543/0001-40
BANCO BRADESCO – 237
AGÊNCIA: 478 – Paissandu
CONTA POUPANÇA: 7609866-2

 


 

MÍDIATECA
COMUNICAÇÃO
+
ECUMENE
+
Jamais alguém pode louvar a Deus sem que antes o ame. Da mesma forma, ninguém pode amar Deus se não conhece Deus do modo mais amável e perfeito.
Martim Lutero
© Copyright 2024 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br