IECLB participa de celebração ecumênica na assembleia da CNBB

07/05/2019

Participação da IECLB na Assembleia da CNBB - maio de 2019 (Foto: Thiago Leon)
Participação da IECLB na Assembleia da CNBB - maio de 2019 (Foto: Thiago Leon)
Participação da IECLB na Assembleia da CNBB - maio de 2019
Participação da IECLB na Assembleia da CNBB - maio de 2019
Participação da IECLB na Assembleia da CNBB - maio de 2019
1 | 1
Ampliar

A noite desta terça-feira, (07), na 57ª Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) foi marcada pela celebração ecumênica das Igrejas que fazem parte do Conselho Nacional de Igrejas Cristãs do Brasil (Conic). Estiveram presentes, além da Igreja Católica Apostólica Romana, os representantes da Aliança de Batistas do Brasil, Igreja Episcopal Anglicana do Brasil, Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil, Igreja Presbiteriana Unida e a Igreja Sirian Ortodoxa de Antioquia.

O Bispo Referencial para o Ecumenismo e Diálogo inter-religioso, Emérito de Barra do Piraí e Volta Redonda (RJ), Dom Francisco Biasin, deu as boas-vindas a todos os irmãos das Igrejas do Conic.

Quem pregou a todos os irmãos e bispos presentes foi a Pastora da Igreja Luterana, Silvia Genz, que elogiou o tema das Diretrizes da Ação Evangelizadora no Brasil. Disse ser o que Jesus espera: “Ação na Igreja”.

Ela lembrou que, nas grandes cidades, muitas vezes, diante da morte, da tristeza e da dor, a solidariedade, tão necessária, não é mais tão encontrada e pediu que possamos ser ação em favor da vida.

A pastora lembrou que, muitas vezes, a tendência das pessoas é olhar para a história e focar nas dificuldades e diferenças. Então, sugeriu transformar e renovar a mente, conforme o Apóstolo Paulo incentiva.

Questionou: Como podemos, em nossas diferenças, nos unirmos no amor, na cordialidade na oração e na caridade? Somos diferentes, mas unidos no mesmo Corpo. Que a gente não tire tempo para julgar um ao outro, que saibamos aceitar os mistérios da fé, assim como São José aceitou, assumir a tarefa como Maria assumiu, e saibamos chorar em conjunto com as pessoas, assim como muitos estão fazendo em Brumadinho, num projeto ecumênico de solidariedade. Vamos todos ao encontro, na certeza de que Cristo está conosco”, finalizou.

Participaram da celebração, além dos bispos da 57ª Assembleia Geral da CNBB, a pastora Silvia Genz, presidente da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil (IECLB), padre Gregório Teodoro, da Igreja Ortodoxa Antioquena, o pastor luterano Inácio Lemke, presidente do Conselho Nacional de Igrejas Cristãs (Conic), a pastora Anita Wright, moderadora da Igreja Presbiterana UnIda (IPU), a pastora da Igreja Presbiterana Unida (IPU), Sônia Mota, secretária executiva da Coordenadoria Ecumênica de Serviço (Cese), o Pastor Sinodal Marcos Jair Ebeling (IECLB) e o pastor Paulo César Pereira, presidente da Aliança Batista do Brasil (ABB).

A presidência da CNBB e o presidente da Comissão Episcopal Pastoral para o Ecumenismo e o Diálogo Inter-Religioso da CNB, dom Francisco Biasin também participaram. Os bispos que também integram a comissão também estiveram presentes: dom Manoel João Francisco, dom Zanoni Deettiino Castro e o assessor padre Marcus Barbosa Guimarães.
 


Fonte: A12 e CNBB
 

COMUNICAÇÃO
+
ECUMENE
+
A fé é um contínuo e persistente olhar para Cristo.
Martim Lutero
© Copyright 2019 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br