Comunidade Evangélica de Confissão Luterana em Teófilo Otoni - CETO

Sínodo Sudeste



Rua Capitão Leonardo , 217 - Grão Pará
CEP 39800-144 - Teófilo Otoni /MG - Brasil
Telefone(s): (33) 3521-3141
ceto.ieclb@luteranos.com.br
ID: 366

Histórico da Comunidade Evangélica de Teófilo Otoni

2º templo da CETO, depredado em 1942
teophilo_otoni
1 | 1
Ampliar

O surgimento da CETO (Comunidade Evangélica de Confissão Luterana em Teófilo Otoni) está intimamente ligado à vinda de imigrantes alemães para a região a partir do ano de 1856. Theophilo Benedito Otoni, fundador da cidade, mandou publicar farta propaganda em jornais da Alemanha, motivando a vinda de grupos de famílias agricultoras para a então chamada Colônia de Filadelphia, hoje Teófilo Otoni.

Depois de desembarcarem no Rio de Janeiro, as famílias eram transportadas em embarcações menores até a foz do Rio Mucuri, no Sul da Bahia. De lá subiram rio acima, em embarcações ainda menores, até a localidade de Santa Clara (Nanuque). O trajeto restante (cerca de 170 km) era feito à pé, em lombo de burros ou carros de boi.

Os primeiros imigrantes tiveram que esperar dois anos até que a sua terra fosse demarcada. Enquanto isso, os homens trabalharam como peões na abertura da estrada Santa Clara - Teófilo Otoni. Muitas famílias se decepcionaram com as dificuldades aqui encontradas, voltando para seu país de origem ou migrando para outras regiões do Brasil.


2º templo da CETO,
depredado em 1942
No dia 29 de maio de 1862 foi celebrado o primeiro culto evangélico-luterano em Teófilo Otoni, com a chegada do Pastor Johann Leonhardt Hollerbach, na residência do Diretor da Companhia de Colonização. No dia 9 de junho do mesmo ano já era inaugurado o primeiro templo. No ano de 1868 foi inaugurado o segundo templo que ficava localizado na atual Praça Germânica, no centro da cidade. Este foi danificado e saqueado por ocasião da 2a. Guerra Mundial. Somente no dia 6 de setembro de 1953 foi inaugurada a atual Igreja Martin Luther, à Rua Capitão Leonardo, 217.

O Pastor Johann Leonhardt Hollerbach atuou em Teófilo Otoni até o ano de 1899, quando faleceu. Os seus sucessores na Comunidade de Teófilo Otoni foram:

1902 - 1908: Theodor Sigismund Schurich
1908 - 1914: Emil Mentler
1914 - 1920: Wilhelm Fricke
1920 - 1926: Eugen Pagé
1927 - 1937: Carl Bielefeld
1936 - 1939: Walter Julius Schlupp
1939 - 1942: Hans Zwilling (Carl Bielefeld)
1943 - 1947: Carl Bielefeld
1947 - 1958: Walter Julius Schlupp
1958 - 1959: Max Kersten
1959 - 1965: Walter Dörr
1966 - 1969: Eugen Baltzer
1970 - 1979: Adilson Stephani
1980 - 1987: Jairo dos Santos
1983 - 1986: Antônio Roberto Monteiro de Oliveira
1987 - 1988: Jairo Gustavo Ferreira Cruz
1987 - 1989: Neuza Tetzner Mieras
1990 - 1993: Orlando Schmidt
1993 - 1994: José Carlos da Cunha Pospichil
1995 - 1999: Jairo dos Santos
1996 - 2000: Klaus Dieter Wirth
1999 - 2000: Inácio Lemke
2001 - 2006: Valdemar Gaede
2001 - 2006: Marli Hoffmann Gaede
2006 - : Luiz Carlos de Oliveira
2006 - 2007 : Alberto Gallert
2008 - : Elisabet Lieven

 


 


AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

Da fé, fluem o amor e a alegria no Senhor, e, do amor, um ânimo alegre, solícito, livre para servir espontaneamente ao próximo.
Martim Lutero
EDUCAÇÃO CRISTÃ CONTÍNUA
+

REDE DE RECURSOS
+
Assim diz o Senhor: Buscai-me e vivei.
Amós 5.4
© Copyright 2020 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br