Campanha Em comunhão com as viDas das mulheres


História de vida de Maria Gomes Hollerbach

13/05/2015


 

 

 

Nome: Maria Gomes Hollerbach

Tempo de participação na IECLB: Desde o casamento

Comunidade: Teófilo Otoni

Paróquia: Teófilo Otoni

Sínodo: Sudeste

 

 

 

Em 1966, casei-me na Igreja Evangélica de Confissão Luterana em Teófilo Otoni, e então comecei a participar dos cultos. Nesta época, haviam chegado da Alemanha um pastor e sua esposa: Eugen e Karin Baltzer. Dona Karin descobriu que eu bordava e levou à minha casa uma toalha de mesa bem grande para que eu a bordasse. Eu estava grávida da primeira filha, no oitavo mês – não me esqueço disto –, e ela perguntou: Você vai dar conta? Para a Festa da Colheita? Faltavam dois meses. Dei conta, sim!

A convite da tia Leny Hollerbach, comecei a participar das reuniões da OASE. Fui eleita secretária desse grupo e não sabia como fazer atas. As primeiras atas eu fazia chorando, mas depois aprendi. Fui presidente da OASE vários anos. Cheguei a ser vice-presidente do presbitério e até hoje frequento a OASE.

Cantei no coral muitos anos, fiz parte do grupo de liturgia, faço parte do grupo de visitação. Bordei muitos anos para o bazar de trabalhos manuais na Festa da Colheita; hoje não há mais esse bazar.

Fiz parte do grupo de vôlei das mulheres da OASE. Minha filha Ingrid foi organista da igreja muitos anos, até ir estudar fora. Ajudei muito em bazares do Internato Rural que faz parte da Comunidade.

Minha vida sempre foi em torno da comunidade e da família. Tenho mais dois filhos, e estão todos casados.

Eu era católica, e ingressei na Igreja Evangélica por achar melhor para a educação religiosa dos filhos.

Sou Maria Gomes Hollerbach, e há 48 anos faço parte dessa comunidade de Teófilo Otoni.


Leia mais histórias de vida Em comunhão com as viDas das mulheres
 

baixar
ARQUIVOS PARA DOWNLOAD
Maria Gomes Hollerbach.pdf


AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

Vivam como pessoas que pertencem à luz, pois a luz produz uma grande colheita de todo tipo de bondade, honestidade e verdade.
Efésios 5.8-9
REDE DE RECURSOS
+
Ser batizado em nome de Deus é ser batizado não por homens, mas pelo próprio Deus.
Martim Lutero
© Copyright 2020 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br