Sínodo da Amazônia



Avenida Paraná , 431 - Novo Horizonte
CEP 76962-053 - Cacoal /RO - Brasil
Telefone(s): (69) 9845-48890 | (69) 8454-8890
sinododamazonia@gmail.com
ID: 8

Abraço

Caderno de Estudos para Mulheres/OASE

04/03/2014

ENCONTRO nº __ Dia: __/__/____
Departamento de Mulheres/OASE do Sínodo da Amazônia
Ilse Gertrudes Hagemann Klein e Ministro P. Jorge Klein
Paróquia de Porto Velho – RO

Meditação
Saudação: Saudamos, com muita alegria, a todas que deixaram suas casas, suas tarefas e vieram para a reunião compartilhar idéias, aprender, ensinar e por que não trazer suas dores e magoas.

Canto: Escolher um canto que fala de abraço.
Leitura Bíblica: Lucas 15.20

Reflexão:
O canto e o texto bíblico falam de um gesto muito importante. Que gesto é esse? O abraço.
Através do abraço podemos demonstrar e provocar muitos sentimentos: alegria, apoio, amor, amizade, afeição e perdão. Através do abraço podemos acordar sentimentos que estão adormecidos nas pessoas.
É muito gostoso dar e receber abraços. Às vezes não é muito fácil, pois existem muitas barreiras e conflitos entre as pessoas. Mas nós como mulheres da OASE ou do Grupo de Mulheres podemos tentar derrubar essas barreiras distribuindo abraços. Diz uma lenda: “Para se viver bem devemos distribuir 12 abraços diariamente.”

Vamos iniciar (motivar as mulheres a se abraçarem).

Hoje em dia acontecem muitas coisas tristes no mundo, na nossa cidade, na nossa comunidade e mesmo na nossa casa. Motivo??? Com certeza um deles é a falta de abraços. Um abraço faz a gente se sentir bem, acaba com a solidão, torna os dias mais felizes, até mantém em forma os músculos do corpo e nem precisamos de equipamentos especiais para abraçar. Deus nos deu este equipamento.
Existem várias ocasiões para abraçar: aniversário, casamento, nascimento de filhos, formatura, Natal, Páscoa, Finados, enterros. Sabe-se que o abraço é muito importante quando alguém passa por momentos de dor, angústia, tristeza ou outra dificuldade. Mas não basta se ficamos só falando do abraço.

Vamos praticá-los. Existem muitos tipos de abraços: o abraço padrão (se dá só por dar); aquele do rosto colado; o sanduíche; o abraço de lado (sem muito interesse) o do fundo do coração.

Vamos treinar esses abraços e ver qual é o mais gostoso, o mais confortante. (Deixar as pessoas se abraçarem por alguns instantes.) Para encerrar um abraço grupal. Ver se alguém tem algo para incluir na oração e encerrar com a oração do Pai Nosso.

Encerrar o encontro com o hino 95 “Jesus Cristo é Rei e Senhor”.

DINÂMICA: brincadeira do Zezinho
Pegar uma caixa de fósforos com os palitos compridos.
Numa caixinha ou saquinho colocar papeizinhos com perguntas como: Que dia você foi batizada? Que dia você foi confirmada? Qual o versículo bíblico que o pastor usou na sua confirmação? Como é o nome do pastor que a batizou? Como é o nome do pastor que a confirmou? Se todas forem casadas podem ser feitas perguntas sobre o noivado e casamento.
Todas sentam num círculo e uma pega a caixa de fósforos, acende um palito, passa para a pessoa ao seu lado e pergunta: “Como vai o Zezinho?” A outra responde: “vivinho, vivinho” e passa adiante o palito, fazendo novamente a pergunta e a outra deve responder o mesmo. Quando o palito apaga esta pessoa pega uma pergunta da caixinha e responde. Depois acende outro palito e faz a pergunta para a pessoa ao seu lado e passa o palito acesso para ela. È uma brincadeira muito legal e faz a gente recordar datas e acontecimentos.
 


Voltar para Índice do Caderno de Estudos


Autor(a): Ilse Gertrudes Hagemann Klein e Ministro P. Jorge Klein
Âmbito: IECLB / Sinodo: Amazônia
Título da publicação: Caderno de Estudos para Mulheres/OASE 2014-2015 / Ano: 2014
Natureza do Texto: Educação
Perfil do Texto: Estudo
ID: 27057

AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

O Espírito Santo permanece com a santa congregação, ou cristandade, até o dia derradeiro. Por ela, nos busca e dela se serve para ensinar e pregar a Palavra, mediante a qual realiza e aumenta a santificação, para que, diariamente, cresça e se fortaleça na fé e em seus frutos, que ele produz.
Martim Lutero
EDUCAÇÃO CRISTÃ CONTÍNUA
+

REDE DE RECURSOS
+
A ingratidão é um vento rude que seca os poços da bondade.
Martim Lutero
© Copyright 2024 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br