Sínodo da Amazônia



Avenida Paraná , 431 - Novo Horizonte
CEP 76962-053 - Cacoal /RO - Brasil
Telefone(s): (69) 9845-48890 | (69) 8454-8890
sinododamazonia@gmail.com
ID: 8

Amizade: comigo, contigo e com Deus!

Caderno de Estudos para Mulheres/OASE

04/03/2014

ENCONTRO nº __ Dia: __/__/____
Departamento de Mulheres/OASE do Sínodo da Amazônia
Pª Paula Naegele
Paróquia Evangélica de Confissão Luterana em Veranópolis - RS

Preparo do espaço: Pano para ser colocado no chão, no centro da roda (feita com cadeiras, bancos, etc...), uma cruz, vela, flor (se possível), pequenos retalhos de tecido de vários tamanhos e cores (um pedaço para cada participante), agulhas e linha de costura.

Acolhida: Bom dia/boa tarde – Saúdo a cada um e cada um de vocês na graças e na paz do nosso Deus!
Que bom que estamos reunidos/as mais uma vez, para refletir, cantar e ter um momento agradável como irmãos e irmãs, amigos e amigas.
Saúdo cada um/a com a palavra que nos diz: Algumas amizades não duram nada, mas um verdadeiro amigo/a é mais chegado que um irmão. Provérbios 18.14
Que Deus nos acompanhe neste encontro, e que ele seja proveitoso para cada um/uma de nós. Amém.
Canto: Aqui você tem lugar ou Reunidos Aqui;
Explicação para a/o Coordenadora/o do grupo: O objetivo é refletir sobre as amizades, sobre as pessoas que para nós são importantes, companheiros/as na caminhada de vida e de fé. Muitas vezes amigos/as que se tornam muito próximos, quase parte da família.

Reflexão: O versículo que lemos a pouco, nos faz refletir:
O que seria afinal um amigo/a?
Será que é alguém que sempre me compreende?
Que me faz companhia, que permanece ao meu lado quando preciso?
Que me defende quando sou acusado?

Um/a amigo/a pode ser tudo isso, mas ele/a não aceita colaborar com meus erros e às vezes precisa de mim e do meu perdão. Muitas pessoas confundem a palavra “colega” com amigo. Muitas vezes convivemos entre muitas pessoas, mas nem todas estas pessoas são nossos amigos verdadeiros e confiáveis, aqueles que nos acompanham nos momentos difíceis e sorriem nos momentos alegres, talvez, em alguns casos não estamos tão rodeados.
No próprio versículo que acabamos de ler nos diz que um amigo/a verdadeiro ama a todo tempo, e na desgraça se torna um irmão. Alguns amigos/as poderíamos dizer que são como anjos a nos guiar pelos caminhos da existência. São aqueles/as que sempre sabem a hora exata de nos amparar, que alegram nossos dias com um simples sorriso, que fazem de nossas vidas momentos inesquecível. Que sempre te oferecem um ombro amigo para chorar ou até mesmo um carinho, já outros tem saída pra tudo.
Pessoas que se tornam quase parte da nossa família, mesmo não sendo “sangue do nosso sangue” e muitas vezes desejamos ver a todo instante. Amigos/as que vem e que vão. Em alguns casos, as amizades sofrem com a distancia. Mas, algumas pessoas mesmo a distância continuam sendo verdadeiros amigos.
Há quem diga que ter um amigo/a com quem se pode confiar, é o mesmo que possuir uma joia valiosa. Certamente, todos nós gostaríamos de ter um amigo/a com esse valor. Mas melhor ainda do que ter esse amigo é se tornar-se esse amigo/a que buscamos. Em geral, todos querem ter um amigo/a sincero e carinhoso, que esteja ali em todos os momentos que necessita, mas lembre-se que também podemos ser este amigo/a para alguém. Cabe a nós honrar esta oportunidade, e ser realmente uma joia muito valiosa na vida dessas pessoas.
Portanto, quando você se tornar esse amigo/a, regue esta amizade da mesma forma como regamos uma planta, para que ela não venha murchar e morrer. A qualidade dessa amizade vai brotar e produzir frutos que superarão qualquer obstáculo. É possível ter muitos amigos/as, mas um amigo mais chegado que um irmão este, somente Deus pode nos dar. Este verdadeiro amigo foi capaz de oferecer a própria vida, até morrer para salvar. Foi isso que Jesus Cristo fez por nós, por amor e misericórdia. Ele se mostra um grande amigo em todos os momentos, circunstancias e situações. Nosso Deus, nos motiva a sermos 100% verdadeiros/as amigos/as para as pessoas que nos rodeiam, assim como ele foi para nós.
• Nós somos verdadeiro bons/boas amigos/as para as pessoas que nos cercam?

Contar uma pequena história:
Um sábio e um menino descansavam em uma sombra. Quando chegou um viajante e lhe perguntou:
Vou para a próxima cidade do norte. O senhor saberia dizer-me que “tipo” de gente vou encontrar por lá?
Como era o lugar de onde vens? Perguntou o sábio. Ah! Era uma gente horrível, falsas, egoístas, ninguém era amigo de ninguém. Por isso, resolvi ir embora.
Pois eu lamento informar que esta cidade para onde estás indo é igualzinha. É um povo muito ruim. Respondeu o sábio.
Passado algum tempo, veio o segundo viajante e disse ao sábio. Senhor estou indo para a primeira cidade do norte. Acha que farei bons amigos por lá? Então o sábio falou: Conta-me primeiro como era o lugar que tu vens? Ah! Era uma cidadezinha maravilhosa, um povo amigo. Vou embora por necessidade, mas tenho pena de deixar este povo tão bom. Não te preocupe! O povo deste lugar para onde vais é afetuoso e acolhedor e serás feliz no meio deles.
Então menino que estava junto com o sábio, e que escutou tudo, quis saber o porquê do sábio dar informações tão diferentes sobre um mesmo lugar. A final, como era possível um povo do mesmo lugar, mudasse tanto assim em tão pouco tempo? Então o sábio respondeu: O povo é o mesmo, filho, porém faz amigos quem sabe ser amigo.
Finalizando a mensagem:
Queridos irmãos/irmãs. Assim como lemos no livro de provérbios: O amigo mais chegado do que um irmão, é um grande presente do nosso Deus. Um presente precioso, tal qual um baú contendo ouro e prata e que partidos no dia-a-dia se tornam significativos momentos de alegria, comunhão, confiança na vida de ambos as partes. Como pessoas cristãs, não deveríamos esquecer de incluir e partilhar da amizade de Jesus e a seu exemplo aprender a amar, respeitar as pessoas que nos cercam. Levando alegria, paz e perdão para este mundo tão carente de relações, amizades que perduram.
Que Deus nos ajude a partilhar amizades e deixar de lado as inimizades. Que possamos começar a praticar e cultivas amizades a partir deste momento, em nosso grupo e em nossa comunidade. Amém.
Canto: Se uma boa amizade você tem;

Dinâmica: Em nosso meio, podemos perceber que temos vários tecidos de diversos tamanhos e cores. Assim somos nós, cada um tem a sua forma, sua particularidade, seus dons, suas dificuldades. Assim como refletimos a pouco, para sermos amigo/a de alguém, temos que respeitar e acolher cada um com as suas capacidades. Assim como uma colcha não é formada por apenas um tecido, assim formamos nós uma comunidade com muitos talentos e dons que são extremamente importantes na missão que Deus nos confia.
Por isso hoje queremos simbolizar esta união construindo uma grande colcha de retalhos!
• O tecido quer simbolizar nossa maneira de ser, nossas histórias de vida e de fé;
• A linha que une todas as cores e tamanhos do tecido, quer simbolizar a nossa fé e o amor de Deus que perpassa a nossa vida.
• A agulha que nos ajuda a costurar, nos lembra de que passamos, enfrentamos em nossa caminhada de fé e de amizades, deixam as suas marcas. Alguns pontos que tiveram que ser refeitos e costuras que tiveram que ser desfeitas, depois de um tempo costuradas novamente, sempre deixam marcas ao tecido.
• Esta colcha (Imagem 1) pode ser usada, por exemplo, nas próximas meditações e encontros:

Façamos isso, formando uma bela colcha repleta de grandes histórias, de amizades, de fé e esperança no Deus que nos une como amigos/as irmãos e irmãs.

Oração: Senhor nosso Deus, te agradecemos por mais este encontro que aqui tivemos. E em tuas mãos colocamos tudo o que aqui refletimos, pedimos-te que nos ajude na grande tarefa que recebemos, de como comunidade saber conviver entre irmãos e irmãs na mesma fé. Ajuda-nos a superar nossas diferenças, e colocar nossos dons e talentos a serviço do teu reino. Em teu nome, pedimos e agradecemos. Amém.
Avisos:
Benção final e envio: Que Deus abençoe e guarde as nossas vidas. Que possamos ser amigos/as para as pessoas que nos rodeiam, semeando palavras carinhosas, cheias de amor e sorrisos alegres e contagiantes por onde passarmos. Que assim, em paz e esperançosos nos conserve nosso Deus. Amém.
Vamos em paz, e sirvamos ao Senhor com Alegria. Até nosso próximo encontro! Grande abraço.
 


Voltar para Índice do Caderno de Estudos


Autor(a): Pª Paula Naegele
Âmbito: IECLB / Sinodo: Amazônia
Título da publicação: Caderno de Estudos para Mulheres/OASE 2014-2015 / Ano: 2014
Natureza do Texto: Educação
Perfil do Texto: Estudo
ID: 27063

AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

Quando eu sofro, eu não sofro sozinho. Comigo sofrem Cristo e todos os cristãos. Assim, outros carregam a minha carga e a sua força é também a minha força.
Martim Lutero
EDUCAÇÃO CRISTÃ CONTÍNUA
+

REDE DE RECURSOS
+
Assim como o Senhor perdoou vocês, perdoem uns aos outros.
Colossenses 3.13
© Copyright 2024 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br