Sínodo da Amazônia



Avenida Paraná , 431 - Novo Horizonte
CEP 76962-053 - Cacoal /RO - Brasil
Telefone(s): (69) 9845-48890 | (69) 8454-8890
sinododamazonia@gmail.com
ID: 8

Efésios 3.1-12

Caderno de Celebrações 2014/2015 - P. Adriano Adão da Rosa

07/01/2015

CULTO PARA JANEIRO 2015
Departamento de Música e Liturgia do Sínodo da Amazônia
Leitura Bíblica: Is 60.1-6; Sl 72.1-7, 10-14; Mt 2.1-12
Pregação: Efésios 3.1-12
P. Adriano Adão da Rosa – Manaus/AM

LITURGIA DE ABERTURA
ACOLHIDA
A todos um(a) Bom Dia/Boa Noite! É com imensa alegria que estamos reunidos em Comunidade para louvar e engrandecer o nome de Deus. Queremos acolher a Comunidade aqui reunida com as palavras do Salmista que diz:
“Bendize, ó minha alma, ao SENHOR, e tudo o que há em mim bendiga ao seu santo nome. Bendize, ó minha alma, ao SENHOR, e não te esqueças de nem um só de seus benefícios (Sl 103.1-2)”.
Acolhemos também as pessoas que nos visitam neste dia. Sejam todos bem vindos!

CANTO DE ENTRADA
58 - ENE – O nosso encontro vai ser abençoado
Ou: Nº ____________________________________________________

SAUDAÇÃO
Estamos reunidos aqui, em nome do Deus Triúno que é: Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.

CANTOS DE INVOCAÇÃO
229 - ENE – Reunidos aqui
Ou: Nº ____________________________________________________

CONFISSÃO DE PECADOS
(Quem pode, pedimos para se levantar).
Senhor Jesus Cristo, em nossos hinos e orações te adoramos e confessamos como o Senhor deste mundo, Vencedor sobre todos os poderes, Salvador da tua Comunidade. Mas logo após o culto e ainda mais na vida do dia-a-dia nos invadem sentimentos de culpa e dúvida, medo das pessoas e temor das nossas falhas, da nossa insegurança e fraqueza de ânimo.
Senhor ajuda-nos a não confiarmos em nada mais do que em tua Palavra. Torne eficaz o teu poder em nossa vida. Fortalece a nossa fraca fé e tem piedade de nós, Senhor!

ANÚNCIO DO PERDÃO
Em Romanos 5.8 diz: “Mas Deus demonstra seu amor por nós: Cristo morreu em nosso favor quando ainda éramos pecadores

KYRIE
Agraciados com perdão, queremos lembrar as dores do mundo, por isso, clamamos ao Senhor por piedade. Faremos isto cantando:
“Pelas dores deste mundo, oh Senhor! Imploramos piedade. Há um só tempo geme a criação. Teus ouvidos se inclinem ao clamor desta gente oprimida. Apressa-te com tua salvação! A tua paz, bendita e imanada com a justiça, abrace o mundo inteiro, Tem compaixão! O teu poder sustente o testemunho do teu povo. Teu reino venha a nós. Kyrie Eleison!”


GLÓRIA IN EXCELSIS
Demos glória ao Senhor cantando: “Glória, glória, glória a Deus nas alturas. Glória, glória, paz entre nós, paz entre nós!”

ORAÇÃO DO DIA
Deus eterno, louvado seja por teu Filho Jesus, que se revelou como a luz do mundo, trazendo a nós esperança. Obrigado por estarmos reunidos em comunidade para prestar culto ao Senhor. Agradecemos-te pela tua Palavra que nos orienta a fazer a tua vontade. Pedimos que ouvindo a tua palavra possamos aprender e testemunhar o teu Evangelho. Queremos permanecer em ti. Amém
(A comunidade pode sentar-se.)

LITURGIA DA PALAVRA

LEITURAS BÍBLICAS
1ª Leitura Bíblica: Is 60.1-6

2ª Leitura Bíblica: Sl 72.1-7,10-14

3ª Leitura Bíblica: Mt 2.1-12 (Quem pode, pedimos para se levantar para leitura do Evangelho).


CÂNTICO INTERMEDIÁRIO
131- ENE – Buscai primeiro.

PREGAÇÃO

Querida Comunidade, estamos iniciando um novo ano 2015. Como passou rápido 2014! O ano da Copa do Mundo no Brasil passou voando. Parecia ontem que estávamos celebrando em nossa Comunidade o Advento, Natal e daqui a alguns dias, vem o tempo da Quaresma, sexta-feira da Paixão, Páscoa, Ascensão, Pentecostes e assim sucessivamente. Mas hoje estamos no período de Epifania. Mas o que vem a ser esta palavra?
Epifania é a revelação de Jesus como luz do mundo, é deixar-se conhecer como o Messias o Salvador. É bom destacar que o final do evangelho de Mateus fala em evangelizar todas as nações, mas isso já é prenunciado no início do evangelho de Mateus, onde foi feita a nossa leitura bíblica, com os magos representando essa realidade. Epifania, portanto, é momento de destacar o universalismo da obra de Jesus.

Ler: Efésios 3: 1-12

Pensando na revelação que Deus deu a Paulo, descobrimos que há alguns elementos importantes.

Primeiro: descobrimos por esta revelação que os não-judeus participam com os judeus das bênçãos divinas (v. 6). O Evangelho de Cristo ajunta aqueles que viviam separados. Os judeus jamais aceitavam os não-judeus, que eram vistos como indignos de serem abençoados por Deus. No entanto, em Cristo há uma enorme mudança na visão do reino. Deus não seria visto mais como uma propriedade dos judeus, mas uma bênção para toda a humanidade. Ele recebe a todos com o mesmo amor e carinho com que recebe seus filhos legítimos.

Segundo: descobrimos por esta revelação que nós somos servos do evangelho (v. 7). O texto nos diz que Paulo, apesar de seus pecados e de seu passado, recebeu a graça e ser escolhido para anunciar “a boa notícia das imensas riquezas de Cristo” (v. 8). Como servos do evangelho, chamados apesar do que somos e pela graça de Deus, temos o dever de servir os valores e o desejo deste Reino que está para vir, neste mundo quebrantado e cansado.

Terceiro: descobrimos por esta revelação que a Igreja tem uma missão. (v. 10) A missão da Igreja não poderia ser descrita de forma mais forte: fazer conhecido a todos, inclusive as autoridades e os poderes angélicos do mundo celestial, a “sabedoria de Deus em todas as suas diferentes formas”. O que isto significa? Para Paulo a separação entre judeus e não-judeus era a mais forte rivalidade conhecida. Se Deus foi capaz de reconciliar em Cristo estes inimigos mortais, então este Deus sábio precisa ser anunciado ao mundo.

Revelação é simplesmente deixa-se conhecer, é querer fazer parte de nossa vida. Deus se revela ainda hoje. Talvez não como ser humano que era na época, mas de alguma forma Deus ainda demonstra estar entre nós. Ele ainda mostra sinais de Epifania. O que acontece é que esperamos muito mais. Queremos experimentar Deus de forma gigantesca e esquecemos que ele se faz presente em coisas simples do dia-a-dia.

Quero contar uma história:
Neuza, a professora do culto infantil, estava feliz em falar sobre o Poder de Deus. Ela falava com fé e determinação sobre o Supremo Criador, onipresente, onipotente, onisciente e que tudo pode. Dizia ela: “Ele é o Todo Poderoso”.
André, um menino de 9 anos, estava feliz, pois sua fé em Deus estava sendo alicerçada e ao terminar a lição saiu contente, correndo para sua casa, para falar com sua mãe as maravilhas que tinha ouvido; subitamente foi parado pelo senhor Oscar, um ateu convicto que gostava de zombar dos cristãos.
- De onde você vem, André, com tanta alegria?
- Eu vim da igreja, senhor Oscar, e aprendi muito Poder de Deus
- Você gosta de maça?
- Claro que gosto, disse André.
- Eu lhe dou esta maça se você me disser onde Deus está?
O pequeno André ficou pensando, pensando e recordando as palavras de fé da professora Neuza e, com convicção e muita determinação, falou:
- Senhor Oscar, eu lhe dou duas maças se você me disser onde Deus não está?
Surpreendido, o homem começou a pensar... Pensou... Pensou... O menino com os olhinhos brilhando à espera da resposta do Senhor Oscar, que, em dado momento, perguntou ao menino:
- Eu também lhe dou duas maças se você me disser onde Deus não está?
André então responde com uma fé autêntica em Deus:
- Deus não está no coração do homem que não se arrepende e não crê Nele.
Naquele instante o senhor Oscar apanhou as duas maças e as deu ao pequeno André que radiante seguiu seu caminho.
(Adaptado do texto do livro Ilustrações com Aplicações Prática – Nathaniel M. BRANDÃO JR.; pg 24)

A palavra de Deus nos diz: “Os céus manifestam a glória de Deus e o firmamento anuncia a obra de suas mãos” (Sl 19.1).

Comunidade, em cada lugar onde enxergamos vida, amor, alegria, paz, gestos de amor, de carinho, reconciliação, sorrisos, ali Deus está presente, ali Deus se mostra, ali acontece revelação, ali acontece Epifania. Que Deus possa nos abençoar em anunciar a boas novas de Jesus para quem não o conhece.
Amém

HINO
112 – ENE – Se as águas do mar da vida quiserem te afogar
Ou: Nº ____________________________________________________
CONFISSÃO DE FÉ (Vamos nos colocar em pé).
Vamos agora lembrar e confessar publicamente a nossa fé cristã, com as palavras do Credo Apostólico: “Creio em Deus Pai, ...” (A comunidade pode sentar-se).

CANTO PÓS-CONFISSÃO (proceder motivação e o recolhimento das ofertas)
146 - ENE – Deus concede alegria,
Ou: Nº ____________________________________________________


ORAÇÃO DE INTERCESSÃO (Vamos nos colocar em pé).
Pai, a Igreja, intercede, por mediação de teu Filho que se revelou e revela a nós, pela pátria, carente de governos honrados e de submissão à tua palavra; pela Igreja, que nela colocaste, para que seu testemunho seja mais autêntico e sua missão mais eficaz; pela Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil, para que sejamos uma só alma, uma só mente e um só coração; pela Igreja local, para que nela haja unidade, santidade e fraternidade entre os irmãos; pelos enfermos físicos e espirituais, para que recebam de tuas mãos a bênção da cura. Recebe Pai, o clamor de teu povo em nome de teu Filho Jesus.

Motivos de Oração:
1. Aniversariantes
2._______________________________________________________
3._______________________________________________________
4._______________________________________________________
5._______________________________________________________
6._______________________________________________________

Todos os demais pedidos que temos, colocamos diante de ti, Senhor, na oração que nos ensinaste:

PAI NOSSO
Pai nosso ... (A comunidade pode sentar-se).

LITURGIA DE DESPEDIDA

AVISOS
Próximo Culto: ___/___/______ às ___:___ h.
Oferta último Culto: R$ _________ - destinada para ...
______________ _________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________

BÊNÇÃO (Vamos nos colocar em pé).

Que nosso Senhor te abençoe e te guarde. Que o nosso Senhor faça resplandecer o seu rosto sobre ti, tenha misericórdia de ti e te dê a paz. Amém.

ENVIO
Uma abençoada semana a todos, vão em paz e que Deus os abençoe.

CANTO FINAL
144 – ENE – Chuvas de Bênçãos
Ou: Nº ____________________________________________________
 


Autor(a): P. Adriano Adão da Rosa
Âmbito: IECLB / Sinodo: Amazônia
Testamento: Novo / Livro: Efésios / Capitulo: 3 / Versículo Inicial: 1 / Versículo Final: 12
Título da publicação: Caderno de Celebrações - Sínodo da Amazônia / Ano: 2014
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Prédica
ID: 26483

AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

O Senhor guardará você. Ele está sempre ao seu lado para protegê-lo. Ele o guardará quando você for e quando voltar, agora e sempre.
Salmo 121.5 e 8
EDUCAÇÃO CRISTÃ CONTÍNUA
+

REDE DE RECURSOS
+
A fé é um contínuo e persistente olhar para Cristo.
Martim Lutero
© Copyright 2024 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br