Sínodo da Amazônia



Avenida Paraná , 431 - Novo Horizonte
CEP 76962-053 - Cacoal /RO - Brasil
Telefone(s): (69) 9845-48890 | (69) 8454-8890
sinododamazonia@gmail.com
ID: 8

Filipenses 3.3b-16

Caderno de Celebrações 2015 - 2016 - Sínodo da Amazônia

03/02/2015

CULTO PARA FEVEREIRO 2016
Departamento de Música e Liturgia do Sínodo da Amazônia
Leituras Bíblicas: Sl 121;Mt 25. 31-46; Pregação: Fp 3. 3b-16
Pa. Vera Lucia Engelhardt Prediger – Sínodo da Amazônia - RO

LITURGIA DE ABERTURA
ACOLHIDA
Bom dia a todos e todas vocês! É bom estarmos aqui na comunidade, viemos até aqui para o culto, para orar, cantar, ouvir a palavra de Deus para nossa vida e também nos encontrar com irmãos e irmãs na fé. Dia de culto é dia de encontro com Deus e pessoas! Com muita alegria quero acolher as pessoas que estão nos visitando no culto. Que se sintam bem entre nós e que voltem mais outras vezes! A palavra bíblica que nos acolhe nos é dita por Jesus. Jesus Cristo diz: “O Filho do homem não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida para salvar muita gente”. (Marcos 10.45). Assim é o amor de Deus por nós, amor imerecido de nossa parte, amor misericordioso de Deus! Estamos no tempo da quaresma, tempo de novamente sabermos o caminho de Jesus por vales de sofrimento, morte e sabemos e confiamos a sua ressurreição, a vida que ressurge! Vamos celebrar!

CANTO DE ENTRADA
Nº -37 – Entre nós Está – Eles queriam um grande rei

SAUDAÇÃO
Nos reunimos em comunidade em nome de Deus, o Criador, em nome de Jesus Cristo que doa a sua vida para a salvação dos nele crêem, em nome do Espírito Santo que nos chama pelo evangelho e nos conserva na verdadeira fé. Amém.

CANTOS DE INVOCAÇÃO
Nº - 50 – Entre nós está – Vem, Espírito Santo, vem

CONFISSÃO DE PECADOS
Na presença de Deus, vamos confessar os pecados que nos oprimem e nos acusam. Quem puder coloque-se em pé e vamos orar: Deus de toda graça, justiça e misericórdia: Nossa vida não é sempre bonita diante de ti. Agimos contra tua vontade, nos afastamos da tua palavra, não nos importamos com pessoas que estão a nossa volta, pensamos apenas em nós mesmos, queremos garantir a felicidade a qualquer preço, cometemos injustiças. Em pensamentos também pecamos ao julgarmos uns aos outros em silêncio e olhamos com desprezo que é diferente de nós. Guardamos mágoa e rancor, não exercitamos o perdão e a misericórdia. Com nossas palavras ferimos e magoamos, nem mesmo pedimos desculpa quando ofendemos um ao outro. Dizemos palavras duras, palavras que ferem. Temos consciência do pecado que cometemos e sabemos que diariamente pecamos, por isso, Deus de toda graça, justiça e misericórdia: ouve-nos e perdoa-nos! Perdão, Senhor, perdão!
Com.: Perdão, Senhor, perdão. Perdão, Senhor, perdão

ANÚNCIO DO PERDÃO
Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. (Jo 3.16). Sim, Deus ama e não quer a condenação. Ele nos perdoa de todo o pecado. A quem sinceramente se arrependeu e confessou os pecados, anuncio: os seus pecados estão perdoados em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. Amém.

KYRIE
Nossos olhos enxergam pessoas sofrendo, nossos ouvidos escutam gemidos de dor, nosso coração sofre junto a dor e por isso, neste momento, juntamos nossas vozes e suplicamos em oração, que Deus tenham compaixão e misericórdia de quem está sofrendo.
Cantemos: Pelas dores deste mundo, ó Senhor

GLÓRIA IN EXCELSIS
O Senhor é quem nos protege, ele tem cuidado de nós, ele tem misericórdia de nós! Cantemos como os anjos: Glória a Deus nas alturas!
Com.: Glória, Gloria, Glória a Deus nas alturas, glória, glória, paz entre nós, paz entre nós.

ORAÇÃO DO DIA
Querido Deus, prepara-nos para ouvirmos tua Palavra. Que nosso ouvir seja com atenção. Que nossa reflexão nos impulsione para vivermos pela fé diariamente. Que teu santo espírito nos conclame para agir e viver o amor com o nosso próximo. Por Cristo Jesus, que contigo e com o espírito Santo vive e reina de eternidade a eternidade. Amém.

LITURGIA DA PALAVRA

LEITURAS BÍBLICAS
1ª Leitura Bíblica: Sl 121

Cantemos: É como a chuva que lava, é como fogo que arrasa,
Tua palavra é assim, não passa por mim sem deixar um sinal!

Aclamemos o Evangelho: Aleluia!
2ª Leitura Bíblica: Leitura do Evangelho de nosso senhor Jesus Cristo conforme Mt 25. 31-46

CÂNTICO INTERMEDIÁRIO
Nº - 114 – Entre nós Está – Senhor, porque me guarda a tua mão

PREGAÇÃO: Filipenses 3.3b-16
Querida Comunidade reunida!
“Que a graça, a misericórdia e a paz de Deus, o nosso Pai, e de Jesus Cristo, o seu filho, estejam conosco em verdade e amor”! (2 Jo 3)
Nestes dias da quaresma somos novamente lembrados de que Deus se inclina até nós, habita entre nós, se faz carne e nos quer salvar.
Vamos ouvir o texto bíblico de Filipenses 3. 3b-16:
“Nós adoramos a Deus por meio do seu Espírito e nos alegramos na vida que temos em união com Cristo Jesus em vez de pormos a nossa confiança em cerimônias religiosas como a circuncisão. É verdade que eu também poderia pôr a minha confiança nessas coisas. Se alguém pensa que pode confiar nelas, eu tenho ainda mais motivos para pensar assim. Fui circuncidado quando tinha oito dias de vida. Sou israelita de nascimento, da tribo de Benjamim, de sangue hebreu. Quanto à prática da lei, eu era fariseu. E era tão fanático, que persegui a Igreja. Quanto ao cumprimento da vontade de Deus por meio da obediência à lei, ninguém podia me acusar de nada. No passado, todas essas coisas valiam muito para mim; mas agora, por causa de Cristo, considero que não têm nenhum valor. E não somente essas coisas, mas considero tudo uma completa perda, comparado com aquilo que tem muito mais valor, isto é, conhecer completamente Cristo Jesus, o meu Senhor. Eu joguei tudo fora como se fosse lixo, a fim de poder ganhar a Cristo e estar unido com ele. Eu já não procuro mais ser aceito por Deus por causa da minha obediência à lei. Pois agora é por meio da minha fé em Cristo que eu sou aceito; essa aceitação vem de Deus e se baseia na fé. Tudo o que eu quero é conhecer a Cristo e sentir em mim o poder da sua ressurreição. Quero também tomar parte nos seus sofrimentos e me tornar como ele na sua morte, com a esperança de que eu mesmo seja ressuscitado da morte para a vida. Não estou querendo dizer que já consegui tudo o que quero ou que já fiquei perfeito, mas continuo a correr para conquistar o prêmio, pois para isso já fui conquistado por Cristo Jesus. É claro, irmãos, que eu não penso que já consegui isso. Porém uma coisa eu faço: esqueço aquilo que fica para trás e avanço para o que está na minha frente. Corro direto para a linha de chegada a fim de conseguir o prêmio da vitória. Esse prêmio é a nova vida para a qual Deus me chamou por meio de Cristo Jesus. Todos nós que somos espiritualmente maduros devemos ter essa maneira de pensar. Porém, se alguns de vocês pensam de maneira diferente, Deus vai tornar as coisas claras para vocês. Portanto, vamos em frente, na mesma direção que temos seguido até agora.” (Filipenses 3.3b-16).
Irmãos e irmãs:
O apóstolo Paulo nos alerta aqui que não devemos colocar a confiança naquilo que podemos pegar, segurar, apalpar, nem mesmo nas realizações que conseguimos executar ou naquilo que julgamos ser nosso.
Ser cristão é adotar um modo de viver: é não confiar naquilo que com as próprias mãos conseguimos, é não confiar em nossas qualidades e habilidades, mas, sim, saber e confiar e viver na dependência de Deus. Não num saudosismo do passado, mas viver com os olhos no futuro, naquilo que ainda vem pela frente. Não fazer um relatório contábil das coisas que fizemos e executamos e contar e apresentar elas em benefício da salvação. Não buscar garantir o futuro com o passado, mas sempre esperar os sinais de Deus, e recomeçar novamente, novamente partir em nova viagem. É viver sabendo que é Deus quem faz e não nós quem fazemos algo para salvação nossa. É por meio da fé em Cristo que Deus nos torna justos. É uma nova vida em Cristo que acontece pela fé. Nós vivemos de nós mesmos e de nossas realizações ou recebemos vida como dádiva de Deus? A vida cristã é participação na morte e ressurreição de Jesus. A resposta: vivemos do que Deus fez e faz por nós; por sua graça somos aceitos por ele através da fé.
Tomar parte nos sofrimentos de Cristo. O que é realidade para nós é a participação no sofrimento e na morte de Cristo e a esperança para o futuro é a participação na ressurreição de Cristo.
O sofrimento nos assusta. Nestes tempos o que se vê e ouve é a idéia de que devemos viver em felicidade e alegria em todo momento e a qualquer custo. A dor e tristeza causadas pelo sofrimento devem ser eliminadas. Parece que é até mesmo proibido ficar entristecido, é preciso ter força e superar tudo e sorrir sempre. Hoje os valores que são perseguidos pelas pessoas são: a fama, a riqueza e a beleza e se faz tudo para obter isto. E assim vivemos tempos onde até enxergamos pessoas que estão sofrendo, mas não fazemos nada para ajudá-las. O que queremos é resolver apenas o problema nosso e deixar os outros com suas dificuldades e problemas se virarem sozinhos, pois afinal nós fazemos assim! O crer e confiar em Deus não nos coloca deitados em berço esplêndido, onde tudo está pronto e resolvido. O crer e confiar em Deus não nos livra do sofrimento. O apóstolo diz que tomamos parte nos sofrimentos de Cristo.
Como tomamos parte nos sofrimento de Cristo hoje? O que é certo é que Deus nos segura em sua mão quando estamos sós e desesperados, assim como esteve com Jesus em seu sofrimento e morte. Na cruz e sofrimento Jesus não deixou de confiar em Deus. Isso para cada um de nós individualmente tem muita importância: Deus não nos abandona!
Mas como tomamos parte nos sofrimentos de Cristo hoje? O evangelho lido para nós hoje nos dá dicas preciosas sobre nosso viver a fé no dia a dia.
Me veio à mente uma história que li num livro outro dia: “Em uma pequena fazenda, havia vaca, porco, galinha e também, na tulha, um ratinho. Esse rato vivia feliz porque ali o que não faltava era milho para ele comer. Porém, um dia a dona da casa colocou algumas ratoeiras por ali. Ele ficou desesperado e correu até a vaca: “Estamos com um problema sério. A dona da casa espalhou ratoeiras”. A vaca retrucou: “Imagine! Você já viu uma vaca ficar presa numa ratoeira? Você tem um problema. Nós não temos nada”. Então o rato correu até o porco e disse a mesma coisa. Também o porco se mostrou indiferente: “Não, nós não temos um problema. Não posso fazer nada. O máximo que eu posso fazer é ficar observando, mas isso não é comigo”. Ele seguiu aflito até o galinheiro e repetiu as mesmas palavras para a galinha. Ela exclamou: “Imagine! Eu já tenho tanta coisa para fazer! Vou orar por você, mas não posso fazer mais nada”. Assim, naquela noite, todos ouviram um paf e correram para ver a ratoeira, inclusive o próprio rato. A ratoeira tinha pegado uma cobra pelo rabo. A dona da casa apressou-se em tirar a cobra da ratoeira, acabou sendo picada e teve de ir para o hospital. Quando voltou para casa, precisava recuperar as forças. Qual a melhor comida para isso? Canja. Lá foi a galinha. Depois de um mês, quis comemorar seu restabelecimento: pegaram o porco e fizeram um tutu de feijão com ele – uma maravilha! E como o tratamento tinha sido caro, tiveram que vender a vaca para um açougue.” (Sobre a Esperança – Diálogo. Frei Beto; Mario Sérgio Cortella, p.93s).
Esta pequena história me fez refletir sobre participar do sofrimento de Cristo. Sofrer não é algo bom. Mas passamos por sofrimentos e muitas outras pessoas experimentam sofrimento em sua vida. Conseguimos caminhar juntos e juntas em tempos assim? As pessoas conseguem se arriscar para salvar a vida de outro ser humano? Temos ou não a capacidade de não apenas resolver seu problema individual, mas resolver o problema de todos, trilhando por um caminho comunitário e social?
O apóstolo Paulo usa aqui uma ilustração conhecida: a corrida. Ele corre para chegar ao objetivo e receber o premio. Quem dá o prêmio é Deus. O que importa é que caminhemos olhando para frente rumo ao Reino de Deus. E que pelo caminho sigamos em frente, na mesma direção.
Que Deus nos conceda vivermos pela fé! Amém.

HINO
Nº - 36 - Entre nós está – O exemplo de Cristo

CONFISSÃO DE FÉ
Ouvido o anuncio da Palavra de Deus, vamos dar nosso testemunho de fé, juntando nossas vozes e confessando a nossa fé no trino Deus com as palavras do Credo Apostólico. Ficamos em pé:
Creio em Deus Pai, ...

CANTO PÓS CONFISSÃO (proceder motivação e o recolhimento das ofertas)
Ler na Agenda Sinodal a motivação da oferta do culto. Enquanto se canta o hino, as ofertas são recolhidas.
Nº - 194 – Entre nós Está – Estou pensando em Deus

ORAÇÃO DE INTERCESSÃO
Motivos de Oração: Anotar os motivos que a comunidade quer interceder na oração, bem como os aniversariantes.
1. Aniversariantes
2._______________________________________________________
3._______________________________________________________
4._______________________________________________________
5._______________________________________________________
6._______________________________________________________
Vamos nos colocar em pé para a oração:
Bondoso Deus, nós agradecemos que enviaste teu Filho para salvação dos que crêem. Agradecemos pelas tuas dádivas e teu cuidado para com todos e todas. Agradecemos porque nos dás tua palavra e nos reúnes em comunidade. Agradecemos pelas pessoas que estão comemorando aniversário (ler os nomes anotados). Senhor, intercedemos pelas pessoas que estão sofrendo: seja por causa da doença, seja por causa de desentendimentos e brigas na família, pelas pessoas que sofrem porque estão desempregadas, pelas pessoas que sofrem porque estão abandonadas, pelas pessoas que sofrem por que estão enlutadas. Move-nos, Senhor, para que nós ajudemos a aliviar sofrimentos com ações solidárias e cuidadoras. Por Cristo Jesus, unimos as vozes na oração que dele aprendemos:

PAI NOSSO
Pai nosso ...

LITURGIA DE DESPEDIDA

AVISOS
Próximo Culto: ___/___/______ às ___:___ h.
Oferta último Culto: R$ _________ - destinada para ...
______________ _________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________

BÊNÇÃO
O Senhor te abençoe e te guarde; o Senhor faça resplandecer o rosto sobre ti e tenha misericórdia de ti; o Senhor levante o rosto e te dê a paz. Amém

ENVIO
Vão na paz que Deus concede, servindo ao Senhor sempre. Vão na esperança da ressurreição e vida eterna a todos e todas que nele crêem. Amém.

CANTO FINAL
Nº - 176 – Entre nós está – Para os montes olharei  


Autor(a): Pa. Vera Lucia Engelhardt Prediger
Âmbito: IECLB / Sinodo: Amazônia
Testamento: Novo / Livro: Filipenses / Capitulo: 3 / Versículo Inicial: 3 / Versículo Final: 16
Título da publicação: Caderno de Celebrações 2015 - 2016 / Editora: Sínodo da Amazônia / Ano: 2015 / Volume: I
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Prédica
ID: 31557

AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

É dever de pai e mãe ensinar os filhos, as filhas e guiá-los, guiá-las a Deus, não segundo a sua própria imaginação ou devoção, mas conforme o mandamento de Deus.
Martim Lutero
EDUCAÇÃO CRISTÃ CONTÍNUA
+

REDE DE RECURSOS
+
Vocês vão me procurar e me achar, pois vão me procurar com todo o coração. Sim! Eu, afirmo que vocês me encontrarão.
Jeremias 29.13-14
© Copyright 2024 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br