Sínodo da Amazônia



Avenida Paraná , 431 - Novo Horizonte
CEP 76962-053 - Cacoal /RO - Brasil
Telefone(s): (69) 9845-48890 | (69) 8454-8890
sinododamazonia@gmail.com
ID: 8

Isaías 43.16-21

Caderno de Celebrações - 2017-2018

07/02/2018

LITURGIA DE ABERTURA

ACOLHIDA
“Jesus Cristo diz: O Filho do Homem não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida para salvar muita gente.” Com estas palavras do evangelho de Marcos capítulo 10 versículo 45 quero saudá-los e acolhê-los nesta manhã de domingo. Estamos no período da Quaresma. Tempo onde somos convidados a refletir sobre a caminhada de fé. Quaresma é tempo de meditarmos no amor de Deus para conosco. Amor, este, que vem ao nosso encontro mesmo que não o mereçamos. Mas, mesmo que não o mereçamos, ele vem até nós e nos transforma. Transforma-nos para que a caminhada seja diferente; seja mais leve. Que aqui possamos sentir este amor de Deus e que possamos levá-lo para o nosso dia a dia. Sejam bem-vindos para esta celebração! Nós estamos na casa de Deus, aqui encontramos paz e lugar.

Acolher os/as visitantes

CANTO DE ENTRADA
336 – Quando o povo se reúne

SAUDAÇÃO
Nós nos reunimos aqui em nome de Deus que é Pai, Filho e Espírito Santo (+). Amém!

CONFISSÃO DE PECADOS
Recordemos que nosso Senhor Jesus se compadece das nossas fraquezas, pois ele próprio foi tentado em todas as coisas, à nossa semelhança, ainda que sem pecado. Aproximemo-nos em confiança do trono da graça, a fim de recebermos o perdão e acharmos socorro em tempos de necessidade. Confessemos, pois, os nossos pecados. Primeiramente de forma individual e, em seguida, de forma comunitária. Oremos:

Deus misericordioso, confessamos que estamos submissos ao pecado e que, por nós mesmos, não podemos libertar-nos. Temos pecado contra Ti em pensamentos, palavras e ações, pelo que temos feito e pelo que temos deixado de fazer. Não te amamos de todo o coração, nem amamos ao próximo como a nós mesmos. Por amor de teu Filho, Jesus Cristo, tem piedade de nós. Perdoa-nos, renova-nos e dirige-nos, para que encontremos alegria em cumprir a tua vontade e seguir os teus caminhos para a glória do teu santo nome. Amém.
ANÚNCIO DO PERDÃO
Em 1 Jo 1.9 lemos: “Mas, se confessarmos os nossos pecados a Deus, ele cumprirá a sua promessa e fará o que é correto: ele perdoará os nossos pecados e nos limpará de toda maldade”. Portanto, se de fato estamos arrependidos e queremos iniciar uma nova semana na caminhada com Cristo, Ele é fiel, perdoa-nos e nos auxilia nesta tarefa. Amém!
KYRIE
O perdão que Deus nos concede é completo. Por si só, é motivo de alegria e gratidão. No entanto, passamos os nossos olhos pela realidade que nos cerca. Tentamos olhar com o coração. E aí vemos quantos espaços ainda precisam ser preenchidos pelo amor, pela misericórdia e pela justiça de Deus. Nos inquietamos com a violência, com as consequências da corrupção, com o sofrimento sob as mais variadas formas. Por isso, intercedemos e cantamos juntos: Tem, Senhor, piedade!
GLÓRIA IN EXCELSIS
Glória in excelsis

ORAÇÃO DO DIA
Deus, nosso Senhor! Em teu Filho, nosso Senhor Jesus Cristo, tu nos fizestes filhos. Agora ouvimos teu chamado e reunimo-nos aqui para juntos louvar, ouvir tua Palavra, clamar a ti e colocar em tuas mãos o que nos aflige e o que necessitamos. Fica aqui entre nós e ensina-nos, Senhor, para que todas as coisas que nos amedrontam e desanimam, toda a soberba e insolência, também toda a nossa descrença e nossas crendices se tornem pequenas, para que tu possas mostrar-nos como és grande e bondoso, para que voltemos os nossos corações também aos outros, para que possamos compreender uns aos outros e assim nos ajudar um pouco, para que essa seja uma hora de luz, na qual vislumbramos o céu aberto e assim um pouco de claridade neste mundo de trevas. Amém.

LITURGIA DA PALAVRA

Hino 326 - o povo de Deus

LEITURAS BÍBLICAS
A primeira leitura bíblica que queremos ouvir é do Antigo Testamento. Livro do profeta Isaías 43.16-21

ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO: “Mas a verdade é que Cristo foi ressuscitado, e isso é a garantia de que os que estão mortos também serão ressuscitados”. Palavras do apóstolo Paulo em sua Primeira Carta aos Coríntios capítulo 15 versículo 20. O Evangelho de nosso Senhor Jesus Cristo para este domingo se encontra no livro de João capítulo 12 versículos 1 a 8. Ouçamos a leitura.

CÂNTICO INTERMEDIÁRIO
Hino 381 - pela palavra de Deus

PREGAÇÃO
Estimada Comunidade! Que a graça do Senhor Jesus Cristo, o amor de Deus o Pai, e a comunhão do Espírito Santo estejam com cada um de vocês. Amém!

É nosso costume, pessoas cristãs, lembrar tudo o que Deus já realizou em nossas vidas. Por exemplo, a cada aniversário nós lembramos da proteção e das bênçãos que recebemos de Deus. E agradecemos pelo privilégio de podermos iniciar mais um ano de vida e atividades.

Nós comemoramos aniversários de nascimento, casamento entre tantos outros. Celebramos a formatura de um filho na faculdade e recordamos com alegria de uma viagem prazerosa que tenhamos feito no passado. Em todas estas ocasiões, nós nos lembramos de todo aquele período que já passou e do qual se está saindo no momento. Lembramos com gratidão de cada pessoa que nos ajudou quando precisamos de ajuda. Recordamos com satisfação dos obstáculos que superamos em nosso viver.

E não apenas nós, povo de Deus, mas qualquer pessoa humana tem o costume de recordar e se alegrar com as boas memórias que a vida vai lhe proporcionando! É realmente um costume do ser humano olhar para trás e lembrar o que passou.

No texto de Isaías Deus traz este costume a lembrança do povo de Israel. Ele diz: Não fiquem lembrando do que aconteceu no passado, não continuem pensando nas coisas que fiz há muito tempo. (Is 43.18).

Quando eu leio este versículo logo me recordo das chamadas pessoas “saudosistas”. “Como era bom naquele tempo...”, “Em nossa época sim as coisas funcionavam...”, “Pena que aquele tempo passou...”... E tantas outras falas! Às vezes eu mesmo me flagro pensando e falando desta forma. Mas, pessoas que pensam assim, correm um grande risco de estar vivendo o presente, mas com os pés lá no passado. O risco de pensar desta forma é que os anos passam e a pessoa sempre pensará que o melhor já passou.

Bem, pode até ser que em alguns pontos ela esteja certa. É verdade que em algumas coisas, quando olhamos para trás, parece que era melhor mesmo. Por exemplo: o respeito dos filhos pelos pais. É possível que em tempos idos este respeito fosse mais presente.
Mas, queridos irmãos e irmãs, no caso da promessa de Deus não funciona assim.

Ele diz: Não fiquem lembrando do que aconteceu no passado, não continuem pensando nas coisas que fiz há muito tempo. Pois agora vou fazer uma coisa nova, que logo vai acontecer, e, de repente, vocês a verão.

Que boa notícia esta! Deus está lembrando o povo de Judá, que está vivendo no exílio, que ele mesmo os salvará! Deus diz ao seu povo que estava sofrendo nas mãos do povo inimigo, que ele mesmo abrirá um caminho para a salvação. O povo nem precisou clamar ao Senhor por socorro. Foi o próprio Deus que tomou a iniciativa de vir a eles.

Assim também acontece em nossas vidas. Olhemos para trás. Observemos como Deus já nos protegeu e nos guardou em seus braços de amor. Assim como um pai cuida e guarda o seu filho, também Deus quer cuidar de cada um de nós como filho seu.

Quando olhamos para trás não vislumbramos apenas bons momentos. Também momentos de dificuldades estão ali. Inclusive momentos de nossa caminhada que parecem obscuros.
Nos versículos 22 e 23 lemos: Vocês se enojaram de mim e pararam de me adorar. Vocês não me ofereceram carneiros para serem queimados em sacrifício, nem me honraram com outros sacrifícios.

O povo de Israel quando estava em segurança se afastou de Deus. Mesmo Deus tendo os procurado por meio de seus profetas. Deus cuidou de seu povo e colocou uma condição: que o povo tivesse somente a ele como Deus e Senhor. A disciplina de Deus nem sempre é agradável. Às vezes ela é doída. Assim como um pai corrige a seu filho por amor, também nosso Deus quer que andemos em segurança e novidade de vida.

Os exílios que o povo de Deus sofreu, tanto o assírio, quanto o babilônico, não foram por pura maldade de Deus. Foi um castigo, sem sombra de dúvidas, mas um castigo que quer educar, ensinar e deixar evidente o amor de Deus por eles. Deus mostra a seu povo que ele é a salvação, e que o único caminho que leva até ele, é o caminho que ele mesmo abre. Assim como ele abriu um caminho no mar Vermelho para que o povo passasse em segurança, hoje ele continua abrindo caminhos em nossas vidas e nos conduz em segurança até a outra margem. Os caminhos que Deus abre, são testemunhas da ação de Deus na história de seu povo.

Da mesma forma que o povo de Israel foi desafiado a construir, ou melhor, reconstruir sua história de mãos dadas com o Senhor, também a nossa Comunidade é desafiada a ser sal e luz nesta cidade e testemunhar publicamente a nossa fé. E qual é a nossa fé? A certeza e a confiança de que Deus veio e vem em busca de cada um de nós e quer nos resgatar para Si. E, uma vez, estando resgatados somos testemunhas do amor de Deus por sua criação, de modo especial pelo ser humano.

Por isso, reflitamos: quais são as cargas que eu trago comigo? Qual é a minha história de vida? O que tenho vivido em silêncio, no meu ser, onde só o Senhor Deus conhece e sabe? Qual é a minha história com Deus? Ou melhor, a história de Deus comigo? Será que mágoas, tristezas e decepções fazem parte de mim? Será que eu tenho dificuldades no meu relacionamento com Deus por que algo não aconteceu como eu esperava ou desejasse? Será que eu estou abandonando Deus porque a vida não segue o rumo que eu quero que ela siga?

É importante olharmos para a nossa história. Porém, mais importante é saber que ela se trata de história. De passado. Importante também é olhar para o futuro. Para o que ainda está por vir. O mesmo Deus que salvou o seu povo nos relatos do AT é o Deus que nos salva hoje. Por meio de Cristo Jesus, Deus veio até nós, e vem também hoje, por meio da ação do Espírito Santo, e quer ser recebido e acolhido em nossos corações.

Lembremo-nos da configuração do automóvel. O espelho retrovisor é essencial para que o motorista possa ter visão do que passou. No entanto, o para-brisas, logo a sua frente, é muito maior e lhe concede uma visão panorâmica do que está por vir. Espia-se o que passou, mas se concentra no que está por vir.
Irmãos e irmãs! O Senhor Deus promete salvação, redenção. E se olharmos a história da salvação que Deus realiza com seu povo nós ficaremos fascinados. O Deus de amor cuida e caminha ao nosso lado em todos os momentos de nossas vidas. Mesmo que em alguns momentos tenhamos mais dificuldade em perceber.

Nós sabemos que a Igreja Cristã está vivendo o tempo da Quaresma. E neste período nós também somos convidados a refletirmos a história de Deus com o seu povo, e também conosco, de forma individual. Quaresma quer ser tempo onde nós nos aproximamos e nos achegamos a Deus. Quer ser tempo também onde sinais da vinda da salvação, que Deus traz, possam ser visíveis. Por meio de nossa ação diaconal como Comunidade. Mas, também em cada gesto nosso no dia a dia.

Depende de nós, cristãos do mundo inteiro, evidenciar os sinais do Reino de Deus neste mundo, para que todas as pessoas tenham a chance de conhecer este Deus de amor que vem em busca de nós.

É o Senhor Deus quem diz: Este é o povo que criei para que fosse meu a fim de que desse louvores ao meu nome. Israel era este povo. Nós somos este povo. Você e eu somos este povo. Fomos criados para sermos propriedades de Deus a fim de que déssemos louvores ao nome do Senhor.

Vamos dar louvores a Deus, irmãos e irmãs. Louvor por toda a história de salvação e redenção que Ele mesmo construiu por nós. Mesmo nós rejeitando o amor de Deus, muitas vezes, mesmo nós teimando em sermos autossuficientes. Ele não desiste de nós! Reconheçamos este amor.

E que possamos levá-lo para pessoas que nos cercam. São tantas as pessoas que vivem desoladas, desesperadas. Pessoas que não enxergam saída para os seus problemas. São tantas as pessoas que precisam experimentar a salvação que o Senhor concede. Também para elas Deus diz: Não fiquem lembrando do que aconteceu no passado... Pois agora vou fazer uma coisa nova, que logo vai acontecer, e, de repente, vocês verão.

Os nossos corações pertencem ao Senhor. Nós pertencemos a Ele. Não há o que temer. Ele, que sofreu a morte; vida e salvação nos concede! Espalhemos este amor! Que Deus nos ajude e que a paz de Jesus, que excede todo entendimento, venha sobre nós e permaneça conosco todos os dias. Amém!

CONFISSÃO DE FÉ
Convido aqueles que podem a ficar em pé. Em resposta ao amor de Deus e como testemunho da nossa esperança cristã, convido a confessarmos a nossa fé com as palavras do Credo Apostólico:

Creio em Deus, Pai todo-poderoso,
Criador do céu e da terra.

E em Jesus Cristo, seu Filho unigênito, nosso Senhor,
O qual foi concebido pelo Espírito Santo,
Nasceu da virgem Maria,
Padeceu sob o poder de Pôncio Pilatos,
Foi crucificado, morto e sepultado,
Desceu ao mundo dos mortos,
Ressuscitou no terceiro dia,
Subiu ao céu, e está sentado à direita de Deus Pai, todo-poderoso,
De onde virá para julgar os vivos e os mortos.

Creio no Espírito Santo,
Na Santa Igreja Cristã, a comunhão dos santos,

Na remissão dos pecados,
Na ressurreição do corpo e na vida eterna. Amém.

CANTO PÓS CONFISSÃO (proceder motivação e o recolhimento das ofertas)
Hino 383 - a lei do Senhor é perfeita

ORAÇÃO DE INTERCESSÃO
Senhor, nosso Deus. Nós te somos gratos pelo dia de hoje. Obrigado que Tu mesmo nos reuniste nesta manhã em Comunidade. Obrigado também porque nos serviste com o banquete da tua Palavra. Dá-nos ânimo e entusiasmo para nos dedicarmos a vida em Comunidade. Orienta-nos a sermos sal e luz nesta cidade, e usa a cada um de nós na tarefa de proclamar o teu Evangelho para as pessoas. Assim como cuidaste do teu povo, lá no passado, também cuidas de nós hoje. Pedimos, Senhor, pela tua Igreja. De forma especial pela IECLB. Abençoa aos ministros e ministras para que encontrem em Ti ânimo e alegria na proclamação do teu Reino de paz, justiça e amor. Abençoa as programações e o convívio comunitário. Que sejam espaços de partilhar, aprendizado e testemunho da fé.
Lembramos também das pessoas enfermas, desempregadas e desorientadas. Pessoas que se sentem perdidas e não sabem aonde buscar auxílio. Sê Tu com cada um delas, por meio do Teu Santo Espírito. E usa a nós para sermos auxílio na vida delas. Orienta os nossos governantes para que possam governar da melhor forma possível em prol do povo. E que haja mais justiça e vida digna para todos.

DEMAIS MOTIVOS DA FOLHA DE INTERCESSÃO

E tudo mais que está em nossos corações, colocamos na oração que o teu Santo e Amado Filho nos ensinou dizendo:

Pai Nosso, que estás nos céus.
Santificado seja o teu nome.
Venha o teu reino. Seja feita a tua vontade, assim na terra
Como no céu.
O pão nosso de cada dia nos dá hoje.
E perdoa-nos as nossas dividas,
Assim como nós também perdoamos aos nossos devedores.
E não nos deixes cair em tentação.
Mas livra-nos do mal.
Pois teu é o reino
O poder
E a glória
Para sempre
Amém.

LITURGIA DE DESPEDIDA

AVISOS
Próximo Culto: ___/___/______ às ___:___ h.
Oferta último Culto: R$ _________ - destinada para ...
______________ _________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________

Hino [Entre nós está] 152 - uma semana de trabalho 

BÊNÇÃO: O Senhor vos abençoe e vos guarde; o Senhor faça resplandecer o seu rosto sobre vós e tenha misericórdia de vós; o Senhor sobre vós levante o seu rosto e vos dê a paz.

Assim abençoe o Pai, o Filho e o Espírito Santo. Amém. (+)

ENVIO: Ide em paz e servi ao Senhor com alegria!
 


Autor(a): P. Renan Schlemper
Âmbito: IECLB / Sinodo: Amazônia
ID: 45760

AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

Como um perfume que se espalha por todos os lugares, somos usados por Deus para que Cristo seja conhecido por todas as pessoas.
2Coríntios 2.14
EDUCAÇÃO CRISTÃ CONTÍNUA
+

REDE DE RECURSOS
+
A mensagem que Cristo nos deu e que anunciamos a vocês é esta: Deus é luz e não há nele nenhuma escuridão.
1João 1.5
© Copyright 2024 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br