Sínodo da Amazônia



Avenida Paraná , 431 - Novo Horizonte
CEP 76962-053 - Cacoal /RO - Brasil
Telefone(s): (69) 9845-48890 | (69) 8454-8890
sinododamazonia@gmail.com
ID: 8

Jeremias 31.31-34

Caderno de Celebrações 2015 - 2016 - Sínodo da Amazônia

01/10/2015

CULTO PARA OUTUBRO 2015
Departamento de Música e Liturgia do Sínodo da Amazônia
Leituras Bíblicas: Romanos 3. 19-28; João 8. 31-39;
Pregação: Jeremias 31. 31-34
P. Marcelo Peter – Alta Floresta d’Oeste – RO

LITURGIA DE ABERTURA

ACOLHIDA
Saúdo-vos com a palavra bíblica:“Pois pela graça de Deus vocês são salvos por meio da fé. Isso não vem de vocês, mas é um presente dado por Deus. A salvação não é o resultado dos esforços de vocês; portanto, ninguém pode se orgulhar de tê-la.” (Ef 2.8-9). Que possamos juntos celebrar o amor de Deus, que nos acolhe como filhas e filhos e nos liberta da escravidão do pecado. (Acolher os/as visitantes)

CANTO DE ENTRADA
Nº 49 - ENE – Quando o Espírito de Deus soprou
Ou: Nº ____________________________________________________

SAUDAÇÃO
L.: Celebramos este culto em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo.
C.: Amém.
L.: O nosso socorro vem do Senhor.
C.: Que fez o céu e a terra.

CONFISSÃO DE PECADOS
Confissão de pecados Amado Pai, neste momento queremos abrir os nossos corações e também reconhecer a Tua bondade para conosco. Tu tens sido um Deus tão maravilhoso . . . Tens nos agraciado a todo instante e nos momentos de aflições Tens sido o nosso amparo. Reconhecemos Senhor, que somos muito falhos e precisamos mais uma vez do Teu perdão. Quantas vezes entramos em desespero diante das situações complicadas que precisamos enfrentar, diante dos problemas do dia-a-dia, seja: na Comunidade, com os vizinhos, no trabalho ou na própria família e nós esquecemos do Teu poder e da Tua Graça. Isto nos faz reconhecer que somos ingratos e a nossa fé é pequena. Por isso, Te pedimos Pai, aceite a nossa confissão e dá-nos o Teu perdão. Amém!

ANÚNCIO DO PERDÃO
“Pois pela morte de Cristo na cruz, nós somos libertados, isto é, os nossos pecados são perdoados” (Romanos 5.9-10). Perdão e liberdade em Cristo são o que vos anuncio em nome do Pai, Filho e Espírito Santo (+). Amém.

GLÓRIA IN EXCELSIS
Glória in excelsis Nosso Deus é Deus da graça e do amor, por isto ele nos perdoa, nos anima a transformar a realidade, glorifiquemos a Deus, cantando:
CANTO
Nº 139 - ENE – Glorificado seja teu nome.

ORAÇÃO DO DIA
Amado Deus Criador! Nós te louvamos e agradecemos por podermos estar reunidos em culto. Agradecemos por teu servo Martim Lutero o qual recolocou a Igreja nos trilhos do Evangelho, mostrando que somos salvos por graça mediante a fé em nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo. Nós te pedimos: Dá-nos a certeza de que és “Deus conosco” ao nos falares através da tua palavra, abrindo nossos corações e nossas mentes para aceitarmos a tua verdade e integrá-la em nossa vida. Por Jesus Cristo, nosso Senhor, que contigo e o Espírito Santo, vive e reina para sempre. Amém

LITURGIA DA PALAVRA

CANTO
Nº 114 - ENE – Senhor, porque me guarda.

LEITURAS BÍBLICAS
1ª Leitura Bíblica: Jeremias 31. 31-34

CÂNTICO INTERMEDIÁRIO
Nº 157 - ENE – Alma Bendize

2ª Leitura Bíblica: Romanos 3. 19-28

ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO
L. Aclamemos o Evangelho, cantando Aleluia:
C. ♪ Aleluia, aleluia, aleluia, aleluia.
L. O Senhor esteja convosco.
C. E com Teu Espírito!
L. Proclamação do Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo conforme João, no capítulo 8, versículos 31-39
L. (leitura do texto)... Palavra do Senhor.
C. Demos graças a Deus.
C. ♪ Aleluia, aleluia, aleluia, aleluia.

PREGAÇÃO (Baseada em Jeremias 31. 31-34)
Você tem uma aliança no dedo? Sim? Não? Eu uso duas. Cada uma delas têm um significado e um compromisso para mim. A aliança é um símbolo que recorda e faz notar um compromisso que foi assumido e deve ser cumprido.
Assim somos nós. Precisamos fazer alianças. É muito natural que façamos acordos, tratados, isto é, alianças, e busquemos simbolizar nossos compromissos. As alianças acontecem em todas as esferas da vida humana:
A) um casal faz aliança entre si e vivem o matrimônio;
B) duas ou mais empresas fazem alianças entre si para alcançar determinado público de consumidores ou para vencer economicamente alguma outra empresa, representação ou revendedora;
C) vários países fazem alianças para controlar e dialogar questões de economia e comércio. O MERCOSUL é um exemplo disto.
E, assim vão acontecendo as alianças que, normalmente, vêm acompanhadas de direitos e deveres. Numa aliança é necessário cumprir as regras para que haja êxito e sucesso.
O grande problema vem quando alguém quebra a aliança. Quando pelo menos uma das partes envolvidas não cumpre o que foi estipulado. Quando um dos envolvidos na aliança não age de acordo com o que foi pré-estabelecido, infringindo as regras ou burlando as normas. Nestes casos, começam a desavenças, os desacordos, as batalhas judiciais, as multas, as separações, enfim, a extinção da aliança. E, nunca mais queremos fazer aliança com essa pessoa, grupo ou corporação.
Pelo que já se percebeu, nós seremos humanos, homens e mulheres, vivemos baseados em acordos, contratos, a saber, alianças. Parece que nós precisamos de alianças para viver, caminhar, ter objetivos e alcançar metas. De tal modo, Deus vem ao nosso encontro e, para que possamos compreender sua ação em nosso favor, Ele faz alianças conosco. Ele usa essa linguagem, das alianças, porque é compreensível ao nosso intelecto.
A história do povo de Deus é uma história de alianças. Sempre e incansavelmente, Deus faz alianças com seu povo, seus filhos e filhas:
1) o primeiro exemplo de aliança acontece após o Dilúvio, quando Deus promete a Noé que jamais iria destruir a humanidade através de catástrofe natural, tal como havia ocorrido. O arco-íris tornou-se símbolo desta aliança firmada. (Gn 9. 8-17)
2) outro exemplo é a aliança feita com Abraão e seus descendentes. Deus prometeu que faria de Abraão uma grande nação. O símbolo desta aliança é a circuncisão. (Gn 15. 9-21; Gn 17)
3) agora, para o povo de Deus, a aliança mais conhecida, a mais importante, a aliança central, é aquela firmada quando o povo foi liberto da escravidão do Egito. Eles estavam no deserto, Moisés subiu o Monte Sinai, lá recebeu a Lei de Deus, inscrita em duas tábuas de Pedra. (Ex 19-24)
Nesta aliança Deus prometeu que garantiria o destino e a vida do povo. Ele, Deus, cuidaria de cada um dos seus filhos e filhas. Sob qual condição? Apenas deveriam reconhecer que Ele, o Deus Eterno, é o nosso Deus. Ele é o nosso protetor. Deveriam seguir os preceitos inscritos nas tábuas da lei. Ser fieis somente a este Deus!
Conforme nos conta o profeta Jeremias, o povo não foi capaz de cumprir com essa aliança. O povo de Deus foi relapso e não fez jus à lei de Deus. Não cumpriu com sua parte no acordo, na aliança que fora firmada.
Em nossas relações humanas, quando alguém rompe uma aliança, em quase cem por cento das vezes, nunca mais iremos firmar qualquer aliança que seja com esta pessoa. Mas Deus, conforme nos conta o profeta, não desiste do povo. Ele não desiste de seus filhos e filhas. Por isso, Deus diz que fará uma Nova Aliança com seu povo.
Essa Nova Aliança vai ser diferente da Antiga Aliança. Deus não vai mais inscrever suas regras, leis e mandamentos em tábuas de Pedra. Ninguém vai precisar ficar cobrando e vigiando quem está cumprindo ou não com a Aliança. A Nova Aliança, Deus a imprimirá nas mentes e nos corações do povo. Todos os filhos e filhas de Deus, jovem ou mais velho, saberão quem é Deus. Todos conhecerão a vontade de Deus, porque Deus vai perdoar todos os pecados e não se lembrará mais de qualquer iniquidade que tenhamos cometido.
A Nova Aliança foi firmada em Jesus Cristo. Através da vida, morte e ressurreição de Cristo, Deus fez uma Nova Aliança com seu povo. Ele perdoou-nos todos os nossos pecados. Resgatou-nos de uma vida perdida e sem sentido. Concedeu-nos novas esperanças. Ele não nos cobra nada nesta Nova Aliança. Quer apenas que sejamos gratos e lhe sirvamos livremente em amor e bondade, pois Cristo Jesus, inscreveu em nossos corações o mandamento do amor: amor a Deus acima de tudo e ao próximo como a nós mesmos. Os sacramentos nos falam desta Nova Aliança: o Batismo nos insere na Nova Aliança e Ceia do Senhor nos compromete com esta Nova Aliança.
A Escritura nos testemunha que, através de Jesus Cristo, Deus firmou conosco a Nova Aliança, salvando-nos por graça e fé. Acontece que o tempo foi passando; a Igreja foi se institucionalizando; a Bíblia foi sendo deixada de lado; e, consequentemente, o povo de Deus foi se esquecendo desta perpétua, irrevogável e eterna Nova Aliança que Deus fez conosco.
Quem sabe seja por isso que Lutero precisou fazer a Reforma da Igreja. No dia 31 de outubro de 1517 Martim Lutero iniciou um processo que culminou no melhoramento da vida doutrinária e espiritual da Igreja. Lutero lutou incansavelmente para que os filhos e filhas de Deus se reconhecessem sujeitos à Nova Aliança, firmada em Cristo Jesus.
Uma maneira que Lutero encontrou para nos explicar o que é a salvação em Cristo Jesus, com suas consequências para nossa vida já aqui e também no Reino eterno, foi através da famosa “Rosa de Lutero”. Por isso, podemos, resumidamente, arriscar-nos a explicar o que é a Nova Aliança que Deus fez conosco, fazendo uso deste símbolo:
CRUZ (preta) – faz-nos recordar a forma como Deus vem ao nosso encontro, salvando-nos e firmando a Nova Aliança através de Jesus Cristo;
CORAÇÃO (vermelho) – afirma que a vida é pulsante; salvando-nos do pecado, na Nova Aliança, Deus concede-nos uma nova vida;
ROSA (branca) – branco é a cor da pureza. Na Nova Aliança, foi Jesus Cristo que nos resgatou para uma vida pura, sem mácula, mancha ou pecado;
FUNDO (azul) – o azul é a cor que representa a eternidade. A Nova Aliança é eterna. Ela vale para sempre. Ela é perfeita, pois não depende de nós. Depende unicamente de Deus. A salvação é graça divina!
ALIANÇA (anel dourado) – esta aliança dourada representa a Nova Aliança que Deus fez com todos nós. Lembra as dádivas que recebemos através de Jesus Cristo para vivermos com fé em Deus e praticarmos o amor ao próximo. Esta aliança de Deus conosco é eterna. A Nova Aliança quer nos fazer recordar do amor de Deus por nós. E, em gratidão a Deus, demonstramos esse amor nas nossas relações cotidianas.
A pergunta que fica é: estamos levando essa Nova Aliança a sério? Queremos crer e confiar que a Nova Aliança, firmada em Cristo Jesus, é orientadora para nosso agir cristão. Peçamos a Deus, para que Ele continue inscrevendo sua Lei, a lei do amor, em nossas mentes e corações, para que vivamos uma vida reta, agradável e sublime em sua presença, hoje e eternamente. Amém!

CONFISSÃO DE FÉ
Olhando para a cruz de Cristo, símbolo central de nossa fé. Confessemos: Creio em Deus Pai, ...

HINO (recolhimento das ofertas)
Nº 225 - ENE – Deus é castelo forte


LITURGIA DE DESPEDIDA

AVISOS
Próximo Culto: ___/___/______ às ___:___ h.
Oferta último Culto: R$ _________ - destinada para ...
______________ _________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________

CANTO FINAL
Nº 234- ENE – Deus vos guarde

ORAÇÃO GERAL DA IGREJA
Motivos de Oração:
1. Aniversariantes
2._______________________________________________________
3._______________________________________________________
4._______________________________________________________
5._______________________________________________________
6._______________________________________________________
Querido Deus, concede o teu Santo Espírito para que a tua Igreja possa preservar a pureza da doutrina da fé Evangélico-luterana. Pedimos-te, Senhor, que animes a cada um e a cada uma de nós a sermos fiéis testemunhas do teu Evangelho e que nossos pastores e pregadores sejam fiéis a tua Palavra e a preguem com ousadia e poder.
Permite a todos que ouvem a tua palavra uma correta compreensão e confiança na mesma. Envia trabalhadores para tua seara, e abre a porta da fé aos que ainda não te conhecem. Protege e defende os teus filhos e filhas de todos os perigos e tribulações. Fortalece a nós e os demais cristãos, para que coloquemos a nossa confiança exclusivamente na graça revelada em Cristo.
Suplicamos por todas as pessoas que passam por necessidades, por todas as pessoas adoentadas, deprimidas e enlutadas, para que elas encontrem consolo e conforto em Ti. (Lembramos de especial modo ____________________________________
______

_________________________________________ abrace e os alcance, Senhor Deus, a todos estes indivíduos com a tua poderosa mão que acolhe, cura, conforta e sustenta. Enche-os de paz, de amor e de consolo, animando-os pela fé em Cristo Jesus).
E tudo o mais que necessitamos, nós te pedimos na oração que Jesus Cristo nos ensinou:

PAI NOSSO
Pai nosso ...

BÊNÇÃO
Abençoe-te Deus, que te criou; abençoe-te Deus, o Filho que te libertou; abençoe-te Deus, o Espírito Santo que sempre nos encoraja. O Triúno Deus guarde a tua saída e a tua entrada, agora e sempre. Amém.

ENVIO
L.: Irmãos e irmãs, vamos todos na companhia do Deus Emanuel, o Deus Conosco. Vamos em paz e sirvamos ao Senhor com alegria.
C. Demos graças a Deus.


Autor(a): P. Marcelo Peter
Âmbito: IECLB / Sinodo: Amazônia
Testamento: Antigo / Livro: Jeremias / Capitulo: 31 / Versículo Inicial: 31 / Versículo Final: 34
Título da publicação: Caderno de Celebrações 2015 - 2016 / Editora: Sínodo da Amazônia / Ano: 2015 / Volume: I
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Prédica
ID: 31533

AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

Um cristão é um ser alegre, mesmo que passe pelo maior desgosto, pois o seu coração se alegra em Deus.
Martim Lutero
EDUCAÇÃO CRISTÃ CONTÍNUA
+

REDE DE RECURSOS
+
Porque nem eu nem tu jamais poderíamos saber algo a respeito de Cristo ou crer nele e conseguir que seja nosso Senhor, se o espírito não o oferecesse e presenteasse ao coração pela pregação do Evangelho.
Martim Lutero
© Copyright 2024 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br