Sínodo da Amazônia



Avenida Paraná , 431 - Novo Horizonte
CEP 76962-053 - Cacoal /RO - Brasil
Telefone(s): (69) 9845-48890 | (69) 8454-8890
sinododamazonia@gmail.com
ID: 8

Pregação: Lucas 2.(1-7) 8-20 - Natal

Caderno de Celebrações 2014/2015 - Pa. Vera Lucia Engelhardt Prediger

25/12/2014

 

CULTO PARA DEZEMBRO 2014 - NATAL

Departamento de Música e Liturgia do Sínodo da Amazônia
Leitura Bíblica: Is 52.7-10; Hb 1.1-4 (5-12); Pregação: Lc 2.(1-7) 8-20
Pa. Vera Lucia Engelhardt Prediger – Pastora Sinodal

 

LITURGIA DE ABERTURA

ACOLHIDA
Bom dia a todos e todas vocês!
“Cantai ao SENHOR um cântico novo, porque ele tem feito maravilhas; a sua destra e o seu braço santo lhe alcançaram a vitória. O SENHOR fez notória a sua salvação; manifestou a sua justiça perante os olhos das nações. Lembrou-se da sua misericórdia e da sua fidelidade para com a casa de Israel; todos os confins da terra viram a salvação do nosso Deus”. (Salmo 98.3)
É bom estarmos juntos neste culto, cantando ao Senhor por causa das suas maravilhas. A história de Deus conosco é maravilhosa. Deus faz notória a sua salvação. Envia ao mundo Jesus.
Sejam todos e todas muito bem vindos a esta comunidade. Temos visitas entre nós? Convido a que se coloquem em pé e aos membros da comunidade que estão ao lado dos visitantes os acolham com aperto de mão a abraço fraterno. Sintam-se muito bem entre nós.

CANTO DE ENTRADA
Nº 235- Hinário HPD1 – Seu nome é maravilhoso

SAUDAÇÃO
Reunimo-nos aqui em nome de Deus Pai, que nos criou junto com todas as criaturas; em nome de Jesus Cristo, verdadeiro Deus, gerado do Pai desde a eternidade, e também verdadeiro ser humano, e em nome do Espírito Santo que chama, reúne, ilumina e santifica toda a igreja na terra. Amém.

CANTOS DE INVOCAÇÃO
Nº12 - ENE – Cantai Cristãos
Ou: Nº 54 – ENE – Louvado seja Deus

CONFISSÃO DE PECADOS: Vamos orar e confessar a Deus os pecados que temos praticado e suplicar o seu perdão. Vamos usar a oração de confissão de pecados que Martim Lutero escreveu e que aprendemos no catecismo menor. Vamos orar juntos: “Deus todo-poderoso, Pai misericordioso. Eu, pessoa pobre, miserável e pecadora, confesso-te todos os meus pecados e injustiças que cometi em pensamentos, palavras e ações. Com eles, em algum momento causei a tua ira, merecendo o teu castigo nesta vida e na eternidade. Todos estes pecados pesam na minha consciência e me arrependo deles profundamente. Peço-te, por causa da tua misericórdia infinita e da inocente e amarga paixão e morte de teu filho Jesus cristo: tem misericórdia de mim, pobre pessoa pecadora. Perdoa-me todos os meus pecados. Concede-me a força do teu Espírito Santo para melhorar a minha vida. Amém!

ANÚNCIO DO PERDÃO
Nisto se manifestou o amor de Deus em nós: em haver Deus enviado o seu Filho unigênito ao mundo, para vivermos por meio dele. (I Jo 4.9). Deus nos ama e perdoa a pessoa que se arrepende de seus pecados.

KYRIE
No mundo em que vivemos, no qual o Príncipe da Paz se tornou pessoa para mostrar o grande amor de Deus, ainda existe falta de amor e paz. Pelas dores deste mundo clamamos cantando:
Pelas dores deste mundo, ó Senhor...

GLÓRIA IN EXCELSIS
Pelo perdão que Deus concede gratuitamente; pela maravilhosa presença divina em nosso meio, em Jesus Cristo; alegres e felizes nós rendemos louvores a Deus cantando: Glória a Deus nas alturas.
Comunidade: Glória, glória, glória a Deus nas alturas, glória, glória, paz entre nós, paz entre nós.

ORAÇÃO DO DIA
Querido Deus, te agradecemos por tua palavra ter se tornado pessoa para morar entre nós e nos trazer vida. Vida nova, vida digna, vida eterna. Que possamos ter boa vontade em ouvir tua palavra e vivenciá-la diariamente. Por Cristo Jesus, que contigo e com o Espírito Santo vive e reina eternamente, amém.

LITURGIA DA PALAVRA

LEITURAS BÍBLICAS
1ª Leitura Bíblica: Isaías 52. 7-10

2ª Leitura Bíblica: Hebreus 1. 1-4 (5-12)

CÂNTICO INTERMEDIÁRIO
Nº - 17 ENE – Ó vinde, fieis

PREGAÇÃO: Lucas 2.1-20

Ore comigo: “Ó Deus, ajuda neste momento para ouvirmos com atenção e devoção como é o teu amor por nós. Concede-nos sabedoria e entendimento. Movimenta nossa vida em tua direção. Por Cristo, o Salvador. Amém”.

“A graça, a misericórdia e a paz de Deus estejam com cada um, cada uma de vocês.”

Querida comunidade que está reunida neste culto no dia de Natal!

O Natal é uma história com muito movimento! Uma história que movimentou a vida de muitas pessoas e até hoje trás movimento! Vamos novamente ouvir sobre este movimento todo como escreveu o evangelista Lucas, capítulo 2, versículos 1-20:

1 Naquele tempo o imperador Augusto mandou uma ordem para todos os povos do Império. Todas as pessoas deviam se registrar a fim de ser feita uma contagem da população.
2 Quando foi feito esse primeiro recenseamento, Cirênio era governador da Síria.
3 Então todos foram se registrar, cada um na sua própria cidade.
4 Por isso José foi de Nazaré, na Galiléia, para a região da Judéia, a uma cidade chamada Belém, onde tinha nascido o rei Davi. José foi registrar-se lá porque era descendente de Davi.
5 Levou consigo Maria, com quem tinha casamento contratado. Ela estava grávida,
6 e aconteceu que, enquanto se achavam em Belém, chegou o tempo de a criança nascer.
7 Então Maria deu à luz o seu primeiro filho. Enrolou o menino em panos e o deitou numa manjedoura, pois não havia lugar para eles na pensão.
8 Naquela região havia pastores que estavam passando a noite nos campos, tomando conta dos rebanhos de ovelhas.
9 Então um anjo do Senhor apareceu, e a luz gloriosa do Senhor brilhou por cima dos pastores. Eles ficaram com muito medo,
10 mas o anjo disse: — Não tenham medo! Estou aqui a fim de trazer uma boa notícia para vocês, e ela será motivo de grande alegria também para todo o povo!
11 Hoje mesmo, na cidade de Davi, nasceu o Salvador de vocês—o Messias, o Senhor!
12 Esta será a prova: vocês encontrarão uma criancinha enrolada em panos e deitada numa manjedoura.
13 No mesmo instante apareceu junto com o anjo uma multidão de outros anjos, como se fosse um exército celestial. Eles cantavam hinos de louvor a Deus, dizendo:
14 — Glória a Deus nas maiores alturas do céu! E paz na terra para as pessoas a quem ele quer bem!
15 Quando os anjos voltaram para o céu, os pastores disseram uns aos outros: — Vamos até Belém para ver o que aconteceu; vamos ver aquilo que o Senhor nos contou.
16 Eles foram depressa, e encontraram Maria e José, e viram o menino deitado na manjedoura.
17 Então contaram o que os anjos tinham dito a respeito dele.
18 Todos os que ouviram o que os pastores disseram ficaram muito admirados.
19 Maria guardava todas essas coisas no seu coração e pensava muito nelas.
20 Então os pastores voltaram para os campos, cantando hinos de louvor a Deus pelo que tinham ouvido e visto. E tudo tinha acontecido como o anjo havia falado.
Amados do Senhor!
(1 - Movimento) O primeiro movimento é de Deus que se movimenta na direção das pessoas. É de Deus a iniciativa em salvar seu povo. Sua salvação manifesta-se na luz que brilha em meio à escuridão por meio do nascimento de Jesus Cristo
Que grande movimentação na vida de José e Maria! Uma viagem para Belém, ela já no final da sua primeira gravidez, chegando lá, não encontraram lugar para ficar. A criança nasceu e foi hospedada numa estrebaria. E ali mesmo recebem uma visita inesperada dos pastores à criança recém-nascida.
Movimentaram-se os anjos na direção dos pastores de ovelhas. Sua tarefa foi anunciar o agir de Deus; anunciar maravilhosa notícia.
Aqueles pastores que receberam tão inesperada notícia, por causa dela se movimentaram: foram e voltaram: foram ver o que tinha acontecido, voltaram louvando a Deus.
Maria reflete sobre todos estes movimentos!
Hoje o natal tem seus movimentos: movimenta especialmente o comércio! Quanta propaganda de presentes feita pelo Papai Noel! Gente nas lojas cheias, gente andando de um lado para o outro. Movimenta-se nas casas para limpar, pintar, reformar. Movimento nas estradas para viajar, fazer visitas a parentes e amigos. Movimento em casa nas preparações para receber estas visitas.
Mas este movimento todo ainda leva para o alvo certo, ao verdadeiro natal?
Graças a Deus algumas pessoas movimentam-se para as igrejas! Que bom que o Natal moveu vocês que aqui estão no culto hoje.
(2 – Boa notícia) E vieram porque “não desprezam a palavra de Deus e sua pregação, mas têm respeito por ela, ouvem e a estudam com gosto”! E vocês estão ouvindo uma boa notícia hoje, notícia que alegra.
O que é uma boa notícia para você? Ter passado nas provas, ter um aumento de salário, vai chegar uma visita de pessoa querida, ....
Que motivos para nos alegrar nós temos hoje? Você se alegra com o quê? Quando o trabalho fica pronto? Quando se cura de alguma doença; quando pode estar numa festa, quando não precisa trabalhar, quando pode ficar jogando no computador, quando tem um celular de última geração, ...
Naqueles dias esta boa notícia que traz alegria foi dada aos pastores “que estavam passando a noite nos campos, tomando conta dos rebanhos de ovelhas”.
(3 – pastores) Quem são os pastores? Eles viviam nos campos, trabalhando dia e noite. São trabalhadores responsáveis pelo rebanho. Este trabalho exigia cuidado, atenção, assistência e sensibilidade para os perigos. Eram pessoas honestas. Em Ezequiel 34. 11-12;15-16 Deus fala de si mesmo como Pastor: “Eu, o SENHOR Deus, digo que eu mesmo procurarei e buscarei as minhas ovelhas. Como um pastor busca as suas ovelhas que estão espalhadas, assim eu buscarei as minhas ovelhas e as trarei de volta de todos os lugares por onde foram espalhadas naquele dia de escuridão e desgraça. Eu mesmo serei o pastor do meu rebanho e encontrarei um lugar onde as ovelhas possam descansar. Sou eu, o SENHOR Deus, quem está falando. — Procurarei as ovelhas perdidas, trarei de volta as que se desviaram, farei curativo nas machucadas e tratarei das doentes”.
Também o salmista confessa sua fé dizendo: “O SENHOR é o meu pastor” (Salmo 23.1). O próprio Jesus, mais tarde, se apresenta como bom Pastor (João 10.11).
Os pastores eram desprezados pelos fariseus. Eles eram considerados pessoas incultas, simples, violentos e fraudulentos. Não podiam servir de testemunhas e não tinham direitos de cidadania. E por causa disso não podiam participar dos cultos. Mas foi a estes que os anjos anunciaram por primeiro a chegada do Messias.
Os pastores ouviram o anuncio dos anjos e o louvor dos anjos e se arriscaram a partir. Enquanto os anjos estiveram no campo, tinha muita luz, depois que eles foram para o céu eles decidiram de ir ver o acontecimento anunciado e buscar as provas. Chegaram e encontraram um bebê, nascido em extrema pobreza. O Messias numa manjedoura, igual ao que o anjo tinha anunciado.
E estes pastores foram os primeiros evangelizadores depois do nascimento de Jesus, eles falaram o que viram, contaram aquela boa noticia pra frente. A melhor notícia não foi dada pelos chefes da religião, mas por humildes pastores. E Maria guardava todas estas palavras, meditando-as no coração.
(II – Atualização) Como nós comunicamos hoje o evangelho?
Os pastores desempenham um papel ativo, saíram de seu lugar e foram procurar o Salvador.
Hoje temos dificuldades em celebrar ou realizar culto e encontros comunitários no dia em que relembramos a história de salvação.
Qual ação em nosso viver causa esta boa notícia? O que fazemos diante desta notícia? Para os pastores foi um movimento de ir e vir. Na sua volta, não voltaram iguais, mas voltaram cantando hinos de louvor a Deus pelo que tinham visto e ouvido.
O que podemos fazer?
- é muito bom reunir-se em comunidade e cantar hinos de louvor a Deus por causa de seu grande amor para conosco. O Salvador lembra-nos que não somos salvos por nós mesmos, pelas nossas próprias forças, mas nos foi dado por Deus um Salvador. Salvação é graça, é presente.
- é muito bom reunirmo-nos em família. Você que é papai e mamãe, padrinho e madrinha, que por amor às suas crianças lhes dá presentes, aproveite a oportunidade e faça como fizeram os pastores, ensine sua criança a cantar canções de natal, leia na bíblia os textos que contam sobre o nascimento do Salvador. Você reúne sua família ao redor de uma mesa para uma saborosa refeição, ore a deus agradecendo pelos alimentos e leia um dos textos da bíblia que fala do Natal de Cristo, cante com todas as pessoas uma canção de natal, aproveite as oportunidades que vocês tem!
Sugestão prática para comemorar o Natal: alegrar aquelas pessoas que estão todos os dias à nossa disposição com um pacotinho de biscoitos e um cartão de Natal: o motorista do ônibus, a professora da escola, a enfermeira no hospital.
Vamos presentear as pessoas não para contar pontos com Deus, mas ao contrário, para expressar nossa alegria e gratidão por Deus nos ter dado o maior e melhor presente: Jesus Cristo, o Salvador.
Isso é natal. O resto é correr atrás do vento. Amém.

HINO
Nº 13 - ENE – Eu venho a vós dos altos céus

CONFISSÃO DE FÉ
Depois de tão maravilhosa noticia ser anunciada a nós por meio do evangelho, vamos nós também dizer em clara e alta voz em quem nós cremos e como é o nosso amoroso deus. Fazemos isso com as palavras do Credo Apostólico. Quem puder, coloque-se em pé neste momento:
Creio em Deus Pai...

CANTO PÓS-CONFISSÃO (proceder motivação e o recolhimento das ofertas) A motivação para as ofertas está escrita na Agenda Sinodal
Nº 10 - ENE – Surgem anjos proclamando

ORAÇÃO DE INTERCESSÃO
Motivos de Oração:
Querido Deus, agradecemos-te pelo tempo que tivemos de estarmos juntos com a comunidade e ouvirmos tua palavra que anuncia teu amor. Agradecemos pelas pessoas que fazem aniversario. Pedimos-te: olha sempre com bondade e misericórdia a tua igreja no mundo; que o anuncio da boa noticia da salvação seja anunciada e alcance todo o mundo. Senhor; neste tempo onde existe tanto movimento de pessoas, protege a todos nas estradas, dá prudência e bom senso aos que conduzem os veículos, para evitar acidentes. Senhor, neste tempo onde acontece sofrimento por causa das doenças, pedimos teu cuidado e que tua mão bondosa ampare pessoas que sofrem. Por Cristo Jesus é que unimos nossas vozes em oração, como ele mesmo nos ensinou: Pai Nosso ...
1. Aniversariantes
2._______________________________________________________
3._______________________________________________________
4._______________________________________________________
5._______________________________________________________
6._______________________________________________________

PAI NOSSO
Pai nosso ...

LITURGIA DE DESPEDIDA

AVISOS
Próximo Culto: ___/___/______ às ___:___ h.
Oferta último Culto: R$ _________ - destinada para ...
______________ _________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________
________________________________________________________

BÊNÇÃO
O Senhor te abençoe e te guarde,
O Senhor te proteja te cuide.
O Senhor Deus amoroso e misericordioso te acompanhe em todo o teu viver.

ENVIO
Vão em paz, sirvam ao Senhor com alegria!

CANTO FINAL

Nº 21 - ENE – Quero ir com os pastores.
 


Autor(a): Pa. Vera Lucia Engelhardt Prediger
Âmbito: IECLB / Sinodo: Amazônia
Área: Celebração / Nível: Celebração - Ano Eclesiástico / Subnível: Celebração - Ano Eclesiástico - Ciclo do Natal
Natureza do Domingo: Natal

Testamento: Novo / Livro: Lucas / Capitulo: 2 / Versículo Inicial: 1 / Versículo Final: 20
Título da publicação: Caderno de Celebrações - Sínodo da Amazônia / Ano: 2014
Natureza do Texto: Pregação/meditação
Perfil do Texto: Prédica
ID: 26482

AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

Sejam bons administradores dos diferentes dons que receberam de Deus. Que cada um use o seu próprio dom para o bem dos outros!
1Pedro 4.10
EDUCAÇÃO CRISTÃ CONTÍNUA
+

REDE DE RECURSOS
+
Vivemos rodeados da bênção de Deus e não nos damos conta disso.
Martim Lutero
© Copyright 2024 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br