Sínodo Nordeste Gaúcho



Rua Barão do Rio Branco , 828
CEP 93610-750 - Estância Velha /RS - Brasil
Telefone(s): (51) 3561-2905
sinodongaucho@gmail.com
ID: 11

Meditação da Semana: Coragem e fé

22/10/2020

Mateus 14.22: Logo depois, Jesus ordenou aos discípulos que subissem no barco e fossem na frente para o lado oeste do lago, enquanto ele mandava o povo embora.

Os discípulos receberam uma missão aparentemente fácil para quem sabia navegar: levar o barco até outra margem do lago. Uma missão agradável, prazerosa e para alguns deles, até nostálgica. Mas, durante a navegação foram surpreendidos pela mudança climática. As águas ficaram revoltas, o vento favorável virou tempestade e eles correram risco de naufragar e morrer. Pode ser que algum deles já tivesse vivido situação parecida e ter uma certa experiência. Independente disso, viver uma situação daquelas não era fácil.

Algum tempo depois Jesus vai ao encontro deles. Estranhamente, não caminhando pela areia costeando o lago até o ponto de encontro, ou em outro barco, e sim andando por sobre as agitadas águas, sob a tempestade e enfrentando os fortes ventos contrários, meio que refazendo o trajeto do barco e vivenciando o que passavam. Quando chega até eles, Jesus sabe, por experiência própria, o que sentiam; como de fato estão e do que precisavam. Estão assustados e temem pela sua vida. Por isso foi visto como um fantasma, como mais um elemento agravador do terror. Jesus se apresenta a eles e pede que tenham coragem e não tenham medo. Coragem e fé bastariam para sair daquela situação. Pedro aceita o conselho e pede que Jesus o mande ir até onde ele está, andando por sobre as águas. Pedro teve coragem, mas pouca fé. Por isso começou a se afogar. Temendo a morte, recorreu a Jesus que lhe estendeu sua mão. Pedro a segura e é salvo. E Jesus atribui, a pequena fé de Pedro, o motivo de afundar quando poderia andar sobre as águas. Será que Jesus estava dizendo que seus discípulos poderiam ter saído daquela situação, tendo coragem de andar com fé por sobre as águas?

Oração: Obrigado Senhor pela missão que nos deste. Obrigado porque nos dá a certeza da tua presença entre nós, todos os dias até a consumação do século, enquanto fazemos missão. Obrigado que nos momentos ruins vens ao nosso encontro para ajudar-nos e o faz de uma forma surpreendente porque sabe exatamente pelo que passamos. Ajuda-nos a desenvolver a coragem e a ousar na fé em Ti, como Pedro, e assim enfrentarmos os nossos desafios. Que tenhamos uma fé grande e forte e vivamos por meio dela. Amém.

P. Arnaldo da Rocha Clemente
Igrejinha
 


AÇÃO CONJUNTA
+
tema
vai_vem
pami
fe pecc

Um coração repleto de alegria vê tudo claro, mas, para um coração triste, tudo parece tenebroso.
Martim Lutero
EDUCAÇÃO CRISTÃ CONTÍNUA
+

REDE DE RECURSOS
+
A Deus, aos pais e aos mestres, nunca se poderá agradecer e recompensar de modo suficiente.
Martim Lutero
© Copyright 2020 - Todos os Direitos Reservados - IECLB - Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil - Portal Luteranos - www.luteranos.com.br